Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/309703
Type: TESE
Degree Level: Doutorado
Title: Nodulos linfoides medulares em pacientes portadores de sindrome mielodisplasicas : incidencia, caracterização morfologica, imunohistoquimica e associação com criterios clinico-laboratoriais, progressão da doença e sobrevida
Author: Magalhães, Silvia Maria Meira
Advisor: Lorand-Metze, Irene, 1945-
Abstract: Resumo: Síndromes mielodisplásicas (SMD) são um grupo heterogêneo de desordens caracterizado por anormalidades na proliferação e maturação dos precursores hematopoéticos, resultando em citopenias periféricas e potencial para transformação leucêmica. Nódulos linfóides (NL) medulares são, em geral, considerados fisiológicos e relacionados à idade. Em pacientes com SMD o seu significadoclínicopermanece obscuro. Nesse estudo, a presença de NL medulares foi investigada em 206 pacientes com SMD. A idade mediana foi de 58,5 anos (15-89). Segundo a classificaçãoFAB, foram avaliados 129 AR, 29 ARSA, 31 AREB/AREB-t, 11 LMMC, 5 variantes hiperfibróticas e 1 caso inclassificável. NL foram observados em 24,8% dos casos (51/206). Em 25 casos foi possível uma análise imunohistoquímica utilizando-se os anticorpos: CD20, CD3, CD45RO e anti-bcl-2. Embora os NL apresentassem, em geral localização central (88,3%) e limites precisos, alguns exibiam posição paratrabecular (3,9%) ou margens imprecisas (13,7%). O aumento nas fibras de reticulina foi evidenciado em 51,1% dos casos. Positividade para CD20 foi detectada em 92,0% das amostras (23/25) com padrão central perinodular ou difuso. Marcação com CD3 e/ou CD45RO foi evidenciada em 48,0% dos casos (12/25). Em 15 pacientes só marcação para células B (13 casos) ou T (2 casos) foi observada e em 10 casos uma população mista de células B e T foi notada. A expressão de bcl-2 foi detectada em apenas 2 casos. A incidência de NL foi alta quando considerada a idade dos pacientes. Quando comparados os grupos com e sem NL não se observou diferença significativa com relação à idade, sexo, contagem de neutrófilos, plaquetas, subtipo FAB, progressão da doença ou sobrevida global. A presença de NL mostrou uma associação significativa com o aumento de fibras de reticulina no tecido hematopoético (P=0,01) e, ainda, com menor dosagem de hemoglobina (p=0,03). A análise multivariada mostrou que hemoglobina e subtipo FAB foram os fatores preditivos de sobrevida mais significativos. Os resultados mostraram que NL em pacientes com SMD têm características morfológicas e imunofenotípicas heterogêneas. Não se observou associação com doença linfoproliferativa. Esses agregados podem representar reatividade a uma estimulação imunológica anormal e persistente e estão, provavelmente, relacionados à alteração da arquitetura medular

Abstract: Myelodysplastic syndromes (MDS) are a heterogeneous group of c10na! disorders characterised by abnormalities in proliferation and maturation of haemopoietic precursors resulting in cytopenias and a preleukaemic state. Bone marrow lYffiphoid nodules (LN) are usually considered to be a physiological feature, closelyrelated to age. In patients with MDS their clinical and biological meaning remain obscure. In the present study the presence of LN in bone marrow biopsy was investigated in 206 patients with MDS. The median age was 58.5 years (range 15-89). According to FAB classification, there were 129 RA, 29 RARS, 31 AREB/AREB-t, 11 Clv1ML,5 hyperfibrotic variants and 1 unc1assifiablecase. Single or multiple LN were present in 24.8% of the cases. Twentyfive specimens were evaluated with a panel of antibodies reactive on routinely processed, paraffin-embedded trephine biopsies: CD20, CD3, CD45RO and anti-bc1-2.Although most LN were centrally located (88.3%), well circumscribed and polYffiorphous, some were paratrabecular (3.9%) or ill defined (13.7%). An increase in reticulin fibres was observed in 51.1% of cases. CD20 positive cells were found in 23/25 (92.0%) of the cases in three distinct pattems: strong central, perinodular and faint diffuse. Positivity with CD3 and/or CD45RO was detected in 12/25 (48.0%) ofthe cases. In 15 patients only B (13 cases) or T cells (2 cases) could be detected whereas in 10 cases a mixture ofB and T cells was noted. Bc1-2 expression was positive in only 2 specimens. The incidence of LN in our MDS patients was unexpectedly high considering the median age of patients. The comparison between patients with and without LN did not reveal statistically significant differences concerning age, sex, neutrophil counts, platelets, FAB subtype, disease progression or overall survival. The presence of LN showed a relationship with an increase in reticulin fibres in the OOematopoietic tissue (p=0.01), and patients with LN exhibited lower haemoglobin values (p=0.03). Multivariate survival analysis showed tOOtOOemoglobinand FAB subtype were the most significant predictors of survival. Our results show that LN in MDS patients OOveheterogeneous characteristics. No association with IYffiphoproliferative disease and no correlation with prognosis were found. These aggregates could be an expression of reactivity to an ongoing persistent and abnormal immune stimulation and are probably related to an altered bone marrow microenvironrnent
Subject: Medula óssea
Imuno-histoquímica
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: MAGALHÃES, Silvia Maria Meira. Nodulos linfoides medulares em pacientes portadores de sindrome mielodisplasicas: incidencia, caracterização morfologica, imunohistoquimica e associação com criterios clinico-laboratoriais, progressão da doença e sobrevida. 2002. 155p. Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciencias Medicas, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/309703>. Acesso em: 2 ago. 2018.
Date Issue: 2002
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Magalhaes_SilviaMariaMeira_D.pdf24.68 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.