Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/308722
Type: DISSERTAÇÃO
Degree Level: Mestrado
Title: Alterações lisossomais e indução de morte celular programada em celulas leucemicas tratadas com paladaciclo
Title Alternative: Lysosomal alterations and programmed cell death induction in leukaemic cells treated with palladacycle
Author: Smith, Mickaela Cardoso Martinez
Advisor: Trindade, Claudia Bincoletto
Abstract: Resumo: Estudos experimentais envolvendo a caracterização fármaco-toxicológica de novos fármacos são de grande importância na pesquisa inicial sobre drogas (ERDAL et al., 2005). Sendo assim, neste projeto um dos nossos objetivos iniciais foi avaliar os possíveis efeitos antineoplásicos de uma nova classe de drogas organometálicas contendo paládio como metal de transição, denominada paladaciclo ferroceno 1:2, utilizando para isto, a linhagem de células leucêmica K562 (leucemia mielóide crônica) e Jurkat (leucemia linfóide aguda). Os valores de IC50% obtidos na linhagem K562 após 72 horas de tratamento com o composto paladaciclo foram 4,1 e 2,9 µM, nos testes de redução do MTT e exclusão por azul de trypan, respectivamente. Através da fragmentação de DNA observamos que o composto foi capaz de induzir apoptose nas células K562 e Jurkat. Aspectos morfológicos de apoptose nestas células também foram confirmados através da coloração de acredine orange visualizadas em microscopia de fluorescência nas células K562. Utilizando acredine orange, um corante que tem a característica de se acumular principalmente em lisossomas secundários de células tumorais, nós também analisamos o mecanismo bioquímico envolvido no processo de morte celular das células K562 induzidas pelo composto paladaciclo. Nossos resultados demonstraram que a expressão dos genes envolvidos no controle da apoptose (Bcl-2 e Bax) em ambas as linhagens celulares tratadas com o paladaciclo é similar ao controle sem tratamento. Por outro lado, o composto em estudo (6,0 µM) induziu a permeabilização da membrana lisossomal de células K562 após 5 horas de tratamento com ativação das caspases efetoras da apoptose 3 e 6. Este processo de ativação das caspases também foi observado após 72 horas de incubação com o paladaciclo. Como a catepsina B está abundantemente presente nos lisossomoas e sua liberação para o citosol é esperada após alterações da permeabilidade da membrana lisossomal, investigamos também a ativação de ambas as caspases, descritas acima, após a incubação das células K562 com um inibidor de catepsina B (CA074) por 2 horas antes da exposição ao paladaciclo (6,0 µM). Este estudo forneceu um resultado bastante interessante, pois demonstrou que a ativação das caspases efetoras da morte celular programada foi prevenida, sugerindo assim que a catepsina B está fortemente associada ao processo apoptótico em células K562. Sendo assim, podemos sugerir que o composto paladaciclo apresenta potencial antileucêmico, merecendo estudos adicionais que comprovem sua eficácia terapêutica

Abstract: Experimental studies involving the pharmaco-toxicogical properties of new drugs are of very importance in its initial development (ERDAL et al., 2005). In this study it was evaluated the possible antileukemic effects of a new organometallic class of drugs called palladacycle ferrocene 1:2, using the K562 and Jurkat leukaemia cell lines. The cell death mechanism of cytotoxicity induced by the Biphosphinic Palladacycle Complex (BPC) was studied using a K562 leukaemia cell line. The IC50% values obtained for K562 cells post 72 h of BPC were less than 5.0 µM by using MTT and trypan blue assays. Complex triggers apoptosis in K562 and Jurkat cells, inducing DNA fragmentation, as analysed through electrophoresis. Using the Acridine Orange (AO) vital staining combining fluorescence microscopy it was confirmed the presence these process in K562 cells. Lysosomal membrane permeabilization was also observed in K562 cells post 5 h of BPC, which suggests intralysossomal accumulation by proton-trapping, previous study, revealed that its pKa value ranged from 5.1 to 6.5. Caspase-3, and -6 activity induced by BPC in K562 cells was prevented by the cathepsin B inhibitor (CA-074). These events occurred in the presence of endogenous Bcl-2 and Bax expression. Taken together, these data suggest a novel lysosomal pathway for BPCinduced apoptosis, in which lysosomes are the primary target and cathepsin B acts as death mediator
Subject: Apoptose
Celulas K562
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2006
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Smith_MickaelaCardosoMartinez_M.pdf1.13 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.