Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/309093
Type: DISSERTAÇÃO
Degree Level: Mestrado
Title: Esvaziamento gastrico de refeição liquida em crianças com constipação cronica funcional grave, com impactação fecal e escapes fecais retentivos
Title Alternative: Gastric emptying of a liquid meal in children with severe functional constipation, fecal impaction and soiling
Author: Fernandes, Vanessa Pacini Inaba
Advisor: Da-Costa-Pinto, Elizete Aparecida Lomazi, 1957-
Abstract: Resumo: Distúrbios da motilidade do trato digestório podem estar envolvidos na fisiopatologia da constipação funcional. Retarde no esvaziamento gástrico tem sido observado em associação à constipação funcional e a relação de causa e efeito entre as condições não está definida. O objetivo desse estudo foi avaliar a motilidade gástrica antes da remoção da impactação fecal e após a regularização do hábito intestinal em crianças com constipação funcional. Casuística e métodos: Crianças (N= 22; 18 meninos, 10±2,2 anos) com constipação funcional e escape fecal retentivo, início da constipação aos 6,8±1,6 anos, acompanhadas no ambulatório de gastropediatria do Hospital das Clinicas da Universidade de Campinas. Estudo prospectivo, desenvolvido no período de 2000 a 2003. Os sintomas gastrintestinais foram registrados e estudos de esvaziamento gástrico foram conduzidos antes da remoção da impactação fecal (EG1) e após a regularização do hábito intestinal (EG2). O esvaziamento gástrico foi avaliado por método cintilográfico usando volumes individualizados de água. O T ½ do esvaziamento gástrico foi obtido para todos os pacientes nos dois momentos. Resultados: Vinte e um pacientes relataram sintomas gastrintestinais ao início do estudo, mais comumente dor abdominal após a ingestão de alimentos. A maioria dos pacientes relatou melhora desses sintomas com o tratamento da constipação. Não houve diferença significativa entre as médias de T ½ do esvaziamento gástrico nos tempos EG1 (32,8 ± 24,8 minutos) e EG2 (25,8 ±10,5 minutos), realizados com intervalo de 12 ± 5 semanas, p=0,09. Houve correlação positiva entre o tempo para recuperação da constipação e EG1(R=0,61, p=0,01) e EG2 (R=0,58, p=0,01). Conclusão: Pacientes pediátricos com constipação funcional crônica grave apresentaram tempo de esvaziamento gástrico prolongado ao início do tratamento e após a regularização do hábito intestinal. O tempo para recuperação da constipação correlacionou-se positivamente com os valores de esvaziamento gástrico. Palavras-chave: constipação funcional, impactação fecal, escape fecal retentivo, esvaziamento gástrico, cintilografia

Abstract: Gastrointestinal motility disorders may be at the basis of constipation. Gastric emptying delay has been reported in constipated patients and a causality relation is still not outlined. The objective of this study was to evaluate pre- and post-treatment gastric emptying values and dyspeptic symptoms in a group of children with functional constipation and fecal retention. Methods: Twenty-two children (eighteen boys, median age 10±2.2 years) with chronic constipation, fecal retention and soiling were seen in a tertiary pediatric gastroenterology clinic. Gastric emptying (GE) T1/2 was measured by scintigraphy before fecal impaction removal (GE1) and repeated (GE2) when patients recovered regular bowel movements (12±5 weeks after GE1). Patients were followed until complete relieve of constipation (11.6 ± 5.7 months). Gastric half-emptying time of a liquid meal (water) was measured using a radionuclide technique, reference value t ½ 12 ± 3 minutes. Results: Twenty-one children reported symptoms related to food ingestion, which were completely relieved after resuming regular bowel movements. Mean GE1 was 32.8 ± 24.8 minutes and mean GE2 was 25.8 ±10.5 minutes. There was no significant difference between GE1 and GE2 (p=0,09). There was significant correlation between mean time to resume regular bowel movements and gastric emptying values GE1 (R=0,61, p=0,01) and GE2 (R=0,58, p=0,01). Conclusion: The results of the present study indicate that slow gastric emptying is a common feature among children with chronic constipation and fecal impaction, and that this correlates with a slow response to therapy. Resuming of satisfactory bowel function did not result in normalization of gastric emptying studies. Key words: functional constipation, fecal retention, soiling, gastric emptying, scintigraphy
Subject: Constipação funcional
Impactação fecal
Esvaziamento gástrico
Cintilografia
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2009
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Fernandes_VanessaPaciniInaba_M.pdf829.61 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.