Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/308712
Type: TESE
Title: Distribuição dos polimorfismos dos genes do receptor de androgenos e da 5-alfa Redutase tipo II relacionados ao cancer de prostata em uma amostra da população masculina do estado de São Paulo
Author: Ribeiro, Marcelo Lima
Advisor: Hackel, Christine, 1955-
Abstract: Resumo: Dentre os fatores predisponentes ao câncer de próstata, existem evidências que suportam a hipótese de etiologia hormonal decorrente da ação dos andrógenos. A testosterona, sintetizada a partir do colesterol por uma série de reações envolvendo enzimas do citocromo P450, é convertida em dihidrotestosterona (DHT) sob ação enzimática da 5a-redutase (8RD5A2), em alguns tecidos andrógenos dependentes. A DHT liga-se ao receptor de andrógenos (AR), e o complexo DHT-AR promove a transcrição dos genes que contém elementos responsivos aos andrógenos. O objetivo desse trabalho foi avaliar a distribuição de polimorfismos nos genes AR (CAG, 81/82, GGN) e SRD5A2 (Ala49Thr, VaI89Leu), de considerada relevância no estabelecimento do risco de câncer de próstata, em 200 doadores de sangue de duas cidades do estado de São Paulo e 92 pacientes com câncer de próstata, por PCR, PCR-RFLP e A80H. Nossos dados indicam que as freqüências desses marcadores assemelham-se aos resultados ob servados em populações Norte Americanas e Européias. Dessa forma, pode-se concluir que os fatores genéticos relacionados ao risco de câncer de próstata, considerados relevantes na maioria das populações, também podem ser aplicados a essas populações urbanas brasileiras, onde contribuições significativas de "pools" gênicos de europeus e de africanos podem ser encontradas. Em relação aos pacientes, os resultados obtidos sugerem que o número de repetições GGN parece ser o melhor marcador molecular para o risco de câncer de próstata

Abstract: There is evidence to support the hypothesis of hormonal etiology of prostate cancer involving androgen action. Testosterone is synthesized from cholesterol by a series of reactions involving cytochrome P450 enzymes and is converted to dihydrotestosterone (DHT), a more potent androgen, by 5a-reductase type 2 (SRD5A2) in many androgen-dependent target tissues. DHT binds to androgen receptor (AR), and the DHT-AR complex transactivates a number of genes with AR-responsive elements. The aim of this study was to evaluate the distribution of polymorphisms for the AR (CAG, S1/S2, GGN), and SRD5A2 (Ala49Thr, Val89Leu) genes that are considered of relevance for prostate cancer risk, among 200 individuais from two cities of the Sao Paulo state, and in 92 prostate cancer patients by PCR, PCRRFLP and ASOH techniques. Our data shows that the allelic frequencies of these markers are very similar to those described in North American and European populations. Thus, the prostate cancer genetic risk factors that are considered of relevance in most populations can also be taken into account in Brazilian urban populations, where significant contributions from European and African gene pools can be found. Concerning the prostate cancer patients, our results suggest that the number of GGN repeats seems to be the most reliable marker for prostate cancer risk
Subject: Ácido desoxirribonucleico
Polimorfismo (Genética)
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2001
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Ribeiro_MarceloLima_M.pdf25.28 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.