Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/309850
Type: TESE
Title: Avaliação do exercicio fisico com bicicleta estacionaria em gestantes com risco para o desenvolvimento da pre-eclampsia
Title Alternative: Assessment of physical exercise using stationary bicycle for pergnant women with risk for preeclampsia development
Author: Burgos, Camila Schneider Gannuny
Advisor: Silva, João Luiz de Carvalho Pinto e, 1944-
Abstract: Resumo: Objetivo: Avaliar o efeito do exercício físico com bicicleta estacionária na incidência de pré-eclâmpsia (PE), na variação da pressão arterial (PA), freqüência cardíaca (FC) e na qualidade de vida (QV) em gestantes com hipertensão arterial crônica, PE em gestações anteriores ou os dois fatores associados. Sujeitos e métodos: realizou-se um ensaio clínico controlado, prospectivo e aleatorizado, de abordagem quantitativa, em 52 gestantes que apresentavam fatores de risco para desenvolver PE (hipertensão arterial crônica, PE em gestações anteriores ou ambos os fatores) no período de janeiro de 2008 a setembro de 2009. As participantes após selecionadas no ambulatório de pré-natal do Centro de Atenção Integral à Saúde da Mulher (CAISM) na Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP) foram aleatorizadas em dois grupos: no grupo estudo as gestantes realizaram exercícios físicos com bicicleta estacionária (horizontal) uma vez por semana sob supervisão do fisioterapeuta, no Ambulatório de Fisioterapia do CAISM/UNICAMP, e no grupo controle seguiram a rotina de assistência pré-natal, com retornos semanais ao ambulatório de Fisioterapia para o controle da PA e FC. Todas preencheram o questionário de qualidade de vida (QV-Short Form Health Survey - SF-36) em três momentos, na admissão entre 12 e 20, entre 28 e 32 e entre 36 e 41 semanas gestacionais. Para testar a homogeneidade foram utilizados o teste t de Student para as variáveis contínuas de distribuição normal, o teste Mann-Whitney para as variáveis de distribuição não-normal e para as variáveis nominais, utilizou-se o teste exato de Fisher. O efeito da intervenção, no tempo e entre os grupos, para as medidas da PA e FC, foram avaliados através de ANOVA para medidas repetidas. O nível de significância foi assumindo em 5%. Resultados: a análise comparativa entre os grupos não demonstrou diferenças nos valores da PA e FC, porém para análise intragrupos houve diferença entre o momento inicial e final da intervenção. As gestantes de ambos os grupos pioraram em alguns domínios nos escores do questionário de QV, porém, não houve diferença significativa quando comparados os escores entre os grupos ao longo do tempo. Conclusão: Gestantes com risco para desenvolver a PE que realizaram o exercício físico com bicicleta estacionária não apresentaram PE (presente em três casos no grupo controle), tampouco alteração nos parâmetros da PA e FC, demonstrando ser uma prática segura quando supervisionado. No entanto apresentaram piora em alguns escores no questionário de QV quando comparados em relação à evolução gestacional. São necessários mais estudos, com maior tamanho amostral para confirmar a hipótese de prevenção para o aparecimento da PE, em gestantes de risco

Abstract: Objective: To assess the effect of physical exercise with stationary cycling on the incidence of preeclampsia (PE), blood pressure (BP), heart rate (HR) and quality of life (QoL) in pregnant women with chronic high blood pressure (CHB), and/or previous preeclampsia pregnancies. Methods: A randomized controlled clinical trial in 52 pregnant women whom presented with risk factors (CHB, PE in prior pregnancy) for preeclampsia development between January 2008 and September 2009. The participants were selected from prenatal ambulatory services at Campinas State University (UNICAMP), Women's Health Integral Attention Centre (CAISM). The participants were randomly allocated in two groups: a treatment group in which women did physical exercises using a stationary bicycle once a week under physiotherapist supervision, at Physiotherapy Department of CAISM/UNICAMP and the control group, which followed a regular prenatal routine of weekly returns for HR and blood pressure (BP) measurements. Both groups completed the quality of life survey (Short Form Health Survey - SF-36) on three separated occasions during the study period: at enrollment between 12 and 20 gestational weeks, between 28 and 32 gestational weeks and between 36 and 41 gestational weeks. To test the homogeneity, a student t-test was used for continuous variables of normal distribution, the Mann-Whitney test for non-normal distribution variables and the Fisher's Exact test was used for nominal variables. Intervention effect in time, and between group BP and HR's were assessed through ANOVA. The statistically significance was assumed as 5%. Results: The comparative analysis between groups demonstrated no statistical differences in blood pressure and HR. However, within the intragroups assay (control and study), the initial and final moment blood pressures revealed statistical differences. Both groups had decreased scores in some QoL survey domains, but there were no statistically significant differences when scores were compared between the groups. Conclusion: Women at risk for preeclampsia development, which performed physical exercise using a stationary bicycle did not show preeclampsia (present in three cases in control group), neither HR and BP changes, and the use of a stationary cycling program was shown to be a safe modality in this population when properly supervised. However, they shown worse QoL score results in some domains when related to gestational evolution. Further studies need to be done with larger sample sizes to confirm the hypothesis that PE can be prevented when physical exercise is performed in at risk pregnant populations
Subject: Pre-eclâmpsia
Exercícios físicos
Pressão arterial
Qualidade de vida
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2010
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Burgos_CamilaSchneiderGannuny_M.pdf1.6 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.