Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/309115
Type: TESE
Title: TIMP-1 (inibidor de metaloproteinase) e colageno tipo IV em pacientes portadores de esquistossomose mansoni submetidos a esplectomia
Author: Wyszomirska, Rozangela Maria de Almeida Fernandes
Advisor: Soares, Elza Cotrim, 1942-
Abstract: Resumo: A fibrose hepática resulta de um desequilíbrio entre deposição e remoção de componentes da matriz extracelular, sendo sua degradação mediada por metaloproteinases, e estas são reguladas por inibidores fisiológicos (TIMPs). Alterações no baço de indivíduos portadores de esquistossomose mansoni poderiam contribuir para a acentuação da fibrose hepática bem como da ativação de TIMPs, não estando esses aspectos totalmente esclarecidos. O objetivo desse estudo foi avaliar o comportamento de marcadores séricos de fibrose hepática, o TIMP-l e o colágeno tipo IV em pacientes portadores da forma hepatoesplênica da Esquistossomose mansoni submetidos à esplenectomia. Foram incluídos 24 pacientes com idade que variou de 14 a 61 anos (36,92i:13,59 anos), sendo 17 do sexo masculino e sete do sexo feminino. Os níveis séricos de TIMP-I e colágeno IV foram determinados por método imunoenzimático sanduíche (EIA), no pré-operatório (PRÉ), e nos 2° (POl) e 600 (P02) dias após esplenectomia. Antes da esplenectomia, os níveis séricos do colágeno tipo IV e do TMP-I estavam elevados (175,04i:1l2,84ng/ml e 8I2,56i:861,31ng/ml, respectivamente). Após esplenectomia, a média dos valores de colágeno tipo IV revelou uma diminuição significante da média dos valores, em relação ao PO1 (113,98i:73,38ng/ml; p= 0,039) e em relação ao P02 {l09,53i:36.1ng/ml; p= 0,015). Níveis séricos de TIMP-I também mostraram uma significante diminuição em relação ao POI (245,08i:363,08ng/ml; p=0,008) e P02 (108,77i:1l2,05ng/ml; p= 0,001). Em adição, não foi encontrada diferença significante entre níveis séricos de PO 1 e P02, tanto para colágeno tipo IV (p= 0,061) como para TIMP-I (p= 0,145). Os nossos resultados mostram que após esplenectomia, ocorreu diminuição do TIMP-l e do colágeno tipo IV, que persistiu até o 60° dia. Estes resultados sugerem que o baço parece desempenhar um papel na regulação da fibrose hepática

Abstract: Hepatic fibrosis is a dynamic process that results in a net accumulation of extracellular matrix proteins and altered matrix degradation regulated by a family of enzymes called the matrix metalloproteinases and their inhibitors (TIMPs). The role of the spleen in the process of liver fibrosis in schistosomiasis still needs c1arification. The aim of this study was to assess the effect of splenectomy on serum levels of two markers of fibrosis, type IV collagen and TIMP-l, in patients with schistosomiasis mansom. Twenty-four patients with hepatosplenic schistosomiasis mansoni participated in the study. Type IV collagen and TIMP-l serum levels were measured preoperatively, and after two (POl) and 60 days (PO2) of spleen removal. Before splenectomy, both type IV collagen and TIMP-l serum levels were elevated (175,04j:112,84ng/ml e 812,56j:861,31ng/ml, respectively). After splenectomy, the levels of type IV collagen showed a significant decrease in relation to the preoperative values both in POl (113,98j:73,38ng/m1; p= 0,039) and PO2 (l09,53j:36.1ng/m1; p= 0,015). Serum levels ofTIMP-l also showed a significant decrease in relation to the preoperative values both in POl (245,08j:363,08ng/m1; p=0,008)and PO2 (l08,77j:112,05ng/ml; p= 0,001). There was no difference between POland PO2 values for each serum marker. In conc1usion, splenectomy in schistosomotic patients was associated to a decrease in serum markers of fibrosis levels, which persisted for at least 60 days. These results suggest that the spleen may play a role in the extracellular matrix production, and therefore may contribute to liver fibrosis in schistosomiasis mansoni
Subject: Esquistossomose
Esquistossomose mansônica
Colágeno
Marcadores biológicos
Fibrose cística
Fígado - Doenças
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2005
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Wyszomirska_RozangelaMariadeAlmeidaFernandes_D.pdf6.96 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.