Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/308963
Type: DISSERTAÇÃO
Degree Level: Mestrado
Title: Tendencias e padrões na cardiopatia chagasica : um estudo ecocardiografico transversal
Author: Ueti, Adriana de Almeida
Advisor: Nogueira, Eduardo Arantes, 1945-
Abstract: Resumo: Apesar de muito investigada, a história natural das alterações funcionais que ocorrem na cardiopatia chagásica, não é bem conhecida. O objetivo deste estudo foi a avaliação de como se processam as mudanças dos índices de função cardíaca, através de subgrupos de pacientes com doença de Chagas na fase crônica. Foi usada a ecocardiografia bidimensional, para avaliação dos índices funcionais, em 50 pacientes chagásicos (17 com a forma indeterminada e 33 com a forma cardíaca crônica) e 10 indivíduos normais (grupo controle). Os pacientes chagásicos foram classificados em 4 grupos: (1) forma indeterminada, (2) forma crônica com fração de ejeção do ventrículo esquerdo (FEVE) normal, (3) com FEVE abaixo do normal e acima de 40% e (4) com FEVE abaixo de 40%. Foram aplicados métodos convencionais e não convencionais (doppler tecidual pulsado e modo-M do plano atrioventricular) para avaliação respectiva dos índices de função cardíaca no sentido transversal e longitudinal. Houve uma tendência linear significativa (p<0,05) ao aumento de idade, aumento do átrio esquerdo, aumento da cavidade ventricular direita, disfunção diastólica esquerda e direita. Uma curva ascendente, e quase linear, foi representativa das seguintes alterações: elevação da pressão pulmonar, aumento da cavidade ventricular esquerda e aumento do tempo de contração isovolumétrica. Uma curva descendente, melhor representada por um modelo quadrático, foi encontrada para os índices de função sistólica de ambos os ventrículos. Em conclusão, houve uma contínua deterioração da função cardíaca e dilatação das câmaras, através dos grupos chagásicos, que podem corresponder à evolução da cardiopatia de acordo com o tempo de doença

Abstract: Background- Although very much investigated, the natural history of the functional changes in Chagas' heart disease is largely unknown. We aimed to study how functional indices changes across subgroups of chronic Chagas' disease. Methods and Results- We used two-dimensional echocardiography to study the longitudinal and functional indices in 50 patients in the indeterminate (17) and chronic forms (33) comparing with a control group (10). We c1assifiedthe chagasic patients in 4 groups: (1) indeterminate, (2) with normal left ventricular ejection & action (LVEF), (3) with LVEF below normal and above 40% and (4) LVEF below 40%. We applied functional measurements of the longitudinal motion of the heart using pulsed Doppler tissue imaging (DTI) and M-mode techniques. A significant linear trend (p<0.05) was found in left atrial and right ventricular enlargement, diastolic left and right ventricular function indices, and increase in age. An ascending quasi-linear curve, fitted with a quadratic modeI, was found in pulmonary pressure, left ventricular cavity and isovolumic contraction time. A descending curve, fitted with a quadratic model, was found in indices of systolic function of the left and right ventric1es. Conclusion- There is a continuous fimctional worsening accompanied by heart chambers enlargement in Chagas' disease, across all subgroups, that should correspond to trends across time of disease
Subject: Chagas, Doença de
Ecocardiografia
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2001
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Ueti_AdrianadeAlmeida_M.pdf12.8 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.