Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/308585
Type: TESE
Degree Level: Doutorado
Title: Caracterização molecular da fenilcetonuria em pacientes da região de Campinas
Title Alternative: Molecular characterization of phenylketonuria in patients of Campinas region
Author: Pollice, Erika Lourenço
Advisor: Bertuzzo, Carmen Sílvia, 1963-
Abstract: Resumo: A fenilcetonúria (PKU) é uma doença autossômica recessiva que na sua forma clássica é causada pela deficiência da enzima hidroxilase da fenilalanina (PAH), cuja função é catalisar a reação de hidroxilação da fenilalanina em tirosina. Uma alteração no gene da PAH leva a deficiência de hidroxilase da fenilalanina. O diagnóstico precoce é de suma importância, uma vez, que se não tratada, pode ocasionar retardo mental. A dieta pobre em fenilalanina previne esse retardo, tornando o diagnóstico precoce fundamental. Mais de 500 mutações que causam algum grau de hiperfenilalaninemia foram descritas no gene PAH. O conjunto e freqüências das mutações variam conforme a população. A população brasileira apresenta mistura étnica complexa, a freqüência das mutações varia muito conforme a região estudada. No Brasil, foram estudadas amostras de São Paulo (SP) e Rio Grande do Sul (RS) e Minas Gerais (MG). A grande variação observada nos níveis de fenilalanina nos primeiros meses de vida e sua correlação diminuída com o diagnóstico aponta para o seu valor prognóstico baixo, reforçando a necessidade da triagem de mutações. Este estudo teve como objetivo investigar as mutações mais freqüentes e estabelecer o perfil gênico de pacientes com PKU diagnosticados em serviços de triagem neonatal e que estejam em acompanhamento no Serviço Regional de Triagem Neonatal da UNICAMP. Foram analisadas as mutações V388M, IVS10nt11, IVS12nt1, R408W, através da técnica de PCR e digestão com enzima de restrição específica. Nos casos onde não foi detectada nenhuma dessas mutações, foi realizada a técnica de DHPLC com posterior sequenciamento dos pacientes com padrão de eluição alterado. As mutações R408W, IVS10-11G?A, IVS12+1G?A e V388M, não foram encontradas com grande freqüência em nossa amostra de fenilcetonúricos da região de Campinas. As demais mutações identificadas foram bem variadas. Os pacientes analisados neste trabalho possuem um perfil gênico distinto de indivíduos pertencentes a outras regiões do Brasil e relatados na literatura, refletindo na grande miscigenação existente na população brasileira

Abstract: Phenylketonuria (PKU) is an autosomal recessive genetic disorder caused by deficiency of the hepatic phenylalanine-4-hydroxylase (PAH), which catalyzes hydroxylation of phenylalanine to tyrosine. Deficiency of PAH is caused by mutations in the PAH gene, resulting in high serum levels of phenylalanine and mental retardation. Restriction of phenylalanine intake prevents neurological impairments of PKU. Mutation screening of PAH gene is a very useful strategy for accurate diagnosis, newborn phenotype prediction and to implement a dietary without phenylalanine. To date, almost 500 mutations have been identified in the PAH gene. The PAH mutation frequency could change with the studied population. The Brazilian population is compound by a great ethnic variation and the PAH mutation frequency could be very different depending on witch Brazilian region was studied. Previous studies in Brazilian patients were performed at São Paulo (SP), Rio Grande do Sul (RS) and Minas Gerais (MG) and the mutation frequency can be changed according to the population studied. The aim of this work was to analyze the most frequent PAH mutations previously described in other populations and determine the PKU molecular characterization in patients identified in the neonatal service of the Regional Newborn Screening Service/Campinas. The V388M, IVS10nt11, IVS12nt1 and R408W mutations were analyzed by PCR and RFLP. In addition, DHPLC and automatic sequencing were performed for patients whose initial screening was negative. Any of the R408W, IVS10-11G?A, IVS12+1G?A and V388M mutations was found in great frequency in our sample from Campinas region. The other mutations that could be detected in this sample were diversified. The genetic characteristics in these patients were different than others Brazilian populations
Subject: Fenilcetonúrias
Genótipo
Biologia molecular
Triagem neonatal
Reação em cadeia da polimerase
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: POLLICE, Erika Lourenço. Caracterização molecular da fenilcetonuria em pacientes da região de Campinas. 2008. 80f. Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciencias Medicas, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/308585>. Acesso em: 11 ago. 2018.
Date Issue: 2008
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Pollice_ErikaLourenco_D.pdf2.13 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.