Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/309708
Type: TESE
Degree Level: Doutorado
Title: Sindrome hipercinetica infantil : constante ou organica e situcional ou psicogenica
Author: Strauss, Lidia
Advisor: Karniol, Isac Germano, 1943-
Abstract: Resumo: Neste trabalho foram avaliadas 134 crianças de 2 a 13 anos incompletos, diagnosticadas como hipercinéticas pelo critério de KNOBEL e cols., 1959. Apos a observação da criança em atividade lúdica, essas crianças foram divididas em dois grupos: - hipercinesia constante - quando o comportamento continuava hipercinético; - hipercinesia situacional - quando o comportamento era adequado. Os dois grupos foram pareados quanto à idade, sexo e nível socioeconômico com dois grupos controles. Como controles utilizamos dois grupos de 100 crianças cada: um constituído por crianças que freqüentaram ambulatório de psiquiatria infantil por outra causa que o a hipercinesia e o outro constituído por crianças da população geral infantil. Após avaliação pediátrica clínica, exame neurológico evolutivo, EEG, avaliação psiquiátrica (entrevista clínica com pais ou responsáveis e observação da criança em atividade lu dica), analisamos estatisticamente os dados através do X2 e da Análise da Função Discriminante. Constatamos que os dois grupos de crianças hipercinéticas diferem entre si e dos grupos controles pelas seguintes características: aceitação da criança na gravidez, tipo de parto, tempo de aleitamento materno, posição da criança na irmandade, desenvolvimento neuropsicomotor, exame neurológico evolutivo, eletro encefalograma, estruturação familiar e escolaridade

Abstract: 134 boys and girls (age range two to 13 years) referred to our child psychiatric clinic, were diagnosed as hiperkinetic based on the KNOBEL et cols.,1959, crite- ria. After observation of each child 's behaviour in a "playing activity" they were defined in two subtypes childhood hiperkinesis: constant and situational. The two groups were matched by sex, age and social conditions with two control groups. As controls we used two groups with 100 children each: one with children referred to our child psychiatric clinic that received other diagnostic than hyperkinetic syndrome; - other with children of general population. After pediatric evaluations, developmental neurological examination, electroencephalogram, psychiatric evaluation (parents's interview and child's observation in playing activity) the data were annalyzed through X2 and Discriminant Function Analysis. We concluded that the two hyperkinetic groups differed from each other and from the controls by the following characteristics: feelings about the child during pregnancy; type of delivery; durations of breast feeding; position of the child in the brotherhood; neuropsycomotor development; developmental neurologic examination; EEG; family structure and schooling
Subject: Sindrome nas crianças
Genetica do comportamento
Psicologia
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: STRAUSS, Lidia. Sindrome hipercinetica infantil: constante ou organica e situcional ou psicogenica. 1985. 247 f. Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciencias Medicas, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/309708>. Acesso em: 16 jul. 2018.
Date Issue: 1985
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Strauss_Lidia_D.pdf3.51 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.