Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/308807
Type: DISSERTAÇÃO
Degree Level: Mestrado
Title: Efeitos da manobra de compressão e descompressão torácica em pacientes submetido à ventilação mecânica
Title Alternative: Effects of manual chest compression and decompression in patients receiving mechanical ventilation
Author: Via, Fabiana Della, 1983-
Advisor: Dragosavac, Desanka, 1951-
Abstract: Resumo: INTRODUÇÃO: Os pacientes internados em Unidades de Terapia Intensiva (UTI) que necessitam de ventilação mecânica (VM) estão mais susceptíveis ao desenvolvimento de complicações respiratórias, principalmente a atelectasia e a broncopneumonia. Para que haja reversão ou mesmo prevenção dessas áreas atelectasiadas, são utilizadas técnicas fisioterapêuticas de expansão pulmonar, dentre elas destaca-se a manobra de compressão e descompressão torácica (MCDT). OBJETIVO: Avaliar as alterações respiratórias e hemodinâmicas após aplicação da MCDT nos pacientes em uso de VM. MÉTODO: Tratou-se de um estudo prospectivo, intervencionista, onde foram incluídos 65 pacientes em VM há mais de 24 horas. Todos os pacientes receberam manobras de higiene brônquica e após 30 minutos foram aplicadas 20 repetições da manobra de compressão e descompressão torácica em dez respirações consecutivas no hemitórax direito e depois dez no hemitórax esquerdo. Os dados foram coletados antes, imediatamente após e após um, cinco, dez, 15, 20, 25, 30, 35 e 40 minutos da aplicação da MCDT. Para análise estatística foram utilizados testes: Shapiro Wilks, Anova, Wilcoxon, T - Student, com nível de significância adotado de 5%. RESULTADOS: Foi observado aumento estatisticamente significante do volume corrente inspiratório (pré: 458,2ml ± 132,1; pós 1 min: 557,3 ± 139,1; pós 40 min: 574,4 ± 151), volume minuto corrente (pré: 7,0L/min ± 2,7; pós 1 min: 8,7 ± 3,3; pós 40 min: 8,8 ± 3,8) e oximetria de pulso (pré: 97,4% ± 2,2; pós 1 min: 97,9 ± 1,8; pós 40 min: 98,2 ± 1,6). Ocorreu redução no PetCO2 expirado (pré: 35,1mmHg ± 9,0; pós 1 min: 31,5 ± 8,2; pós 40 min: 31,5 ± 8,2). Não houve alteração significante da freqüência cardíaca (pré: 94,5bpm ± 20,5; pós 1 min: 94,7 ± 20,5 e pós 40 min: 94,9 ± 20,2) e pressão arterial média (pré: 91,2mmHg ± 19,1; pós 1 min: 89,5 ± 17,7 e pós 40 min: 89,0 ± 16,8). CONCLUSÃO: A MCDT possibilita a otimização dos volumes pulmonares e oximetria de pulso e redução do PetCO2 sem promover alterações hemodinâmicas nos pacientes submetidos a ventilação mecânica

Abstract: INTRODUCTION: Patients in Intensive Care Units (ICU) requiring mechanical ventilation (MV) are more likely to develop respiratory complications, especially atelectasis and bronchopneumonia. Reversing or even prevention of these areas of atelectasis, physiotherapeutic techniques are used for lung expansion, chief among which is the maneuver of chest compression and decompression (MCCD). OBJECTIVE: To evaluate the respiratory and hemodynamic changes after application of MCCD in patients submitted to mechanical ventilation (MV). METHOD: It's a prospective and interventionist study of 65 patients submitted to MV after 24 hours. All patients received a bronchial hygiene and after 30 minutes, they were submitted to 20 repetitions of the MCCD during ten consecutive respiratory cycles on right hemithorax and than ten in left hemithorax. The data were collected before, after immediately and after one, five, ten, 15, 20, 25, 30, 35 and 40 minutes following application of the MCCD. RESULTS: There were an significant improvement in the following parameters after MCCD during all phases of data collection until 40 minutes: inspiratory tidal volume (baseline: 458,2ml ± 132,1; post 1 min: 557,3 ± 139,1; post 40 min: 574,4 ± 151 ), minute volume (baseline: 7,0L/min ± 2,7; post 1 min: 8,7 ± 3,3; post 40 min: 8,8 ± 3,8), and pulse oximetry (baseline: 97,4% ± 22; post 1 min: 97,9 ± 1,8; post 40 min: 98,2 ± 1,6) . A reduction occurred in expiratory PetCO2 (baseline: 35,1mmHg ± 9,0; post 1 min: 31,5 ± 8,2; post 40 min: 31,5 ± 8,29). No alteration occurred in heart rate (baseline: 94,5bpm ± 20,5; post 1 min: 94,7 ± 20,5; post 40 min: 94,92 ± 20,20) and mean arterial pressure (baseline: 91,2mmHg ± 19,1; post 1 min: 89,5 ± 17,7; post 40 min: 89 ± 16,8). CONCLUSION: There were positive effects on the MCCD maneuver with increased lung volumes, pulse oximetry and reduction in expiratory PetCO2, without hemodynamic changes in patients submitted to mechanical ventilation
Subject: Ventilação mecânica
Atelectasia pulmonar
Fisioterapia
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: VIA, Fabiana Della. Efeitos da manobra de compressão e descompressão torácica em pacientes submetido à ventilação mecânica. 2011. 84 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciências Médicas, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/308807>. Acesso em: 19 ago. 2018.
Date Issue: 2011
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
DellaVia_Fabiana_M.pdf1.85 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.