Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/309042
Type: DISSERTAÇÃO
Degree Level: Mestrado
Title: Interação farmacocinetica entre o acetato de medroxiprogesterona de deposito e a terapia anti-retroviral
Author: Viscola, Marco Aurelio Martino
Advisor: Amaral, Eliana Martorano, 1960-
Abstract: Resumo: Objetivo Geral: Avaliar a interação entre a terapia anti-retroviral (TARV) e os contraceptivos hormonais. Objetivos Específicos: 1- Revisar o conhecimento sobre o uso de contraceptivos hormonais por mulheres HIV-positivas sob TARV; 2- Comparar o perfil farmacocinético do acetato de medroxiprogesterona de depósito (AMPD) em mulheres HIV-positivas sob a TARV composta de zidovudina (AZT), lamivudina (3TC) e efavirenz (EFV) com o perfil farmacocinético do AMPD em HIV-positivas não tratadas com TARV. Métodos: O estudo farmacocinético baseou-se em um ensaio clínico aberto, prospectivo e não-aleatorizado de 2 grupos de mulheres infectadas por HIV (1 grupo de usuárias da TARV composta de AZT, 3TC e EFV e 1 grupo de não-usuárias de TARV). As mulheres foram selecionadas em ambulatórios da Unicamp. Quinze usuárias de AZT/3TC e EFV e 15 não-usuárias de TARV foram selecionadas para a análise farmacocinética. Após injeção intramuscular de 150mg de AMPD, amostras de sangue foram coletadas na admissão para a determinação da concentração plasmática do AMP por cromatografia líquida acoplada à espectrometria de massa (LC?MS). Outras amostras foram obtidas a cada 2 semanas (± 3 dias) por 12 semanas para a determinação da concentração plasmática do AMP por LC?MS e da concentração sérica de progesterona (PRG) por imunoensaio enzimático de micropartículas. Resultados: Uma revisão baseada em artigos do banco de dados Medline, nas recomendações da Organização Mundial de Saúde (OMS) sobre a indicação de contraceptivos e no consenso terapêutico da TARV em adultos e adolescentes infectados pelo HIV, publicado pelo Ministério de Saúde do Brasil, foi enviada para a Revista Brasileira de Ginecologia e Obstetrícia (RBGO) e aceita para publicação. O estudo farmacocinético gerou um artigo que foi enviado à revista Fertility & Sterility com os seguintes resultados: A maioria das mulheres tinha idade entre 30 e 39 anos, era casada ou morava com o parceiro e tinha índice de massa corporal (IMC) similar em ambos os grupos. A carga viral (CV) do HIV era indetectável em 12 de 15 mulheres usuárias de ARVs e em 2 de 16 mulheres não-usuárias de ARVs. A contagem de células CD4+ (cél/mm3) era similar em ambos os grupos. A área sob a curva da concentração em função do tempo (ASC), a concentração máxima (Cmáx), o tempo necessário para atingir a concentração máxima (Tmáx), a meia-vida (t1/2) e a depuração foram também similares em usuárias e não-usuárias de ARVs. O padrão de sangramento foi similar em ambos os grupos. Apenas uma mulher, do grupo de não-usuárias de ARVs, teve nível sérico de PRG compatível com ovulação. Conclusões: 1- Não há dados suficientes para embasar recomendações clínicas sobre o uso de contraceptivos hormonais por mulheres HIV-positivas sob TARV; 2- A TARV composta de AZT, 3TC e EFV não interfere no perfil farmacocinético do AMPD

Abstract: Primary Objective: To evaluate the interaction between antiretroviral therapy and hormonal contraceptives. Secondary Objectives: 1- To review the knowledge about hormonal contraceptive use by HIV-infected women under antiretroviral therapy; 2- To compare pharmacokinetic (PK) profile of depot-medroxyprogesterone acetate (DMPA) in HIV-infected women treated with zidovudine (AZT), lamivudine (3TC) and efavirenz (EFV) with PK profile of DMPA in HIV-infected women not-treated with antiretroviral therapy. Methods: This was an open-label, prospective, non-randomized PK study of two groups of HIV-infected reproductive-age women (users of an ARV regimen containing AZT, 3TC and EFV, and non-users of ARV therapy). We conducted this study at the Department of Obstetrics and Gynecology, School of Medicine, Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), Campinas, Brazil. Fifteen users of AZT/3TC and EFV and 15 non-users of ARVs were selected for PK analysis. We administered 150 mg of DMPA intramuscularly and we followed participants at 2-week visit intervals (± 3 days) through 12 weeks. We obtained blood samples for determination of plasma concentration of MPA by liquid chromatography?mass spectrometry (LC?MS) before administration of DMPA (admission) and blood samples for the determination of MPA by LC?MS and for the determination of serum concentration of progesterone by microparticle enzyme immunoassay (MEIA) at each subsequent visit. Results: Medline papers and recommendations about contraceptive use from World Health Organization (WHO) and from Ministry of Health in Brazil were used to make a review paper. This paper was accepted for publication in Revista Brasileira de Ginecologia e Obstetrícia (RBGO). The PK study became a paper sent to Fertility & Sterility with the following results: Most women in both groups were aged 30-39 years, married or living with a partner. BMI (kg/m2) was similar for both groups. HIV-1 viral load was below the detection limit in 11/15 and 2/16 of the women in the ARV and non-ARV groups, respectively. The CD4+ counts (cells/mm3) were similar. The area under the plasma concentration-time curve (AUC), maximum concentration (Cmax), the time to maximum concentration (Tmax), half-life (t1/2) and clearance were also similar in users and non-users of ARV therapy. Bleeding patterns were similar in both groups. Only one woman (in the non-ARV group) had a repeatedly elevated serum progesterone compatible with ovulation. Conclusions: 1- There is not enough information to offer evidence-based recommendations for the use of hormonal contraceptives among HIV-infected women under ARV therapy; 2- The selected ARVs do not interfere with PK profile of DMPA
Subject: HIV (Vírus)
Contraceptivos
AIDS (Doença)
Farmacocinética
Terapia antirretroviral de alta atividade
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2007
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Viscola_MarcoAurelioMartino_M.pdf6.68 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.