Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/308883
Type: TESE
Degree Level: Doutorado
Title: Aplicação das tecnicas de biologia molecular no diagnostico da osteogenesis imperfecta
Author: Reis, Fernanda de Castro
Advisor: Sartorato, Edi Lúcia, 1962-
Abstract: Resumo: Osteogenesis Imperfecta (01) é a denominação de um grupo heterogêneo de doenças hereditárias associadas a anormalidades tanto na síntese quanto na estrutura do colágeno tipo I. Esta é a proteína mais abundante encontrada nos ossos, pele, tendões e ligamentos, revestimento dos vasos sanguíneos, e outros tecidos conjuntivos, exceto a cartilagem. Em mais de 90% dos casos, o fenótipo é resultante de mutações espontâneas ou de transmissão dominante em famílias afetadas em um dos dois Zoeiresponsáveis pela síntese do colágeno tipo I, onde se localizam os genes COLIAI e COLIA2. O defeito molecular resulta em uma grande variedade de formas clínicas, desde assintomáticas até letais no período neonatal. As formas mais leves da doença são freqüentemente provocadas por mutações que inativam um dos alelos do gene COLIAI resultando numa quantidade normal, porém reduzida de colágeno tipo I. Por outro lado, as formas mais graves da doença resultam de mutações dominante negativas nos genes COLIAI ou COLIA2, as quais produzem defeitos estruturais na molécula de colágeno. A correlação genótipofenótipo observada em pacientes com 01 depende, portanto da natureza e posição das mutações. O principal objetivo do presente estudo foi identificar mutações no gene COLIAI em indivíduos portadores dos diversos tipos de 01, uma vez que o diagnóstico molecular não é um exame de rotina oferecido pelos laboratórios e, portanto, não há estudo da prevalência dessas mutações em nosso país. A metodologia empregada para tal diagnóstico foi o seqüenciamento automático direto do produto da PCR do gene COLIAI. Os exons 6 a 52, que compreendem o domínio da tripla hélice e o domínio C-terminal da molécula do colágeno tipo I, foram seqüenciados em 13 pacientes portadores de 01. Foram identificadas seis mutações associadas ao fenótipo, sendo quatro novas (c.1885de1G,p.P239A, p.G592S, p.G649D) e duas já descritas (p.R237X e p.G382S), além de polimorfismos em exons e introns e outras substituições. Este foi o primeiro estudo molecular realizado com 01 no Brasil. Os resultados obtidos neste trabalho indicam que não existem mutações prevalentes em nossa amostra e que as características das mutações encontradas estão de acordo com os dados da literatura, onde substituições de glicina por outro aminoácido no domínio da tripla hélice do gene COLIAI são as principais responsáveis pelos tipos mais graves de 01, tipos II,III e IV

Abstract: Osteogenesis imperfecta (01), commonly known as "brittle bone disease", is a dominant autosomal disorder and is caused by mutations in type I collagen genes, COLIAl and COLIA2, which are responsible for the synthesis of the main protein of bone, skin, ligaments, tendon and most other connective tissues. 01 is a genetic disorder of increased bone ffagility and low bone mass. Severity varies widely, ranging ffom intrauterine ffactures and perinatal lethality to very mild forms without ffactures. The mild forms are usually caused by mutations which inactivate one allele of COLIAl gene resuIting in a reduced amount of normal type I collagen. On the other hand, the severe and lethal forms result ffom dominant negative mutations in COLIAl or COLIA2, which produce structural defects in the collagen molecule. The varied clinical characteristics of 01 reflect different classes of mutations in different regions of type I collagen genes. These aIterations vary in type and location, aIthough the most common in COLlloci are single-base substitutions in the part ofthe gene coding for the triple helix domain, which changes a codon for a glycine to a codon for an amino acid with a bulkier side chain. Therefore, the presence of glycine at every third amino acid is essential to allow the a-chains to adopt the characteristic collagen triple helix. The main objective ofthe present study was to search for mutations in the COLIAl gene in patients previously diagnosed as having 01. Also, providing information about the characteristics of mutations in this gene in our sample. Therefore, here we report the resuIts ofthe molecular investigation on the COLIAI gene in 13 Brazilian 01 patients. Mutational analysis was performed by direct sequencing ofPCR product for each exon. We have found six mutations, four are novel (c.1885deIG, p.P239A, p.G592S, p.G649D) and two were previously described (p.R237X and p.G382S). This is the first molecular study of 01 in Brazil. Our findings showed that there are no prevalent mutaÍions in our sample, and that their distribution is similar to that reported by other authors, with a preponderance of substitutions on glycine residues in the triple helix domain causing 01 types II, III and IV
Subject: Colágeno
Mutação (Biologia)
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2005
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Reis_FernandadeCastro_D.pdf6.9 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.