Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/308850
Type: TESE
Title: Disturbio obsessivo compulsorio : caracteristicas socio-demograficas e clinicas de 50 pacientes atraves de seus prontuarios
Author: Cunha, Juliana Rodrigues
Advisor: Caetano, Dorgival, 1947-
Abstract: Resumo: O Distúrbio Obsessivo Compulsivo (DOC) é um dos quadros psiquiátricos de mais dificil compreensão. Os estudos que caracterizam os pacientes adultos com DOC são poucos e esse número é ainda mais limitado quando nos referimos a pacientes com diagnóstico de DOC pelo DSM-IIIR. Diante disso, o presente estudo foi realizado com o objetivo de descrever as características sócio-demográficas e clínicas de 50 pacientes. Foram estudados os prontuários de 50 pacientes com DOC, as lacunas foram preenchidas através de contato por telefone, carta e quando possível entrevista direta dos pacientes. Os instrumentos utilizados foram um questionário e o Yale-Brown check-list. Apesar das limitações do nosso estudo, os resultados foram, em geral, consistentes com os achados prévios da literatura, mostrando uma consistência entre as culturas: quadro de início precoce; acometimento ligeiramente maior do sexo feminino; intervalo prolongado entre o início dos sintomas e a época do 1º tratamento; comprometimento significativo do funcionamento, chegando, às vezes, a impedir a execução de atividades sociais e/ou ocupacionais do indivíduo; as obsessões mais comuns são as de contaminação e agressão; e as compulsões são de verificação e limpeza; ocorrência frequente de mais de um tipo de obsessão e/ou compulsão; elevada frequência de DOC entre parentes de 1º grau; resultados terapêuticos que, na maioria das vezes, variavam entre 41 a 80%, com o uso de inibidores da recaptação de serotonina. Ressalte-se a elevada frequência de suicídio (1 %) entre os parentes de 1º grau dos pacientes. Esse achado necessita ser replicado e melhor estudado

Abstract: The obsessive compulsive disorder (OCD) is one of the psychiatric disease most difficult to understand. The studies about adult OCD patients are few and they can be even fewer if we consider patients whose ondiction has been diagnosed according to the DSM-III-R. This study has been written with the aim of describing the socialdemographic and clínical characteristics of 50 patients. The files of 50 OCD patients were studied the missing information have been supplied through telephone calls, letters and, whenever possible, by means of a personal interview. Questionnairies and the Yale-Brown Check-list were used. Despite the short-comings of our study the results were, in general, consistent with what had previously been reported in the literature showing a number of similarities among the cultures such as early onset, a long period between the onset and the need to look for treatment, usual existence of more than one type of obsession and/or compulsion - the most ftequent obsessions being the fear of contamination and aggression and the most ftequent compulsions being checking and cleaning - and high rate of OCD among first-degree relatives. It shoud also be emphasised the high rate of suicides (1 %) among the patients' first-degree relatives. This fact should be checked and looked into more deeply
Subject: Psiquiatria - Diagnóstico
Psicopatologia
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 1994
Appears in Collections:FCM - Dissertação e Tese

Files in This Item:
File SizeFormat 
Cunha_JulianaRodrigues_M.pdf1.91 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.