Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/309805
Type: TESE
Title: Fatores de risco para infecção em cirurgias de prótese total de quadril e de joelhos
Title Alternative: Risk factors infection in total hip and knee arthroplasty
Author: Yamada, Neide Sumie, 1963-
Advisor: Miranda, João Batista de, 1949-
Abstract: Resumo: Introdução: As infecções são uma das complicações mais temidas nas artroplastias de quadril e joelho. A falta de um registro nacional de artroplastias e a escassez de publicações nacionais sobre o tema leva ao desconhecimento sobre os fatores de risco desta complicação na população brasileira. Objetivo: O objetivo deste trabalho é identificar a incidência e os fatores de risco para infecções relacionadas com as artroplastias de quadril (PTQ) e joelho (PTJ) em pacientes do hospital das clínicas da Unicamp. Métodos: Foi realizado um estudo tipo caso-controle, retrospectivo, das PTQs e PTJs feitas no período de 2005 a 2009, onde foi revisado os prontuários e coletados estes dados: idade, sexo, peso, altura,tipo de cirurgia, tempo de duração da cirurgia, número de doses de antibioticoterapia profilática, tempo de internação pré e pós-operatório, tempo de sondagem vesical de demora, presença de comorbidades como hipertensão e diabetes, história de etilismo e tabagismo, infecções recentes e tardias. Resultados: Foram incluídas neste estudo 173 artroplastias, sendo 109 (63%) de quadril e 64 (37%) de joelho. A incidência de infecções nas PTQs foi de 6,4% e nas PTJs foi de 20,3%. Dentre os fatores de risco para infecção, os que tiveram correlação positiva foram o maior tempo de internação pós-operatório e o maior tempo total de internação. Conclusão: A incidência de infecções em prótese total de joelho e quadril foi considerada alta, acima da estabelecida na literatura. Os únicos fatores de risco que apresentaram correlação foram o tempo de internação pós- operatória e o tempo total de internação

Abstract: Introduction: Infections are one of the most challenging drawbacks in hip and knee Arthroplasty surgery. The lack of a national databank and the shortage of national paper about this issue, cause risk factors unknown among Brazilian people. Objective: To identitify incidence and risk factors ofinfection related to hip and knee Arthroplasty surgery, in a Brazilian teaching hospital. Method: A retrospective case-control study was performed between 2005 and 2009, to evaluate medical records of patients submitted to hip or knee Arthroplasty. Data collected was the following: age, gender, weight, heitght, kind of surgery, surgery duration, antibiotic drug doses number, hospitalization length, urinary catheter length, medical conditions (such diabetes, high bloodo pressure, smoking, drinking), acute and chronic infections. Results: It was included 173 patients, of which 109 (63%) were total hip arthroplasties and 64 (37%) were total knee arthroplasties. Hip arthrplasty infection rate was 6,4%, and Knee Arthroplasty infection rate was 20,3%. Among infection risk factors, total length of hospital stay and length of post-surgical hospital stay were the that presented significant correlation. Conclusion: Infection rates after hip and knee arthroplasties were considered high. The only risk factors that presented a significant correlation were total hospital stay length and post-surgical hospital stay length
Subject: Artroplastia
Ossos
Incidência
Ortopedia
Osteoartrite
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2012
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Yamada_NeideSumie_M.pdf1.26 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.