Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/308958
Type: TESE
Title: A leitura e a escrita de pessoas com baixa visão adquirida = abordagem fonoaudiologica
Title Alternative: Reading and writing of low vision acquired persons : hearing and speech pathology approach
Author: Monteiro, Mayla Myrina Bianchim, 1985-
Advisor: Gasparetto, Maria Elisabete Rodrigues Freire, 1949-
Abstract: Resumo: O estudo da leitura e a escrita de sujeitos com baixa visão é um campo novo e pouco explorado pela Fonoaudiologia e que pode contribuir nos processos de reabilitação desses sujeitos. Nesta pesquisa foi realizado um levantamento descritivo e transversal que teve por objetivo verificar como os sujeitos com baixa visão adquirida utilizavam a leitura e a escrita em seu cotidiano. A população foi constituída por 30 sujeitos que freqüentaram o Programa de Reabilitação de Adolescentes e Adultos do CEPRE/FCM/UNICAMP em 2008. Aplicou-se questionário por entrevista, desenvolvido por estudo exploratório, onde foram investigadas as seguintes variáveis: características pessoais; uso de recursos de tecnologia assistiva na leitura e escrita; uso, frequência e finalidade da leitura e da escrita. A média de idade do grupo era de 38 anos e média de idade do aparecimento do problema oftalmológico era de 29 anos. A maioria dos sujeitos declarou utilizar auxílios ópticos na leitura e na escrita e utilizar auxílios não ópticos para a leitura. A grande totalidade declarou possuir hábito de leitura e utilizá-la diariamente como finalidade de buscar informações de interesse pessoal. Em relação à escrita, grande parcela relatou utilizá-la com a finalidade de fazer anotações para si próprio. Apesar da maioria dos sujeitos declarar utilizar a leitura com a mesma freqüência que usava antes do aparecimento do problema oftalmológico, ficou evidenciado que os sujeitos necessitavam ler o texto mais vezes para ter a compreensão do mesmo, devido ao embaralhamento das letras e ao cansaço visual. A maioria dos sujeitos informou utilizar as atividades de leitura e a escrita como forma de comunicação. Dos sujeitos que declararam não fazer uso da leitura e da escrita após o aparecimento do problema visual, verificou-se que a maioria justificou como motivo o fato de não enxergar. Concluiu-se que os sujeitos utilizavam a leitura e escrita como forma de comunicação no seu cotidiano, apresentando necessidade de ler o texto mais de uma vez para ter compreensão do mesmo. As dificuldades com as atividades de leitura e escrita podem limitar as pessoas com baixa visão devendo-se dar atenção especial à linguagem escrita nos Programas de Reabilitação, sugerindo-se, portanto, a inclusão do Fonoaudiólogo na equipe interdisciplinar como parte integrante do processo de reabilitação

Abstract: The study of reading and writing by low vision subjects is a new and less explored field by the Hearing and Speech Pathology, and can contribute for the rehabilitation process of these subjects. In this research a descriptive cross-sectional survey was conducted for the purpose to verify how subjects with acquired low vision use the reading and the writing in their daily life. The sample was made with 30 subjects participating in the Teenagers and Adult's Rehabilitation Group at the CEPRE/FCM/UNICAMP during 2008. A questionnaire was applied by interview to investigate the variables: personal characteristics, use of assistive technology resources, use, frequency and object of reading and writing. For this group, average of age was 38 and for the vision loss was 29. Most of the subjects declared the use of optical aids to read and to write and to use non-optical aids to read. The majority declared to use the reading daily with the purpose to find information that concerned them. Regarding to writing, the majority declared to use it with the purpose to take notes for themselves. Although most of the subjects declared to use the reading with the same frequency as before the appearance of the visual loss it was evidenced that the subjects now needed to read the text several times to understand it, due to the scrambling of letters and visual exhaustion. Most of the subjects related to use the activities of reading and writing for communication. The subjects that related no long using reading and writing after the appearance of the visual loss, justified that because couldn't see. It was concluded that the subjects used the reading and the writing as communication in their daily life, even needing to read the text more than once to understand it. Difficulties with reading and writing might narrow life activities of people with low vision. Therefore special attention to written language should be given in the Rehabilitation's Programs and this suggests the inclusion of the Hearing and Speech Pathologist in the interdisciplinary team as part of the Rehabilitation process
Subject: Leitura
Escrita
Fonoaudiologia
Baixa visão
Reabilitação
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2010
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Monteiro_MaylaMyrinaBianchim_M.pdf1.16 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.