Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/309225
Type: TESE
Title: Uma (con) figuração social = cientistas sociais, antropólogos, sociólogos e cientistas políticos em saúde no Brasil
Title Alternative: A (con) figuration : social scientists, anthropologists, sociologists and political scientists in the health fields in Brazil
Author: Nascimento, Juliana Luporini do, 1974-
Advisor: Nunes, Everardo Duarte, 1936-
Abstract: Resumo: A Saúde Coletiva brasileira delineia-se como um campo do conhecimento e de práticas multifacetado, estruturado a partir de três grandes eixos: a epidemiologia, o planejamento e as ciências sociais. As ciências sociais trouxeram para a área da saúde novas potencialidades a partir de marcos teórico e metodológico que possibilitaram novas reflexões, e foram fundamentais como geradores para uma reestruturação do ensino e da prática em saúde. Dentro dessa realidade e considerando a amplitude com que as teorias e idéias advindas das ciências sociais foram e são assimiladas pelo campo da saúde coletiva se torna fundamental conhecermos os profissionais que se institucionalizaram na área da saúde, que reconhecem a saúde coletiva como área de atuação profissional, e que tenham formação específica em antropologia, sociologia, ciências política ou ciências sociais. Para tanto, buscamos nesta pesquisa traçar, em todo o território nacional, o perfil dos profissionais que realizaram alguma etapa da sua formação nas áreas das ciências sociais, antropologia, sociologia ou ciência política, inseridos nas atividades de pesquisa, docência e extensão do campo da saúde. Os dados que nos permitiram criar a cartografia dessa área específica foram coletados a partir da Plataforma Lattes e da busca em sites de Faculdades de Medicina, instituições com programas de PG em Saúde Coletiva e Institutos de Pesquisa em Saúde Coletiva. A análise do material e a estruturação do trabalho teve como autores fundamentais Norbert Elias e seus conceitos de habitus social, habitus individual e configuração social e o estudo metodológico de Bruyne et al, e sua proposição da existência de uma metodologia ampla que englobe todo o processo da pesquisa. De modo geral, os elementos encontrados que foram fundamentais para traçar a cartografia proposta foram: escolha de cursos de graduação e pós-graduação permeada pelo recorte de gênero; regionalização das universidades que mais titulam no nível de pós-graduação; predominância de profissionais vinculados às instituições públicas com vínculos como servidores públicos, predominância das funções de docência e pesquisa; exercício de múltiplas atividades profissionais; multiplicidade de linhas de pesquisa

Abstract: Brazilian Collective Health can be outlined as a multifaceted field of knowledge and practices structured upon three great axes: epidemiology, management and social sciences. The social sciences brought new theoretical and methodological potentialities to the health field which allowed for a broader thinking and were fundamental to generate a restructuring of education and practice in health. Considering this reality and the broadness with which the theories and ideas taken from the social sciences were and are assimilated by the Collective Health field, it is important to identify the professionals who were institutionalized in the health field, who recognize the Collective Health field as a place for professional performance and who have a specific training in anthropology, sociology, political science or social sciences. Therefore, in our study we sought to establish the profile of the professionals, across the whole country, who performed some stage of their training in fields such as social sciences, anthropology, sociology or political science, and who participated in activities concerning research, teaching and extension of the health field. The data which allowed us to build the cartography of this specific area was collected from the Lattes Platform and by searching in websites of the Faculties of Medicine, institutions offering post-graduate programs in Collective Health and research institutions in Collective Health. The analysis of the data and the structuring of the study was based fundamentally on Norbert Elias and his concepts of social habitus, individual habitus and social configuration, and the methodological study of Bruyne et al and his proposition on the existence of an open-ended methodology which encompasses the whole research process. In a general sense, the elements we found and which were fundamental for creating the cartographic design were: the choice of graduation and postgraduation courses permeated by a gender focus; regionalization of the universities which award more postgraduate degrees; predominance of professionals linked to public institutions and with civil servants' links; predominance of teaching and research activities; multiple professional activities and a multiplicity of research themes
Subject: Elias, Norbert, 1897-1990
Ciências sociais
Sociologia
Antropologia
Ciência política
Saúde pública
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2011
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Nascimento_JulianaLuporinido_D.pdf2.04 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.