Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/308541
Type: TESE
Degree Level: Doutorado
Title: Estudo de alterações estruturais nos genes CRYAA, CRYGC e CRYGD em pacientes com catarata congênita de uma população brasileira
Title Alternative: Study of structural alterations in genes CRYAA, CRYGC and CRYGD in patients with congenital cataract from a braziliam population
Author: Figueirêdo, Eugênio Santana de, 1981-
Advisor: Arieta, Carlos Eduardo Leite, 1956-
Abstract: Resumo: A catarata congênita é a principal causa de cegueira reversível na infância, com prevalência de um a cinco casos por 10.000 nascidos vivos. A forma hereditária corresponde a 50% desses casos, sendo a forma de transmissão autossômica dominante a mais comum. As alterações genéticas podem determinar mudanças no funcionamento das proteínas do cristalino, tais como cristalinas, conexinas, proteínas de transporte de membrana e proteínas de citoesqueleto. As cataratas nucleares e lamelares são as formas mais comuns entre as opacidades congênitas, e as alterações nos genes que codificam as proteínas ?A-cristalina (CRYAA), ?C-cristalina (CRYGC) e ?D-cristalina (CRYGD) têm sido relacionados com esses tipos de catarata. O presente estudo teve como objetivo determinar as alterações estruturais nos genes CRYAA, CRYGC e CRYGD em pacientes com catarata congênita bilateral, formas nuclear e lamelar, do ambulatório de catarata congênita do Hospital das Clínicas da Faculdade de Ciências Médicas da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Foram investigadas dez famílias (69 indivíduos), incluindo os casos-índice e seus parentes em primeiro grau. As regiões de codificação e as junções intron/exon foram amplificadas a partir de ácido desoxirribonucleico (DNA) genômico e submetidas à sequenciamento automático. Este estudo identificou seis polimorfismos (SNP) e uma mutação nos três genes investigados (gene CRYAA - SNP D2D, Y18Y e G137G; gene CRYGC - SNP G41G e S119S; gene CRYGD - SNP R95R e mutação Y134C), sendo três deles inéditos na literatura (G137G, G41G e Y134C). No gene CRYGD, a inédita mutação Y134C mostrou-se potencialmente deletéria para o funcionamento da proteína ?D-cristalina

Abstract: Congenital cataract is the leading cause of reversible blindness in childhood, with a prevalence of one to five cases per 10,000 live births. The hereditary form corresponds to 50% of these cases. The most common mode of inheritance is autosomal dominant with high penetrance. Genetic abnormalities determine changes in lens proteins, such as crystallins, connexins, membrane transport proteins and cytoskeletal proteins. The nuclear and lamellar cataracts are the most common among congenital opacities. Abnormalities in ?A-crystallin (CRYAA), ?C-crystallin (CRYGC) and ?D-crystallin (CRYGD) genes have been associated with these phenotypes. The present study aimed to determine the structural alterations in CRYAA, CRYGC and CRYGD genes in patients with bilateral congenital cataract, nuclear and lamellar forms, evaluated at Hospital das Clínicas, Faculdade de Ciências Médicas, Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), Ambulatório de Catarata Congênita. We investigated ten families (69 individuals), including the probands and their first-degree relatives. Coding regions and intron/exon boundaries were amplified from genomic deoxyribonucleic acid (DNA) and directly sequenced. Six single-nucleotide polymorphisms (SNP) and one missense mutation were identified (CRYAA gene - SNP D2D, Y18Y and G137G; CRYGC gene - SNP G41G and S119S; CRYGD gene - SNP R95R and mutation Y134C), three of them unpublished (G137G, G41G and Y134C). In the CRYGD gene, the novel mutation Y134C proved to be potentially damaging for functioning of the ?D-crystallin protein
Subject: Catarata
Genes
Mutação
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: FIGUEIRÊDO, Eugênio Santana de. Estudo de alterações estruturais nos genes CRYAA, CRYGC e CRYGD em pacientes com catarata congênita de uma população brasileira. 2013. 131 p. Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciências Médicas, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/308541>. Acesso em: 23 ago. 2018.
Date Issue: 2013
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Figueiredo_EugenioSantanade_D.pdf3.25 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.