Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/309343
Type: DISSERTAÇÃO
Degree Level: Mestrado
Title: Efeito da hidroxiureia e de doadores de oxido nitrico na expressão e função das moleculas de adesão em celulas vermelhas de pacientes com anemia falciforme
Title Alternative: Effect of hydroxyurea and nitric oxide donors in the expression and function of adhesion molecules in red blood cells of sickle cell disease
Author: Gambero, Sheley
Advisor: Costa, Fernando Ferreira, 1950-
Abstract: Resumo: A anemia falciforme é um distúrbio genético da hemoglobina causado por uma mutação de ponto produzindo hemoglobina S (HbS) que quando desoxigenada causa, entre outros sintomas, eventos vaso-oclusivos. Um dos mecanismos indicados como causador da vaso-oclusão é a adesão de hemácias falciformes ao endotélio dos vasos. Eritrócitos falciformes e normais aderem ao endotélio vascular utilizando moléculas de adesão como, CD 36 e integrina VLA-4, entre outras moléculas de adesão. Hidroxiuréia (HU) é um agente quimioterápico que diminui a freqüência de crises vaso-oclusivas, síndrome torácica aguda e necessidade de transfusão. Longos tratamentos com HU levam a uma redução global das proteínas de superficie dos neutrófilos, monócitos e linfócitos, além de aumentar os níveis de Hemoglobina fetal (Hb F), que inibe a polimerização da célula falciforme desoxigenada. O NO é um importante vaso-dilatador responsável por inúmeros efeitos benéficos durante as crises vaso-oclusivas. Estudos demonstram que o NO pode diminuir a expressão endotelial de moléculas de adesão, mas estudos diretos sobre os níveis de expressão dessas moléculas em anemia falciforme na presença de NO não tem sido encontrados na literatura. Deste modo objetivamos neste trabalho, analisar a expressão, gênica e protéica, e a função das moléculas de adesão VLA-4 (CD49d ou cadeia a. e CD29 ou cadeia 13) e CD 36 em células vermelhas de pacientes com anemia falciforme com e sem terapia com HU e os efeitos do tratamento in vitro com HU e agentes doadores de NO na adesão dessas células. Analisando a adesão das células vermelhas normais e de pacientes com e sem terapia com HU confirmamos que as células vermelhas de pacientes falciformes são mais aderentes que as células vermelhas normais e que a terapia com HU provoca uma diminuição dessa aderência. A citometria de fluxo comprovou a maior presença de células CD36+ e CD49d+ além de maior índice de expressão dessas moléculas nos pacientes falciformes em relação ao controle e a diminuição da expressão e positividade dessas moléculas em células de pacientes em terapia com HU quando comparadas com pacientes sem terapia. Adicionalmente, a análise por Real Time PCR demonstrou que a expressão gênica de CD36, CD49d e CD29 em reticulócitos falciformes é significativamente menor em pacientes em terapia com HU quando comparado com pacientes que não recebem essa terapia. Em resumo, nossos resultados sugerem que: as propriedades adesivas à fibronectina (FN) são aumentadas em células SS e que estas propriedades diminuem nos pacientes que tomam a terapia de HU; a terapia com HU diminui a expressão protéica e a positividade, das células vermelhas falciformes, hemácias e células jovens, para os receptores CD36 e CD49d; e a expressão gêniea das moléculas de adesão CD36 e CD49d em reticulócitos de pacientes com anemia falciforme que recebem terapia com HU é diminuída em relação ao grupo de pacientes falciformes que não recebem essa terapia

Abstract: Sickle cell vaso-occlusion constitutes a complex process involving interactions between SS red blood cells (RBC), endothelial cells, leukocytes, platelets, coagula tive factors and plasma proteins. Propagation ofthe vaso-occlusive process in sickle cell anemia (SCA) is a complex process involving the adhesion of SS red cells and reticulocytes to the vascular endothelium. The effect of hydroxyurea therapy (HUT) on the adhesive properties of sickle red cells and the expression of adhesion molecule genes by erythroid cells of SCA individuals is not yet fully understood. The expressions of the CD36 gene and the VLA-4 integrin subunit genes, CD49d (a-subunit) and CD29 (J3-subunit), were compared in the reticulocytes of steady-state SCA patients and patients on HUT using Real-Time PCR Basal adhesion of red cells ftom these subjects was also compared using static adhesion assays, as was surface protein expression, using flow cytometry. Basal sickle red cell adhesion to fibronectin was significantly greater than that of normal cells (P<O.OI); in contrast, HUT significantly decreased (P<O.OI) red cell adhesion to levels similar to those of control cells and this decrease could not be justified solely by alterations in reticulocyte numbers in this population. Accordingly, flow cytometry demonstrated that HUT significantly decreased CD36 and CD49d surface expression (P<O.Ol) and, importantly, significant reductions in the expressions of the CD36, CD49d and CD29 genes were seen (P<O.O5) in the reticulocytes of SCA patients on HU. Taken together, data support the hypothesis that HUT reduces the adhesive properties of sickle cells and that this decrease appears to be mediated, at least in part, by a decrease in the gene and, consequently, surface protein expression of adhesion molecules such as VLA-4 and CD36
Subject: Anemia falciforme
Hidroxiureia
Moléculas de adesão
Expressão gênica
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2006
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Gambero_Sheley_M.pdf1.96 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.