Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/309894
Type: TESE
Title: Crianças com dificuldades escolares : uma abordagem terapeutica com contos de fada
Author: Melli, Rosana A
Advisor: Giglio, Joel Sales, 1941-
Abstract: Resumo: o conto de fada tem sido usado há séculos não só como entretenimento, mas também na educação de crianças e jovens e no tratamento de certos transtornos fisicos e mentais, em diversas culturas. No âmbito da psicologia Analítica, de C.G. JUNG, os contos de fada representam uma expressão simples e pura dos conteúdos inconscientes. Como tal, são interpretados e utilizados na prática clúrica, no atendimento de crianças, jovens e adultos. Dentro desse referencia!, foram utilizados, em um ambulatório público de saúde mental, 20 contos de fada no atendimento grupal de 7 crianças, na faixa etária de 8 a 11 anos, com queixas de dificuldades de aprendizagem, associadas a outros sintomas de regressão psíquica, tais como: uso de mamadeira, baixa tolerância à ftustração, fixação nas figuras parentais, entre outros. As crianças foram avaliadas através de instrumentos formais de avaliação psicológica, nas áreas cognitiva e afetiva, antes do início do tratamento e ao encerramento deste, após um ano de atendimento. O tratamento consistiu da narrativa de contos de fada, durante 33 sessões semanais, no período de março de 1998 a março de 1999. Após as narrativas, as crianças eram solicitadas a representar plasticamente, através de diversos recursos, a parte da história de que mais gostavam, qual o personagem de que mais gostavam ou que gostariam de ser. No final do atendimento, um conto foi escolhido para ser representado teatralmente, sendo os personagens sorteados entre os participantes que apresentaram a peça aos pais, na penúltima sessão de atendimento. As representações e identificações dos participantes, durante as sessões psicoterapêuticas, foram analisadas, amplificadas e interpretadas em uma perspectiva junguiana. Os resultados das avaliações iniciais e finais são apresentados e discutidos. Quatro das crianças receberam alta clúricano encerramento do atendimento psicoterapêutico proposto e três foram orientadas a buscar prosseguimento do processo terapêutico no serviço de psicologia do ambulatório

Abstract: Fairy-tales have been used for centuries not only as entertainrnent but also in children and youngsters education and in treatment of some physical and mental disorders in many cultures. In the field of Ana1yticalPsychology of C.G. JUNG, fairy.;.talesare apure and simple expression of unconscious contents and are interpreted and used in clinical practice, supporting children, teenagers and adults. Assuming this approach, we used 20 fairy-tales in grupal attendance of seven children, from 8 to 11 years old, in a public ambulatory of mental health. These children's parents had reported complaints of learning difficulties associated with other symptoms of psychic regression, such as: the use of feeding bottle, low tolerance of frustration, fixation in parental figures, among others. They were submitted to psychological assessment of cognitive and affective areas, before and after treatment, approximately after one-year interval between pre and post-test. Treatment consisted of narratives of fairy-tales along 33 weekly sessions, in the period between march 1998 and march 1999. After narrative children were asked to represent plastically, using different resources, the most appreciated part or the fairy-tale listened, the character most appreciated or the one they would like to be. At the end of treatment, the group chose one fairy-tale to be represented dramatically, and the characters were sorted among the participants who played it for their parents at the penultimate session of treatment. The representations and identifications of the participants during therapeutical session were analyzed, amplified and interpreted in a jungian perspective. The results of initial and final assessment are presented and discussed. Four children had clinical discharge at the end of the psychotherapeutic work proposed and three of them were oriented to continue the therapeutical process at the psychology service in the ambulatory
Subject: Jung, C. G. (Carl Gustav), 1875-1961
Psicologia clínica
Contos de fada - Aspectos psicológicos
Aprendizagem
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2001
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Melli_RosanaA_M.pdf59.27 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.