Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/308642
Type: TESE
Degree Level: Doutorado
Title: Indução de quimerismo hematopoetico misto com fludarabina e irradiação corporal total pre transplante de celulas progenitoras perifericas, em pacientes com neoplasias hematologicas
Title Alternative: NST is feasible and safe for high risk hematopoietic
Author: Beltrame, Luiz Paulo
Advisor: Souza, Carmino Antonio de, 1951-
Abstract: Resumo: As elevadas taxas de mortalidade após transplante alogênico de medula óssea (TMO) com regime de condicionamento pré-transplante mieloablativo, levou-nos a iniciar a realização destes procedimentos utilizando-se regime de condicionamento pré-transplante não-mieloablativo, para pacientes considerados de maior risco. Esta modadlidade de tratamento passou a ser oferecida para pacientes com neoplasias hematológicas que devido à idade mais avançada, e/ou presença de comorbidades, eram inelegíveis para serem submetidos a um TMO convencional, e também para aqueles que estavam sendo submetidos a um segundo TMO. Entre julho de 2001 e outubro de 2005, 26 pacientes (leucemia mielóide aguda, n=1; leucemia mielóide crônica, n=1; Linfoma de Hodgkin, n=4; Linfoma não-Hodgkin agressivo, n=6; mieloma múltiplo, n=14) receberam TMO de um doador relacionado HLA-idêntico com células progenitoras periféricas (CPP), após um condicionamento pré-TMO não-mieloablativo. O regime de condicionamento consistia de fludarabina, 30 mg/m2/dia por 3 dias, e 2 Gy de irradiação corporal total. A profilaxia da doença do enxerto-contra-hospedeiro foi feita com ciclosporina-A por 56 dias, e micofenolato mofetil por 28 dias. Dos 26 pacientes, 23 (88%) encontravam-se em progressão de doença, e 24 (92%) estavam sendo submetidos ao segundo TMO. O seguimento mediano global foi de 436 dias (3-1397 dias), e o seguimento mediano dos pacientes vivos ao término deste estudo foi de 640 dias (135-1397 dias). São apresentados também, sem qualquer finalidade comparativa, os resultados de 47 pacientes que no mesmo período e na mesma unidade, foram submetidos ao TMO com CPP após um regime de condicionamento mieloablativo. Nos pacientes que receberam TMO com regime de condicionamento não-mieloablativo, a toxicidade não-hematológica foi branda e a recuperação rápida. Infecção bacteriana foi observada em 11 pacientes (44%). O tempo mediano com contagem de neutrófilos menor que 500 células por ml de sangue foi de 6 dias, e apenas 3 pacientes (12%) atingiram contagem plaquetária abaixo de 20.000. Quimerismo hematopoiético completo foi atingido em 25 pacientes (95%), e infusão de linfócitos do doador foi necessária em 6 indivíduos, sendo em 3 devido ao estado de quimerismo misto, e em 3 devido à progressão de doença. A doença do enxerto-contra-hospedeiro (DECH) aguda graus II ou maior ocorreu em 9 pacientes (37%) e a DECH crônica extensa ocorreu em 15 (60%). Houve 12 óbitos (46%), 7 relacionados a complicações do procedimento e 5 devido a progressão de doença. A sobrevida global, sobrevida livre de progressão e tempo para progressão nestes pacientes foram respectivamente 39% (95% IC, 15-63%), 33% (95% IC, 11-55%) e 64% (95% IC, 32-96%), considerando-se um tempo de seguimento mediano de 436 dias, com variação de 3 a 1397. O TMO com regime de condicionamento pré-transplante não-mieloablativo mostrou-se factível e seguro, com redução da toxicidade e mortalidade relacionadas ao procedimento, mesmo para pacientes com neoplasias hematológicas de alto risco

Abstract: Background and Objectives. High mortality rate after allogeneic hematopoietic stem cell transplantation (HSCT) with myeloablative conditioning prompted us to offer HSCT with non-myeloablative conditioning (NST). Design and Methods. Between July, 2001 and October, 2005, 26 patients [acute myeloid leukemia, n=1; chronic myeloid leukemia, n=1; Hodgkin¿s lymphoma, n=4; aggressive non-Hodgkin¿s lymphoma n=6; multiple myeloma (MM), n=14], received peripheral NST from HLA-identical siblings. Conditioning regimen consisted of fludarabine plus 2 Gy of TBI, and GVHD prophylaxis with cyclosporine-A plus micofenolate mofetil. Eighty-eight percent were in progression of disease (PD) and 92% were undergoing their second HSCT. Results. Non-hematologic toxicities were mild and transient. Bacterial infection occurred in 44%. Median time to granulocyte recovery was six days and only 12% achieved platelets count lower than 20 x 109/L. Full donor chimerism was established in 95%. Donor lymphocyte infusion was required in 6 patients, 3 because of mixed chimerism and 3 because of PD. A-GVHD grade II or higher was observed in 37%, and extensive c-GVHD in 60%. There were 12 deaths (46%), 7 transplant related mortality and 5 related to PD. OS, PFS and time to progression (TTP) were respectively 39% (95% CI, 15-63%), 33% (95% CI, 11-55%) and 64% (95% CI, 32-96%) for the whole group. MM patients had OS, PFS and TTP of 27% (CI 95%, 0-67%), 42% (95% CI, 8-76%) and 86% (95% CI, 60-100%), respectively. Interpretation and Conclusion. This approach showed feasible and safe with reduction in transplant related toxicities, even for these high risk hematopoietic malignancies
Subject: Transplante de medula óssea
Linfoma
Hodgkin, Linfoma não
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2006
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Beltrame_LuizPaulo_D.pdf1.24 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.