Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/309586
Type: TESE
Degree Level: Doutorado
Title: Avaliação funcional do endotelio venoso e arterial em pacientes com hipertensão arterial refrataria
Title Alternative: Functional evaluation of venous and arterial endothelium in patients with refractory hypertension
Author: Souza, Leoni Adriana de
Advisor: Moreno Junior, Heitor, 1958-
Abstract: Resumo: Segundo o VII JNC, Hipertensão arterial refratária (HAR) é definida como sendo a elevação persistente dos níveis pressóricos (acima de 140 mmHg) à despeito de tratamento farmacológico tríplice, pleno, incluindo um diurético, em pacientes com boa adesão e sem causas secundárias de hipertensão arterial ou pseudo-hipertensão. Quando exposto aos fatores de risco, como a hipertensão arterial (HA), o endotélio apresenta alterações funcionais denominadas genericamente de disfunção endotelial, onde ocorre principalmente uma menor biodisponibilidade de óxido nítrico (NO) e de substâncias vasodilatadoras ou uma maior produção de substâncias vasoconstritoras. O objetivo deste trabalho foi avaliar a função do endotélio vascular no leito venoso e arterial em pacientes com HAR. Após a triagem e adesão rigorosa, os 86 pacientes foram seqüencialmente incluídos no estudo, dos quais 33 foram caracterizados como hipertensos resistentes (HAR), 50,7±8,5 anos, 28 pacientes como hipertensos controlados (HA), 54,9±12,0 anos e 25 normotensos controle (NT), 35,8±12,1anos. Todos os grupos foram submetidos ao exame da função endotelial venosa pela técnica da veia dorsal da mão (DHVT), do endotélio arterial pela vasodilatação mediada pelo fluxo (VMF) e velocidade de onda de pulso (VOP). Os principais resultados do presente estudo mostraram: a) diferença estatisticamente significante entre os grupos HAR e NT (p<0,05) em relação à vasodilatação endotélio dependente no leito venoso, o mesmo não ocorrendo com a venodilatação induzida por nitroprussiato de sódio (endotélio independente); b) alterações funcionais do leito arterial dependente do endotélio, através da vasodilatação mediada pelo fluxo entre os grupos HAR e NT (p<0,0005) e HA e NT (p<0,003) e a vasodilatação não dependente do endotélio perante estímulo farmacológico entre os grupos HAR e NT (p<0,0001) e HA e NT (p<0,01); c) rigidez arterial constatada pela VOP entre os grupos HAR e NT (p<0,0001) e HA e NT (p<0,03). Pacientes HAR apresentam disfunção vascular venosa, observada pela diminuição da venodilatação endotélio dependente, caracterizada por redução da complacência de veia dorsal da mão (CVDM) em resposta à administração de acetilcolina, assim como ocorre diminuição da vasodilatação mediada pelo fluxo e NTG (artéria braquial), mensuradas pela técnica da vasodilatação mediada pelo fluxo (VMF) e aumento da rigidez arterial

Abstract: Refractory Hypertension (RH) is conventionally defined as a persistent elevation in blood pressure (systolic > 140 or diastolic > 90 mmHg), even on a triple drug regimen at maximal doses including a diuretic, in patients with good adhesion and without secondary causes of hypertension or pseudo-hypertension. When exposed to risk factors, such as hypertension, the endothelium presents functional alterations, denominated endothelial dysfunction, with a reduced bioavailability of nitric oxide (NO) and vasodilation agents or an increased production of vasoconstrictor agents. The objective of this work was to evaluate the vascular endothelial function in venous and arterial networks of patients with RH After careful selection, a total of 86 patients were included in the study; 33 were characterized as resistant hypertensives (50.7±8.5 years), 28 as controlled hypertensives (54.9±12.0 years) and 25 as apparently healthy volunteers (35.8±12.1 years). All participants were submitted to an evaluation of the venous endothelial function by the dorsal hand vein technique, the arterial endothelium by flow-mediated vasodilation and the Arterial Stiffness. The main results of this study showed: a) a significant difference between the RH and NT Groups (p< 0.05) in respect to endothelial-dependent vasodilatation in the venous network; this was not seen in endothelium-independent vasodilatation induced by sodium nitroprusside; and b) functional alterations of the arterial network as seen by endothelial-dependent vasodilation comparing the RH and NT (p<0.0005) and CH and NT (p<0.003) and endothelial independent vasodilatation on evaluating the pharmacological response comparing RH and NT (p<0.0001) and CH and NT (p<0.01); and c) arterial stiffness by pulse wave velocity comparing the RH and NT Groups (p<0.0001) and CH and NT (p<0.03). RH patients present with venous vascular dysfunction, identified by a decrease in the endothelium-dependent vasodilatation characterized by a reduction in compliance of the dorsal hand vein in response to the administration of acetylcholine. Additionally, a decrease in nitroglycerin-induced flow-mediated vasodilatation (brachial artery) was observed and elevated arterial stiffness
Subject: Hipertensão
Óxido nítrico
Complacencia (Medida de distensibilidade)
Endotelio
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: SOUZA, Leoni Adriana de. Avaliação funcional do endotelio venoso e arterial em pacientes com hipertensão arterial refrataria. 2009. 203 p. Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciencias Medicas, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/309586>. Acesso em: 12 ago. 2018.
Date Issue: 2009
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Souza_LeoniAdrianade_D.pdf2.13 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.