Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/309001
Type: TESE
Degree Level: Doutorado
Title: O manejo de questões da sexualidade emergentes na relação medico-paciente no 'setting' da consulta ginecologica : um estudo clinico-qualitativo
Author: Cordeiro, Silvia Nogueira
Advisor: Turato, Egberto Ribeiro, 1954-
Abstract: Resumo: Os recortes do objeto deste estudo foram as vivências de ginecologistas relatadas frente a questões da sexualidade no enquadre da consulta médica. Nossa hipótese inicial é que haveria certo distanciamento afetivo modulado pela relação médico-paciente, estabelecido enquanto mecanismo de defesa, com o propósito de poder manejar o mais adequadamente possível as questões da sexualidade que permeiam uma consulta ginecológica habitual. Diante deste pressuposto, nosso objetivo foi interpretar as significações psicológicas atribuídas a tais vivências e a fenômenos diversos relatados por ginecologistas em relação às questões da sexualidade usualmente emergentes no setting da consulta médica. Para tanto, utilizamos o Método Clínico-Qualitativo que busca discutir as relações encontradas entre significados simbólicos e fenômenos vivenciados. A amostra de sujeitos consistiu de médicos ginecologistas, de ambos os sexos, construída pela técnica de saturação de dados coletados, estratégica usual em amostragens da investigação qualitativa. Foi definido, portanto, em campo o número de pessoas entrevistadas. A técnica de coleta de dados empregada para viabilizar o método foi a Entrevista Semidirigida de Questões Abertas, que permite um contato em profundidade entre entrevistador-entrevistado, complementada por dados diversos anotados em diário de campo e, em especial, a observação acurada e global do informante. Quanto aos procedimentos, tivemos um Diário de Campo para anotação de dados dividido em três partes: dados sucintos de identificação dos sujeitos em estudo; anotações das manifestações globais do sujeito durante a entrevista e dados de auto-observação (reações do tipo contratransferencial). A técnica de tratamento dos dados colhidos foi a da Análise Qualitativa de Conteúdo, propiciando a categorização/subcategorização, a partir de leituras flutuantes do conjunto de entrevistas transcritas ? o corpus. A discussão/interpretação dos resultados foi conduzida à luz dos conceitos psicodinâmicos. Os principais resultados consistiram na discussão de nove categorias: 1) A consulta médica como um encontro em um vínculo afetivo profissional; 2) A consulta médica como encontro identificatório; 3) A consulta médica ultrapassa o encontro bi-pessoal; 4) Aspectos contratranferenciais peculiares da consulta ginecológica; 5) Manejo das pulsões mobilizadas na relação com o feminino; 6) Postura ambivalente do masculino frente ao feminino; 7) O exercício profissional, como um processo de revisão pessoal; 8) Gênero: algumas reflexões sobre as mobilizações internas diante das diferenças que constituem homens e mulheres; 9) Sobre a não disponibilidade de participar do estudo. As conclusões apontaram que a relação médico-paciente está sujeita às interposições de experiências emocionais que constituem o psiquismo. O manejo das demandas inconscientes despertadas a partir da relação médico-paciente está associado à capacidade de elaboração de núcleos conflitivos que permeiam o dinâmico campo das relações humanas

Abstract: This study's objective essence was the narrated gynaecologists' experiences in the face of sexuality questions within the remit of a medical consultation. Our initial hypothesis was that there had been a certain modulated effective distancing, for the physician-patient relationship, established as a defence mechanism, with the purpose of being able to manage, in the most adequately possible manner, the sexuality questions that permeate a normal gynaecology consultation. In the face of this presupposition, our objective was to interpret the psychological significances attributed to such experiences and the diverse phenomena related by gynaecologists in relation to questions of sexuality, usually emerging within the medical consultation setting. For such the Clinical-Qualitative Method was utilized, which looks to discuss the relationships encountered between symbolic meanings and life experience phenomena. The subject sample consisted of medical gynaecologists, of both sexes, built up through the technique of data collection saturation, the normal strategy in qualitative investigation sampling. Consequently, in the field the number of people interviewed was defined. The data collection technique used in order to make the method viable was the Semi-Directed Interview with Open Questions, which allowed for in-depth contact between interviewer and interviewee, complemented by various field diary notes, and especially the careful and global observation of the informant. As to the procedures, the team made use of a Field Diary for noting data, divided into three parts: succinct identification data concerning the study?s subjects; notes on the subject?s overall manifestations during the interview and self-observation data (reactions of the contra-transference type). The Data Treatment Technique used with the collected data was Qualitative Content Analysis, favouring categorization/sub-categorization, starting from the floating readings of the group of transcribed interviews' the corpus. The Discussion/Interpretation of the results was conducted on the basis of psycho-dynamic concepts. The principal results consisted in the discussion of nine categories: 1) The medical consultation as a meeting within a dedicated professional bond; 2) The medical consultation as an identifying encounter; 3) The medical consultation goes beyond the bi-personnel meeting; 4) Peculiar contra-transference aspects of the gynaecology consultation; 5) Management of mobilized jumps in the relationship with a female; 6) Male ambivalent posture in front of a female; 7) Professional practice as a personal revision process; 8) Gender: some reflections about internal mobilizations in the face of the differences that make up men and women; 9) Concerning the non-availability of participating in the study. The conclusions point out that the physician-patient relationship is subject to the interference of emotional experiences that make up the psychism. The managing of awakened unconscious demands starting from the physician-patient relationship is associated with the capacity to deal with conflicting nuclei that permeate the dynamic field of human relations
Subject: Mulheres
Psicanálise
Pratica profissional
Consulta medica
Relações interpessoais
Sexualidade
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2007
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Cordeiro_SilviaNogueira_D.pdf661.78 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.