Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/309662
Type: TESE
Title: Dessaturação em teste incremental de caminhada
Title Alternative: Desaturation in healthy subjects after the shuttle walk test
Author: Seixas, Daniel Machado, 1980-
Advisor: Paschoal, Ilma Aparecida, 1956-
Abstract: Resumo: O "Shuttle Walking Test" (SWT), padronizado na literatura como um teste de esforço submáximo e utilizado em pacientes com DPOC (Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica), foi aplicado em indivíduos saudáveis para verificar se a dessaturação, após a realização deste teste, é um evento provável. Foram selecionados indivíduos saudáveis, praticantes de atividade física pelo menos 2 vezes por semana em academia de ginastica. Os indivíduos que tivessem antecedentes de doenças pulmonares e/ou cardíacas ou qualquer outra condição de saúde que impossibilitassem a realização do teste foram excluídos do estudo. Os valores de fluxo expiratório do primeiro segundo e do sexto segundo (VEF1 e VEF6) foram determinados antes da realização dos testes através de um medidor digital de pico de fluxo (Peck Flow). Outros parâmetros avaliados antes do SWT foram frequência cardíaca basal e saturação de oxigênio inicial. Logo após o final do teste foram verificados os mesmos parâmetros do início do teste. A versão do SWT utilizada neste trabalho foi a modificada, com 12 níveis de intensidade. Oitenta e três indivíduos (55 homens) foram selecionados (apenas um fumante). A idade média foi 35,05 ± 12,53. O índice de massa corporal (IMC) foi de 24,30 ± 3,47. A média de frequência cardíaca de repouso foi de 75,12 ± 12,48. A média da saturação periférica de O2 (SpO2) em repouso foi 97,96% ± 1,02%. A média do VEF1 foi de 3,75 ± 0,81 L; a média de VEF6 foi de 4,45 ± 0,87 L. A média VEF1/VEF6 foi de 0,83 ± 0,08 (sem restrição e / ou obstrução). A média de distância percorrida foi 958,30 ± 146.32m. A média da frequência cardíaca após SWT foi 162,41 ± 18,24. A média da SpO2 final foi 96,27% ± 2,21%. Onze indivíduos apresentaram maiores valores de SpO2 final; 17 indivíduos tiveram quedas na SpO2 final, igual ou superior a 4 pontos. A comparação entre os grupos, com e sem dessaturação, não mostraram diferenças em idade, sexo, VEF1, VEF6, VEF1/VEF6, saturação inicial, distância caminhada, frequência cardíaca e percentual da frequência cardíaca máxima. O IMC foi maior naqueles que dessaturaram (p = 0,01) e SpO2 final foi menor (p <0,0001). Estes resultados permitem concluir que pessoas saudáveis podem dessaturar após SWT e desta forma, a utilização do SWT para predição de doenças respiratórias leves pode não ser adequada. Dessaturação é comum em indivíduos saudáveis após o SWT, como na atividade física intensa, e pode ter efeitos deletérios.

Abstract: Aim. To perform the shuttle walk test in healthy individuals to determine if desaturation at the end of the test is a probable finding. Healthy subjects were enrolled. Antecedents of pulmonary and/or cardiac diseases or any other health condition were exclusion criteria. FEV1 and FEV6 were determined before the SWT (digital peak flow meter). Baseline heart rate and oxygen saturation were determined with a pulse oxymeter. The SWT was the 12-level version. Saturation was measured after the SWT. Results. 83 subjects (55men) were enrolled (one smoker). Mean age was 35.05±12.53. Mean body mass index (BMI) was 24.30±3.47. Mean rest heart rate was 75.12±12.48. Mean rest SpO2 was 97.96%±1.02%. Mean FEV1 was 3.75±0.81 L; mean FEV6 was 4.45±0.87 L. Mean FEV1/FEV6 was 0.83±0.08 (no restriction and/or obstruction). Mean walk distance was 958.30±146.32m. Mean heart after SWT was 162.41±18.24. Mean final SpO2 was 96.27%±2.21%. Eleven subjects had greater values of final SpO2; 17 subjects had falls in final SpO2 ? 4 points. The comparison between the groups with and without desaturation showed no differences in age, sex, FEV1, FEV6, FEV1/FEV6, initial saturation, walk distance, heart rate and percentage of maximum heart rate. BMI was higher in those who desaturate (p=0.01) and final SpO2 was smaller (p<0.0001). Conclusion. Healthy people may desaturate after SWT; its use to predict the presence of subtle respiratory disorders, may be misleading. Desaturation is common in healthy subjects after the SWT as in intense physical activity and may have deleterious effects.
Subject: Espirometria
Shuttle walking test
Oximetria
Language: Multilíngua
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2012
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Seixas_DanielMachado_M.pdf1.81 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.