Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/309766
Type: DISSERTAÇÃO
Degree Level: Mestrado
Title: A relação entre gesto e linguagem : refletindo sobre o fazer fonoaudiologico
Title Alternative: The relationship between gestures and language: reflexion on speech therapy activities
Author: Zia, Juliana
Advisor: Panhoca, Ivone
Abstract: Resumo: Linguagem, aqui, é a esfera simbólica que "sustenta" e torna possível o exercício da vida em sociedade, possibilitando a estruturação das relações sociais, desta forma, a linguagem é o que faz dos indivíduos ¿seres sociais¿. E o gesto, nesta concepção teórica, é compreendido como uma esfera simbólica, como unidade sígnica, que participa das relações sócio-interativas humanas, fazendo parte do processo maior de construção do conhecimento. O objetivo geral deste trabalho foi analisar a gestualidade de uma criança com atraso de linguagem nas relações interativo-lingüísticas no contexto da terapia fonoaudiológica em grupo. Trata-se de um estudo de caso de observação participante, realizado por meio do método qualitativo, utilizando-se como diretriz teórico-metodológica os pressupostos da abordagem histórico-cultural. O estudo enfocou uma das cinco crianças que formavam um grupo terapêutico fonoaudiológico, todos do sexo masculino, com hipótese diagnóstica de atraso de linguagem, na faixa etária de 5 a 8 anos de idade. As cinco crianças foram trabalhadas em grupo durante oito meses, em sessões semanais de uma hora e meia de duração, totalizando 23 sessões terapêuticas. O material coletado foi composto de aproximadamente 34 horas de vídeo-tapes e 500 páginas de transcrições, além dos relatórios semanais das sessões. A análise de dados foi realizada por meio da análise microgenética. Este tipo de interpretação de dados é realizado por meio da análise detalhada dos recortes que refletem ações, fatos e processos dos episódios interativos ocorridos em um determinado contexto, representados aqui, na terapia fonoaudiológica em grupo. O objeto de estudo eleito foi o desenvolvimento da língua(gem), entendido como um processo dinâmico na relação do sujeito com ela, ou seja, a ¿língua em atividade¿. Esta forma de tratar os dados permite uma análise mais completa e detalhada dos processos de desenvolvimento. Adotou-se, portanto, uma posição desenvolvimental. Através da análise qualitativa dos dados, observou-se o que a interpretação e atribuição de sentidos aos gestos produzidos pela criança, por parte dos outros membros do grupo, viabilizaram sua inserção no grupo terapêutico, possibilitando que ela fosse interpretada e conseguisse interpretar, constituindo-se, assim, como sujeito daquele grupo. Concluiu-se que o fato de o gesto ser acolhido / significado naquele determinado contexto lingüístico-interativo favoreceu a (re) construção da linguagem da criança e, acima de tudo, a (re) construção da sua identidade

Abstract: Language, in this case, is the symbolic sphere that ¿sustains¿ and makes possible the exercise of life in society, providing structure in social relationships. Therefore, language is what makes individuals ¿social beings¿. And gesture, in this theoretical conception, is comprehended as a symbolic sphere, as a signal unit, that participates in human social-interactive relationships, as well as in the major process of knowledge building. The general objective of this work was to analyze gestures of a child with language delay in interactive-linguistic relationships under the context of group phonoaudiologicall therapy. This is a case study of participant observation, performed by means of the qualitative method, utilizing presuppositions as the theoretical-methodological guideline of the historical-cultural approach. The study focused on one of the five children who completed a phonoaudiological therapeutic group, all of them being males, with diagnostic hypothesis of language delay, in the age group between 5 and 8 years old. The five children were studied in group during eight months, in week sessions of one and a half hours of duration, totalizing 23 therapeutic sessions. The collected material was compounded of nearly 34 hours of videotapes and 500 pages of transcriptions, in addition to week reports of the sessions. The data analysis was performed by means of the microgenetic analysis. This kind of data interpretation is accomplished through the detailed analysis of cuttings that reflects actions, facts and processes of interactive episodes occurred in a certain context, represented in this case by the group phonoaudiological therapy. The selected object of study was the development of the language, understood as a dynamic process in its relationship with the subject, i.e. the ¿language in activity¿. This form of treating the data allows a more whole and detailed analysis of development processes. Therefore, a developmental position was adopted. Through the data qualitative analysis, it was observed that the interpretation and attribution of feelings to gestures produced by the child, through other members of the group, viabilized their insertion in the therapeutic group, allowing that they were interpreted and able to interpret, constituting this way as the subject of that group. The conclusion is that the fact of the gesture being received / signified in that determined linguistic-interactive context favored the (re) building of the child¿s language and, above all, the (re) building of their identity
Subject: Linguagem
Gestos
Fonoaudiologia
Grupos
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2006
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Zia_Juliana_M.pdf443.11 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.