Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/308872
Type: TESE
Degree Level: Doutorado
Title: Influencia da posição do corpo no esvaziamento gastrico de uma solução hidratante de uso oral em crianças
Author: Silva, Paulo Eduardo Moreira Rodrigues da, 1952-
Advisor: Collares, Edgard Ferro, 1938-
Abstract: Resumo: Participaram do estudo 24 crianças de ambos os sexos, com idades variando entre 1 dia e 18 meses (mediana = 7 meses), pesando entre 2700g e 10000g (mediana = 4500g). Os diagnósticos no momento da internação foram diversos, mas durante a realização das provas todas as crianças estavam assintomática e em plena recuperação das doenças que motivaram a internação. Cada uma dessas crianças foi submetida, pela manhã, entre 11 e 12 horas a quatro provas de esvaziamento gástrico com intervalos de 24 horas entre elas. Como refeição de prova foi utilizada a solução hidratante de uso oral padronizada pela O.M.S., infundida através de sonda nasogástrica empregando como marcador a fenolsulfonftaleina (P.S.P.). Foram feitas avaliações da retenção gástrica nas posições "livre", sem qualquer tipo de contenção e decúbitos lateral direito, lateral esquerdo e dorsal, com as crianças imobilizadas através de envolvimento em lençol, realizando-se a seqüência das provas de forma aleatória. Os resultados permitem concluir que a posição do corpo influi no esvaziamento gástrico da solução hidratante de uso oral padronizada pela O.M.S.. Enquanto não foram observadas diferenças significativas no Esvaziamento Gástrico entre as posições "livre", decúbito lateral direito e decúbito dorsal, o decúbito lateral esquerdo acarretou retarde no E.G. em relação às outras posições. Embora o estudo não tenha sido realizado em crianças com diarréia e desidratação, situações em que é necessário o rápido restabelecimento do equilíbrio hidro-eletroliítico, é recomendável que o paciente seja mantido, durante a reidratação, em posições que propiciem esvaziamento gástrico mais rápido

Abstract: Twenty four infants and children of both sexes with age ranging from 1 day to 18 months, and weighting between 2700g and 10000g, were studied. There were several reasons for admission, but during realization of the tests they were in complete recuperation of their illness and there was no evidence of gastrintestinal disturbs.Four gastric emptying studies were performed in every subject, in consecutive days, between 10 to 12 A.M. A nasogastric tube was used for injecting the test meals; these consisted of a dilute solution of phenolsulfonphtaleine in an hidratant oral solution recomended by W.H.O. Residual gastric volume was measured at the "free" position (without contention), and supine, right and left lateral decubitus, when the subjects were imobilized with a sheet. The test's sequence was alleatory. Our data allows us to conclude that the child's decubitus has an influence on gastric emptying when using the W.H.O. solution for oral hidration. Although no diferences were observed the "free" position, right lateral and supine decubitus, the gastric emptying in the left lateral decubitus was significantly retarded. Even though this study has been carried among children without diarrhea or dehidration we still advise rapid gastric emptying positions during rehidration in these little patients
Subject: Gastroenterologia
Sistema gastrintestinal
Medicina
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 1986
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Silva_PauloEduardoMoreiraRodriguesda_D.pdf869.15 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.