Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/309620
Type: DISSERTAÇÃO
Degree Level: Mestrado
Title: Absenteísmo entre trabalhadores da atenção primária à saúde no município de Amparo = 2006 e 2009
Title Alternative: Absenteeism for health treatment among primary health care workers in the city of Amparo/SP/Brazil : 2006 e 2009
Author: Dimarzio, Giuliano
Advisor: Corrêa Filho, Heleno Rodrigues, 1950-
Abstract: Resumo: O presente estudo tem como objetivo a descrição da casuística de absenteísmo temporário entre os trabalhadores da Atenção Primária à Saúde (APS) nos anos de 2006 e 2009 no município de Amparo/SP. Secundariamente, este estudo visa fornecer dados para a construção de uma política de valorização do trabalhador da saúde, com medidas preventivas, curativas e reabilitadoras dos profissionais acometidos, já que é parte de uma estratégia para a consolidação do Núcleo de Saúde do Servidor Municipal do Município e da Prefeitura Municipal. Trata-se de um estudo transversal descritivo, a partir da coleta dos dados de licenças para tratamento de saúde, que estão registrados no Núcleo de Saúde do Servidor Municipal (NSSM) do município, nos anos de 2006 e 2009. São analisados apenas os afastamentos por licença para tratamento de saúde (LTS) iguais ou superiores a três dias, já que até dois dias o fluxo da Secretaria de Saúde não pressupõe encaminhamento e avaliação do servidor pelo médico do trabalho. Também só são analisados os profissionais que atuam exclusivamente na APS, sendo que todos têm carga horária semanal equivalente a 40 horas e regidos por regime da Consolidação das Leis de Trabalho (CLT) ou Estatutários. Os dados foram registrados, tabulados e analisados em arquivos Microsoft Excel®. Em 2006, o número de profissionais que atuavam na APS era de 229 e de 240 em 2009. Foram analisados os afastamentos segundo sexo, faixa etária, tempo de serviço, cargo ou função. O total de afastamentos somando-se os dois anos foi de 149 atestados médicos e o número de dias perdidos foi de 1634 dias. O índice geral de absenteísmo foi de 0,073 em 2006 e 1,17 em 2009. Quanto às ocupações profissionais, o maior índice de absenteísmo no ano de 2006 foi entre os dentistas, seguido dos auxiliares de serviços. Já em 2009, os enfermeiros corresponderam ao maior índice, seguido dos auxiliares de serviços novamente. O índice geral de gravidade foi de 3,6 dias para os dois anos. A principal causa das licenças foi relacionada com as doenças mentais, Capítulo VI da Classificação Internacional de Doenças (CID 10). Em 2006, os gastos representados nas faltas superiores a três dias chegaram a US$17.557,00 e em 2009 atingiram quase US$30.000,00, brutos. Este tema apresenta extrema relevância visto que o trabalho ocupa grande parcela do tempo de cada indivíduo e do seu convívio na sociedade e não é apenas um espaço de realização profissional, mas também pode ser fonte de adoecimentos causando, na esfera mental, desde insatisfação até exaustão (Dejours, 1992). Seu impacto se dá tanto quanto à qualidade dos serviços de atendimentos prestados à população, como também nos custos da saúde pública e da previdência, mas principalmente comprometendo a qualidade de vida de trabalhadores e usuários do SUS

Abstract: The aim of this study is to analyze and describe the absenteeism among the Primary Health Care workers in Amparo, an upstate county of Sao Paulo State, Brazil, in the years of 2006 and 2009. It is a descriptive study, by the sick leaves (SL) in Primary Health Services, which are registered at the Center of Worker Health Reference of the district, in the years of 2006 and 2009. Only the licenses greater or equal than three days were analyzed. There were only analyzed the professionals who acts exclusively in Primary Health Team Workers (PHT). The data were registered, tabulated and analyzed in Excel files. The number of professionals was of 229 in 2006 and 240 in 2009. They were analyzed according to sex, of age, time of service, position or function. The number of SL was 149 and the number of missed day reached to 1634 days. The General index of absenteeism was 0.073 in 2006 and 1.17 in 2009. Regarding professional occupations, the highest rate of absenteeism in the year 2006 was among dentists, followed by the auxiliary services. In 2009, nurses were the most affected followed by the auxiliary services again. The severity index was 3,6 days for both years. The licenses main cause was related to the mental disorders, Chapter Six of the International Classification of Diseases (ICD - 10th edition). This theme presents is extremely relevant because of the great impact it causes to the society and for the teamwork. It can also cause diseases specially in the mental dimension, characterized by depersonalization, emotional exhaustion and low accomplishment (Dejours, 1992). Its impact gives as much as to the quality of services offered to the population, as well as in the cost of the public health, so much regarding the Social Service, causing direct and indirect costs to the Unique Health System. The most important point, the absenteeism may indicate a low level assistance for the clients and for the health professional team
Subject: Atenção primária à saúde
Saúde do trabalhador
Absenteismo
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2011
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Dimarzio_Giuliano_M.pdf2.82 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.