Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/309752
Type: DISSERTAÇÃO
Degree Level: Mestrado
Title: Efeitos da aplicação da pressão positiva contínua nas vias aéreas no pós-operatório de ressecção pulmonar por neoplasia
Title Alternative: Effects of the application of continuos positive airway pressure in postoperative of lung cancer resection
Author: Roceto, Lígia dos Santos, 1982-
Advisor: Toro, Ivan Felizardo Contrera, 1957-
Abstract: Resumo: Introdução: A aplicação de ventilação mecânica não invasiva (VMNI) no período pós-operatório (POS) pode restaurar a capacidade residual funcional, melhorar a oxigenação e poupar os músculos inspiratórios. Objetivos: Verificar e comparar a evolução de variáveis espirométricas, da gasometria arterial, do pico de fluxo expiratório (PFE), da dispneia e do relato de dor, além do tempo de permanência e borbulhamento dos drenos torácicos em dois grupos no POS de ressecção pulmonar: fisioterapia respiratória convencional (FRC) e a associação desta à pressão positiva contínua nas vias aéreas (CPAP). Método: Estudo prospectivo, intervencionista e não randomizado. A avaliação pré-operatória (PRE) constituiu-se da execução da Prova de Função Pulmonar (PFP), da gasometria arterial, do PFE e relato de dispneia, além da realização de espirometria de incentivo, e orientações quanto ao procedimento cirúrgico. Os atendimentos nos grupos FRC e CPAP foram realizados no POS imediato (POSi), primeiro e segundo POS (POS 1, POS2), e a reavaliação na alta hospitalar ou quinto POS . A VMNI foi aplicada durante duas horas e o ajuste pressórico estabelecido entre 7 e 8,5 cmH2O, sendo aumentado conforme tolerância do paciente. Foram analisados o Índice de Oxigenação (IO), relato de dor, presença e borbulhamento dos drenos, e as mesmas variáveis do PRE. Resultados: Houve diferença, entre os grupos, no borbulhamento do dreno anterior no POSi e POS1 (p=0,001 e p=0,012), e para o dreno posterior no POSi (p=0,036). Na análise intra grupo (FRC) verificou-se redução do IO entre PRE e POS1 (p=0,042), e, inter grupo houve aumento no grupo CPAP no POSi (p=0,035). Não houve diferenças significativas entre os dois grupos com relação à escala analógica de dor. Ao se verificar a dispneia no POSi e POS1 observaram-se diferenças significativas entre os grupos (p<0,001). Na análise entre os períodos observaram-se reduções significativas do VEF1 e CVF em ambos os grupos, com p<0,001. O PFE não apresentou diferença significativa entre os grupos (p=0,064). Conclusão: A aplicação preventiva da CPAP no POS de ressecção pulmonar proporcionou melhora da oxigenação sem aumento da perda aérea pelos drenos de tórax

Abstract: Introduction: The application of noninvasive ventilation (NIV) during the postoperative period (POS) can restore functional residual capacity, improve oxygenation and spare inspiratory muscles. Objectives: To determine and compare the evolution of spirometric variables, blood gases, peak expiratory flow (PEF), dyspnea and report of pain, and length of stay and bubbling of chest tubes in two postoperative groups of lung resection: chest physiotherapy (CP) and its association with continuous positive airway pressure (CPAP). Method: Prospective, and not randomized controlled trial. The preoperative evaluation (PRE) consisted of collection of Pulmonary Function Test, arterial blood gas analysis, the report of dyspnea, PEF, and performing such incentive spirometry, and information about the surgical procedure. Primary care groups CP and CPAP were performed in the immediately POS (POSi), first and second POS (POS1, POS2), and reassessment on discharge or fifth POS. NIV was applied for two hours and the pressure adjustment set between 7 and 8.5 cmH2O, and it was increased as the patient's tolerance. Were analyzed the oxygenation index (OI), reporting pain, presence and bubbling of drains, and the same variables from PRE. Results: There were differences between groups in the bubbling of the anterior drain in POSi and POS1, (p = 0.001 and p = 0.012), and for the posterior drain just in POSi (p = 0.036). In intra-group analysis (CP) showed a reduction of OI between PRE and POS1 (p = 0.042), and inter group increased in the CPAP group in the POSi (p = 0.035). There were no significant differences between the two groups to analog pain scale. For the dyspnea in POSi and POS1 were observed significant differences between groups (p <0.001). In the analysis between the periods observed significant reductions in FEV1 and FVC in both groups, p <0.001. The PEF was not significantly different between groups (p = 0.064). Conclusion: The application of CPAP in preventive postoperative pulmonary resection resulted in improved oxygenation without increasing air leaks through the thoracic drains
Subject: Tórax - Cirurgia
Complicações pós-operatórias
Fisioterapia
Pressão positiva continua nas vias aereas
Toracotomia
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2011
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Roceto_LigiadosSantos_M.pdf1.37 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.