Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/309088
Type: TESE
Title: Eletroneuromiografia da laringe : aspectos tecnicos, estudo normativo e contribuição ao diagnostico e tratamento das alterações da mobilidade das pregas vocais
Author: Kimaid, Paulo Andre Teixeira
Advisor: Quagliato, Elizabeth Maria Aparecida Barasnevicius, 1954-
Abstract: Resumo: Eletromiografia da Laringe (EMGL) é método auxiliar utilizado na compreensão e diagnóstico de diferentes doenças neurológicas que comprometem a função da laringe. Esta tese consiste de 4 capítulos: 1) Eletromiografia da laringe: aspectos técnicos; 2) Eletromiografia da laringe: estudo normativo; 3) Eletromiografia da laringe: contribuição ao diagnóstico na imobilidade de pregas vocais; e 4) Eletromiografia da laringe nos distúrbios dos movimentos - dados preliminares. 1) Descrevem-se as técnicas de inserção percutânea de eletrodos de agulha nos músculos tireoaritenoideus (TA), cricotireoideus (CT), cricoaritenoideus lateralis (CAL) e cricoaritenoideus posterioris (CAP) em 80 pacientes, 47 do sexo feminino e 33 do masculino, com idades entre 18 a 86 anos (média 52,7). Para a abordagem do músculo TA utilizaram-se a inserção percutânea via membrana cricotireóidea em 68 pacientes, e a via cartilagem tireóidea em 12. Para abordagem do músculo CT utilizou-se a inserção percutânea direta em 58 pacientes, enquanto a do CAL utilizou a inserção percutânea via membrana cricotireóidea. Na abordagem do CAP utilizou-se inserção percutânea direta por rotação digital em 32 pacientes e via membrana cricotireóidea atravessando a luz da laringe em 24. Dos 80 pacientes estudados, 55 apresentavam imobilidade de pregas vocais e 25 eram portadores de distúrbios dos movimentos. 2) Descrevem-se os valores de duração e amplitude dos potenciais de ação das unidades motoras (P AUM) destes músculos em 14 voluntários sem alterações vocais, 9 do sexo feminino e 5 do masculino, com idades entre 18 e 55 anos (média 35,6); 3) Descrevem-se as contribuições da EMGL ao diagnóstico de 55 pacientes, 27 do sexo feminino e 28 do masculino, com idades entre 18 e 79 anos (média 53,4), com imobilidade de pregas vocais à laringoscopia, 32 à esquerda, 14 à direita e 9 bilateralmente. Os pacientes foram agrupados conforme a causa provável da imobilidade à anamnese: 1) Desconhecida ( 30 pacientes); 2) Traumatismo (14 pacientes); e 3) Tumor (11 pacientes). 4) Descrevem-se dados preliminares da EMGL em 25 pacientes, 18 do sexo feminino e 7 do masculino, com idades entre 21 e 86 anos (média 51,4), apresentando disfonia por distúrbios dos movimentos. A avaliação clínica e laringoscopia sugeriam diagnóstico de distonia laringea em 19 pacientes, tremor vocal em 5 e síndrome de Gilles de la T ourette em 1. Dos 25 pacientes, 18 apresentavam indicação para tratamento com toxina botulinica: 14 com distonia laringea, 3 com tremor essencial e 1 com GTS. Utilizou-se a aplicação unilateral de 2,5U de BOTOXR , diluído em solução fisiológica 0,9%, nos músculos TA nos 12 pacientes com distonia em adução, nos 3 com tremor vocal e no único paciente com GTS. Noutros 2 pacientes com distonia em abdução, o músculo alvo era o CAP. AS respostas foram consideradas satisfatórias em 15 pacientes e insatisfatório em 3 (2 com distonia laringea em abdução e 1 com tremor vocal essencial). Os 80 pacientes foram avaliados clinicamente pelo otorrinolaringologista, pela fonoaudióloga e por endoscopia da laringe antes da indicação da EMGL. Para os registros foram utilizados equipamento Nihon Kohden m de 4 canais e eletrodos concêntricos nos pacientes com imobilidade de pregas vocais e nos voluntários, e eletrodos monopolares nos pacientes com distúrbios dos movimentos. Conclui-se: 1) As técnicas de inserção percutânea permitem a localização correta dos músculos laríngeos nos pacientes que necessitam do exame. A abordagem do CAP, por rotação digital da cartilagem tÍreóidea mostrou-se a mais difícil, seguida da abordagem do CAL. Abordagens do TA e CT não representaram dificuldades, exceto em poucos pacientes idosos e obesos, respectivamente. Em apenas 1 caso observou-se complicação significativa na abordagem do TA através da cartilagem tÍreóidea: um hematoma obstruindo parcialmente a luz da laringe. 2) No estudo normativo, são descritas pela primeira vez em nosso meio as médias de duração e amplitude dos P AUM em voluntários sem alterações vocais, que foram respectivamente 3.8ms e 413_V para o TA, 4.9ms e 585_V para o CT, 4.1ms e 388_V para o CAL, e 4.5ms e 475_V para o CAP. Os valores encontrados não diferem dos apresentados na literatura para os músculos TA e CT. 3) A EMGL contribuiu para o diagnóstico nos 55 pacientes com imobilidade de pregas vocais, sendo consistente com o comprometimento do nervo periférico em 25 casos do grupo 1, 12 do grupo 2 e 11 do grupo 3. A EMGL foi normal em 4 pacientes, sugerindo fixação da articulação cricoaritenóidea. Em 2 pacientes a EMGL sugeriu comprometimento do SNC e em 1 miopatia. 4) Nos distúrbios dos movimentos, dos 25 pacientes estudados, a EMGL foi consistente com distonia laríngea em 14 (normal em 5), tremor essencial em 3 e Parkinson em 2. O tratamento com aplicação de toxina botulínica guiada por EMGL foi realizada em 18 pacientes, e mostrou resultados satisfatórios em 15 e insatisfatórios apenas em 2 pacientes com distonia em abdução e 1 com tremor essencial. Conclui-se ainda que a relação risco beneficio justifica a utilização da EMGL para o diagnóstico clínico e para o tratamento nos pacientes com alterações da mobilidade da laringe

Abstract: Laryngeal Electromyography (LEMG) is an auxiliary method used for the comprehension and diagnosis of different neurological diseases that compromise laryngeal function. This thesis was wrote in 4 chapters: 1) Laryngeal electromyography: technical features; 2) Laryngeal electromyography in normal brazilian population; 3) Laryngeal eletromyography contribution to vocal fold immobility diagnosis; 4) Laryngeal electromyography in movement disorders: preliminary data. 1) There were described techniques for inserting needle electrodes percutaneously into the tireoaritenoideus (TA), cricotireoideus (CT), cricoaritenoideus lateralis (CAL) and cricoaritenoideus posterioris (CAP) muscles in 80 patients, 47 female and 33 male, aged between 18 to 86 years (mean 52,7y). The TA technique achieved correct location in ali patients, via cricothyroid membrane technique in 68 cases, and via thyroid cartilage technique in 12 cases. CT direct approach was performed in 58, CAP approach in 56, with digital rotation technique in 32, and through laryngeallumen in 24 cases. In 80 patients, 55 presents with vocal fold immobility and 25 with movement disorders. 2) There were described normal values of motor unit action potentials duration and amplitude of these muscles in 14 adult volunteers with no vocal disturbs, 9 female and 5 male, aged between 18 to 55 years (mean 35,6y). 3) There were described the LEMG contribution to diagnosis in 55 patients, 27 female and 28 male, aged between 18 to 86 years (mean 53,4), with vocal fold immobility, 32 left-hand side, 14 right-hand side and 9 bilateral. Patients were grouped accord to prior clinical diagnosis: 1) unknown (30 patients) ; 2) traumatic (14 patients); or 3) tumoral (11 patients). 4) There were described preliminary LEMG data in 25 patients, 18 female and 7 male, aged between 21 to 86 years (mean 51,4), with dysphonia due to movement disorders. Laryngoscopy and clinical evaluation suggests sapasmodic dysphonia (SD) in 19 patients, vocal tremor (VT) in 5 and Gilles de Ia Tourette syndrome in 1. There were described also the response to botulinum toxin A treatment in 18 patients selected to tms treatment, 14 with SD, 3 with essential VT and 1 GTS patient. There was used unilateral 2,5 U of botulinum toxin A (BOTOXR) diluted in 0,9% saline solution. In 12 aduction SD, 3 essential VT and 1 GTS patients, TA was the target muscle. In 2 patients with abduction SD, CAP was the target muscle. The improvement was significant in 11, mild in 4 and poor in 3 patients. The response to botulinum toxin A treatment was poor in both patients with abduction SD. All of 80 dysphonic patients were submitted to otorhino1aryngological, phonoaudiological and laryngeal endoscopy before LEMG. The recordings were obtained by the four channel Nihon Kohden m using percutaneously inserted concentric needle electrode in volunteers and in patients with vocal fold immobility; and monopolar needle electrode in patients with movement disorders. There were concluded: 1) The percutaneous techniques allow the correct location of the laryngea1 in patients who require this examination. The CAP approach, by digital rotation of the thyroid cartilage was found to be the most diflicult, followed by the CAL approach. TA and CT approaches gave no major problems, except with some older and obese patients. A significant complication of the TA approach via thyroid cartilage was a hematoma in one patient which partially obstructed the laryngeallumen. 2) There were descn"bed at first time in our mean the normal values for duration and amplitude of PAUM, respectively 3.8ms and 413_V for TA, 4.9ms and 585_V for CT, 4.Ims and 388_V for CAL and 4.5ms and 475_V in CAP. 3) LEMG contributed to diagnosis in ali 55 patients with vocal fold immobility. LEMG showed peripheral nerve injury in 25 patients in group 1, 12 in group 2 and 11 in group 3. LEMG was normal in 4 patients, suggesting crico-arythenoid joint fixation. In 2 patients LEMG suggests central nervous system injury and myopathy in one. 4) In the 25 patients with movement disorders LEMG was consistent with SD in 14 (normal in 5), essential VT in 3, Parkinson VT in 2 and GTS in one. Botulinum toxin treatment guided by LEMG showed good response in 15 patients. In general, the risk-benefit relation justities 1aryngeal electromyography for clinical diagnosis and treatment
Subject: Músculos
Metodologia
Cordas vocais
Pesquisa
Toxina botulinica
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2004
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Kimaid_PauloAndreTeixeira_D.pdf4.84 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.