Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/309252
Type: TESE
Title: Estudo da pressão venosa nas pernas ao final da gestação
Title Alternative: The non-invasive study of lower leg venous pressure in pregnant women
Author: Fecuri Junior, Rubens
Advisor: Menezes, Fábio Hüsemann, 1962-
Abstract: Resumo: Introdução- A gestação é considerada como fator de desenvolvimento de varizes nas pernas e um dos fatores supostamente responsável por isso, seria o aumento de pressão nas veias das pernas devido ao aumento do útero e compressão das veias ilíacas. Para avaliar a pressão nas veias das pernas em posição ortostática nos ambulatórios, o método considerado como padrão ouro, é a punção da veia diretamente, mas isso é inconveniente. Objetivos- O propósito desse estudo foi o de utilizar um método não invasivo para medir a pressão nas veias das pernas em posição ortostática; o estudo foi aplicado em um grupo controle, em um grupo de varicosos e em um grupo de gestantes no 3º trimestre da gestação e comparar os valores obtidos entre os grupos. Método- Foram selecionadas para o estudo, 24 mulheres gestantes (média das gestações de 29,7 semanas) que foram avaliadas e comparadas com um grupo de 20 pacientes com varizes e 20 pessoas de um grupo controle. Os três grupos foram submetidos a medida da pressão venosa nas pernas em posição ortostática por meio de um pletismógrafico a ar, usando transdutor diferencial de pressão; a medida da pressão encontrada foi comparada com o valor da pressão hidrostática calculada a partir do segundo espaço intercostal até o local de aplicação do manguito. Resultados- Não houve diferença estatística entre a pressão calculada nos três grupos. A média da pressão no grupo de gestantes foi de 63,5 mmHg ± 5,4 SD, e foi comparada com a pressão encontrada no grupo controle 66,1 mmHg ± 8,0 SD, (p=0.1851). A pressão medida no grupo de gestantes foi estatisticamente diferente da pressão medida no grupo das varicosas (71,0 mmHg ± 6,6 SD) ? p<0,0003). Conclusão- Não foi verificado no estudo atual aumento dos valores de pressão hidrostática nas veias das pernas no 3º trimestre da gestação

Abstract: Introduction- Pregnancy is a predisposing factor to the development of varicose veins of the lower legs. One of the possible explanations is the compression of the iliac veins by the enlarged uterus, leading to a raise in the venous pressure (VP) and consequently to the enlargement of the venous system at the legs. To evaluate the VP the gold standard is Ambulatory Venous Pressure measured b+y the venipuncture, but it is inappropriate. The purpose of this study is to measure the VP at the legs, in the standing position, in a control group, varicose women and in a group of women in the third trimester of pregnancy, using a new non-invasive technique. Method- Twenty-four pregnant women (mean pregnancy age 29.7 weeks) were evaluated and compared to a group of 20 patients presenting with varicose veins and a group of 20 control volunteers. The three groups were submitted to VP measurement in the standing position by means of air-plethysmography using a pressure differential transducer; the measured pressures (MP) were compared to the hydrostatic pressures calculated (CP) from the second intercostal space to the level of the leg cuff. Results- There was no statistic difference between the mean CP of the three groups. The mean MP in the pregnancy group was 63.5 mmHg ± 5.4 SD, and it was comparable to the MP of the normal volunteers, 66.1 mmHg ± 8.0 SD, (p = 0.1851). The MP of the pregnancy group was statistically different from the mean MP of the varicose veins group (71.0 mmHg ± 6.6 SD, -p<0.0003). Conclusion- There is no increase in the hydrostatic pressure in the leg veins at the end of pregnancy
Subject: Pletismografia
Diagnóstico não invasivo
Mulheres - Saúde e higiene
Veia iliaca
Pressão venosa
Varizes - Diagnóstico
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2006
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
FecuriJunior_Rubens_M.pdf5.59 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.