Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/308966
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.CRUESPUNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINASpt_BR
dc.descriptionOrientadores: Eduardo Lane, Cecilia Mattos Ulsonpt_BR
dc.descriptionTese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciencias Medicaspt_BR
dc.format.extent[166]f. : il.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.typeTESEpt_BR
dc.titleA infecção do sitio cirurgico incisional-superficial em ginecologiapt_BR
dc.contributor.authorVicentini, Regina Maria Ruschi, 1951-pt_BR
dc.contributor.advisorLane, Eduardo, 1923-2002pt_BR
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual de Campinas. Faculdade de Ciências Médicaspt_BR
dc.contributor.nameofprogramPrograma de Pós-Graduação em Ciências Médicaspt_BR
dc.subjectCirurgia ginecológicapt_BR
dc.subjectGinecologiapt_BR
dc.subjectEpidemiologiapt_BR
dc.description.abstractResumo: O presente estudo tem por objetivo expor os dados da infecção do sítio cirúrgico incisional-superficial (ISCI-s), durante a hospitalização e após a alta hospitalar, em 662 laparotomias ginecológicas realizadas no CAISM/UNICAMP, no ano de 1992, com riscos de contaminação "limpa" e "potencialmente contaminada" e, como determinados fatores relacionados ao hospedeiro e ao ato cirúrgico, puderam interferir na cicatrização por segunda intenção das ISCI-s após a alta hospitalar. As porcentagens anuais de ISCI-s nas cirurgias com risco de contaminação "limpa" e "potencialmente contaminada" foram, durante a hospitalização, respectivamente 4,7% e 6,4%. Nestes riscos de contaminação, as porcentagens de ISCI-s após a alta hospitalar, em 20 casos, foram de 2,4% e 3,8%. Das 18 variáveis analisadas que poderiam interferir no processo de cicatrização por segunda intenção, foram estatisticamente significantes pelo Teste t de Student: aconcentração de hemoglobina (p<0,005); antibiótico sistêmico durante o estudo (p<0,005); volume inicial da ISCI-s (p<0,005)r e número de germes até a alta clínica (p<0,01). Também pela análise de regressão linear múltipla foram significantes o número de germes até a alta clínica (p= 0,0062); antibiótico sistêmico durante o estudo (p<0,0001); tamanho inicial da ISCI-s (p< 0,0001); tempo de aparecimento do tecido de granulação (p<0,0001); antibiótico profilaxia (p=0,0028) e germe inicial anaeróbio (p=0,0076). Pela análise bacteriológica descritiva inicial e evolutiva, isolaram-se destas ISCI-s, em 412 amostras, germes aeróbios em 1 (0,24%), anaeróbios em 31 (7,52%) e anaeróbios facultativos em 209 (50,7%). Dos anaeróbios facultativos, o Staphylococcus aureus foi o responsável por 175 (42,5%) dos isolamentos. Os tratamentos Ipcais com solução fisiológica e solução fisiológica associada ao açúcar refinado não se mostraram estatisticamente significantes no tempo até a alta clínica, e a alta bacteriológica não foi influenciada estatisticamente pelas variáveis analisadaspt
dc.description.abstractAbstract: This study presents surgical site infection - incisional superficial (881-18) occurring afier 662 gynecological laparotomies, performed done at the CAI8M/UNICAMP hospital during 1992. The annual percentages of 881-18, occurring during hospitalization, in clean and potentially contaminated risk cases were 4.7% and 6.4% respectively. The risk of contamination afier hospital discharge in 20 cases was 2.4% and 3.8% respectively. 18 variables that interfered in the wound healing process by second intention, were analysed. 8tatistically significant, using the 8tudent t test, were: levels of t:1emoglobin (p < 0.005); systemic antibiotic during the study (p < 0.005); initial size of 881-18 (p < 0.005) and number of germs at discharge (p < 0.01). Also the analysis with multiple linear regression, significant were: number of germs until clinically cured (p = 0.0062); systemic antibiotic during study (p = 0.0001); initial size of 881-18 (p < 0.0001); time of presence of granulation tissue (p< 0.0001); antibiotic prophylaxis (p = 0.0028) and initial anaerobic germ ~p = 0.0076). The initial and evolutionally descriptive bacteriological analysis, in 1412 samples, revealed aerobic germs in 1 (0.24%), anaerobic in 31 (7.52%) and facultative anaerobics in 209 (50.7%). Among the facultative anaerobics, Staphyloccocus aureus was responsible for 175 (42.5%) cases isolated. The IQcal treatments with saline solution and saline solution associated with sugar, did not reveal any significance until the time of discharge. The bacteriological cure was not statiscally influenced by the variables analysed.en
dc.publisher[s.n.]pt_BR
dc.date.issued1994pt_BR
dc.identifier.citationVICENTINI, Regina Maria Ruschi. A infecção do sitio cirurgico incisional-superficial em ginecologia. 1994. [166]f. Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciencias Medicas, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/308966>. Acesso em: 19 jul. 2018.pt_BR
dc.description.degreelevelDoutoradopt_BR
dc.description.degreedisciplineTocoginecologiapt_BR
dc.description.degreenameDoutor em Ciências Médicaspt_BR
dc.date.available2018-07-19T20:16:05Z-
dc.date.accessioned2018-07-19T20:16:05Z-
dc.description.provenanceMade available in DSpace on 2018-07-19T20:16:05Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Vicentini_ReginaMariaRuschi_D.pdf: 4758563 bytes, checksum: 9324f11335f8b81125ac32a2cb8cb997 (MD5) Previous issue date: 1994en
dc.identifier.urihttp://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/308966-
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Vicentini_ReginaMariaRuschi_D.pdf4.65 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.