Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/309843
Type: DISSERTAÇÃO
Degree Level: Mestrado
Title: Influencia da omentoplastia na anastomose colica de animais submetidos a choque hemorragico : estudo experimental em ratos
Author: Nascimento, Ricardo Bolzam do
Advisor: Fagundes, João Jose, 1943-
Abstract: Resumo: A cicatrização das anastomoses intestinais constitui motivo de grande preocupação na Medicina em razão das sérias conseqüências advindas das deiscências de sutura. Os riscos são acrescidos quando anastomoses são feitas em condições de adversidade, como imunossupressão, isquemia, infecção, uso de antiinflamatórios e quimioterápicos, diabetes, trauma, desnutrição, idade avançada etc. O choque hemorrágico também é citado entre essas situações desfavoráveis, causando dano bioquímico e histológico às anastomoses, não estando bem claros os efeitos ocasionados quanto à resistência mecânica. O uso do omento como proteção à linha de sutura também não é assunto resolvido. Este trabalho tem como objetivo avaliar, através do Teste Biomecânico de Pressão de Ruptura a Distensão por Líquido (TBPRDL) a influência do grande omento sobre a linha anastomótica em animais submetidos a choque hemorrágico. Os animais eleitos como avaliáveis para serem submetidos ao teste foram àqueles que chegaram vivos e com anastomoses íntegras no dia da eutanásia. Para serem obtidos 20 animais considerados como avaliáveis para o teste biomecânico, houve necessidade de se operar 63 ratos no total. Os animais foram submetidos ao choque controlado pela retirada de sangue através de cateter colocado na carótida direita. A mortalidade entre os grupos foi semelhante com respectivamente 41,3% e 41,1% nos grupos 1 e 2. O grupo 1 em que não foi realizada a omentoplastia sobre a anastomose, apresentou 19 casos de deiscência, sendo estes descartados. No grupo 2 não foi observado nenhum caso. Entre os dois grupos não houve diferença estatística entre os parâmetros como volemia, retirada volêmica, perda ponderal, dosagens do lactato e PAM durante o experimento. Quanto ao Teste Biomecânico de Pressão de Ruptura à Distensão por Líquido (TBPRDL) o grupo 2 apresentou anastomoses mais resistentes com valores de pressão de ruptura superiores (p=0,0539) mostrando significância quando comparado ao grupo controle (G 1). Conclui-se, portanto, que a proteção omental aumentou a resistência das anastomoses e o modelo de choque hemorrágico empregado neste experimento mostrou-se útil para o estudo da cicatrização de anastomoses submetidas a essa condição de adversidade

Abstract: Intestinal anastomoses cicatrisation is a major motive for worries in Medicine due to serious consequences stemmed from suture dehiscence. Added risks happen when anastomoses are done in adverse conditions, such as immunosuppression, ischemia, infection, use of anti-inflammatory and chemotherapy drugs, diabetes, trauma, malnutrition, old age, and so on. Hemorrhagic shock is also quoted among those harmful situations, causing biochemical and histological damage to anastomoses, being the effects to mechanical resistance not clarified yet. The employment of omentum as a protection to suture line is not a concluded issue as well. This research aimed to assess via the Biomechanical Test of Pressure of Rupture by Liquid Distension (BTPRLD) the influence of a large omentum on the anastomotic line in animals submitted to hemorrhagic shock. Animals chosen as possible to be tested were those alive and presenting undamaged anastomoses at euthanasia day. In order to obtain 20 animals viable for biomechanical test analysis, 63 animals were operated on. Animals were submitted to controlled shock via catheter inserted in the right carotid. Intergroup mortality was similar, 41,3% and 41,1% respectively to group 1 and 2. Group 1, which received no omentumplasty on anastomosis, presented 19 cases of dehiscence, which were discarded. No cases were observed in group 2. There was no statistically difference between groups in parameters such as voluming, voluming suppression, ponderal loss, lactate dosage and MAP during experiment. Concerning Biomechanical Test of Pressure of Rupture by Liquid Distension (BTPRLD), group 2 presented more resistant anastomoses, with higher rupture values (p=0,0539) showing significance when compared to control group (G1). It can be concluded that omental protection increased anastomoses resistance and that the hemorrhage shock model employed was useful to the study of cicatrisation of anastomoses submitted to that adverse condition
Subject: Anastomose cirúrgica
Colo
Omento
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: NASCIMENTO, Ricardo Bolzam do. Influencia da omentoplastia na anastomose colica de animais submetidos a choque hemorragico: estudo experimental em ratos. 2007. 91f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciencias Medicas, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/309843>. Acesso em: 8 ago. 2018.
Date Issue: 2007
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Nascimento_RicardoBolzamdo_M.pdf2.47 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.