Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/309902
Type: TESE
Title: Efeito da eletroacupuntura na qualidade de vida de pacientes com esclerose múltipla forma recorrente-remitente
Title Alternative: Impact of electroacupuncture on quality of life for patients with relapsing-remitting multiple sclerosis
Author: Quispe Cabanillas, Juan Guzman, 1974-
Advisor: Dias da Silveira, Wanderley, 1956-
Silveira, Wanderley Dias da, 1956-
Abstract: Resumo: A Acupuntura é uma das mais antigas formas de tratamento que tem sobrevivido e evoluido não só no Extremo Oriente (China), mas em todo o mundo. A técnica consiste na inserção de agulhas em vários níveis de profundidade da pele em pontos específicos chamados de "Acupontos", podendo ser estimuladas manualmente ou com uma corrente de baixa tensão elétrica (Eletroacupuntura). Faz parte ainda de um conjunto de técnicas com fins terapêuticos da Medicina Tradicional Chinesa, sendo, atualmente, praticada como terapia primária e adjuvante para uma variedade de doenças e condições crônicas. De outro lado a Esclerose Múltipla é uma doença inflamatória crônica do sistema nervoso central, caracterizada pela infiltração de células do sistema imune neste compartimento, com destruição de mielina e perda de oligodendrócitos, é a mais comum das doenças auto-imunes do sistema nervoso central. Trata-se de uma doença que acomete principalmente adultos jovens, sendo mais frequente nas mulheres, causando múltiplos sinais e sintomas de disfunção neurológica. Aproximadamente 85% dos pacientes apresentam a forma recorrente - remitente (surto/remissão), que é caraterizada por apresentar manifestações sintomatológicas de disfunção neurológica (exacerbação, relapso ou ataque) com períodos de estabilização ou melhora (remissão). Terapias imunomoduladoras modernas vêm sendo empregadas no tratamento da Esclerose Múltipla, no entanto, não aliviam muitos dos sintomas, como dor e depressão, levando a uma piora na qualidade de vida. Pacientes, assim, procuram tratamentos alternativos, como a acupuntura, embora os benefícios desses tratamentos não tenham sido objetivamente avaliados. O emprego do modelo experimental, a Encefalomielite Autoimune (alérgica) Experimental, tem trazido grandes contribuições para a compreensão dos mecanismos envolvidos e o esclarecimento da patogênese de doenças autoimunes, tais como a Esclerose Múltipla. Este estudo foi, portanto, concebido para avaliar o efeito da eletroacupuntura sobre a qualidade de vida de pacientes com Esclerose Múltipla tratados com imunomoduladores e na modulação da resposta imune na encefalomielite autoimune experimental. No final do estudo foi observado que a Eletroacupuntura promove a melhora em vários aspectos da qualidade de vida dos pacientes com Esclerose Múltipla, especialmente a dor, e na Encefalomielite Autoimune (alérgica) Experimental foi observado que existe uma modificação da resposta imunológica. Além disso, os resultados também sugerem que o uso rotineiro de um questionário de autoavaliação da qualidade da vida deve ser incluído nas avaliações clínicas regulares dos pacientes

Abstract: Acupuncture is one of the oldest forms of treatment that has survived and evolved not only in the Far East (China), but around the world. The technique involves inserting needles at various levels of depth of the skin at specific points called "Acupoints" and can be stimulated manually or with a low voltage electrical current (electroacupuncture). It is part of a set of therapeutic techniques the traditional chinese medicine and is currently practiced as primary therapy and adjuvant for a variety of diseases and chronic conditions. On the other hand the MS is a chronic inflammatory disease of the central nervous system characterized by infiltration of immune cells in this compartment, with destruction of myelin and oligodendrocytes loss. It is the most common of the autoimmune diseases of the central nervous system and is a disease that mostly affects young adults, being more common in women, causing multiple signs and symptoms of neurological dysfunction. Approximately 85% of patients present form recurrent-remitting MS (relapsing/remitting), which presenting symptom of neurological events (exacerbation, relapse or attack) with periods of stabilization or improvement (remission). Modern immunomodulatory therapies have been employed in the treatment of Multiple Sclerosis, however, do not alleviate many of the symptoms such as pain and depression, leading to deterioration in quality of life. Patients, therefore, seek alternative treatments such as acupuncture, although the benefits of these treatments have not been objectively evaluated. The use of model experimental autoimmune encephalitis has brought large contributions to the understanding of mechanisms and understanding the pathogenesis of autoimmune diseases such as MS. This study was therefore designed to evaluate the effect of electro on the quality of life of patients with multiple sclerosis treated with immunomodulators and modulation of immune response in experimental autoimmune encephalomyelitis. At the end of the study it was observed that electroacupuncture improved in various aspects of quality of life of patients with multiple sclerosis, especially pain, and it was observed that electroacupuncture modifies the immune response in the Autoimmune Encephalomyelitis Experimental. Moreover, the results also suggest that the routine use of a self-assessment of quality of life should be included in regular clinical evaluations of patients
Subject: Acupuntura
Medicina tradicional chinesa
Depressão
Dor
Encefalomielite autoimune experimental
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2012
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
QuispeCabanillas_JuanGuzman_D.pdf2.12 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.