Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/308479
Type: DISSERTAÇÃO
Degree Level: Mestrado
Title: Avaliação do efeito incretínico em indivíduos saudáveis, obesos não diabéticos e diabéticos tipo 2 pelo clamp isoglicêmico antes e após intervenção cirúrgica (derivação biliopancreática)
Title Alternative: Evaluation of the incretin effect in healthy subjects, obese nondiabetic and type 2 diabetic patients through isoglycemic clamp before and after surgery (biliopancreatic diversion)
Author: Osugue, Fernanda Satake Novaes, 1983-
Advisor: Geloneze Neto, Bruno
Neto, Bruno Geloneze
Abstract: Resumo: Objetivo: Comparar o efeito incretínico de indivíduos normotolerantes à glicose e obesos portadores de diabetes tipo 2 e avaliar a melhora 1 e 12 meses após cirurgia bariátrica (técnica de derivação biliopancreática) em obesos portadores de diabetes tipo 2. Metodologia: Um estudo longitudinal prospectivo foi realizado com duração de um ano. O efeito incretiníco foi avaliado pela técnica de clamp isoglicêmico (teste intravenoso de infusão de glicose isoglicêmico). Foram avaliados 33 participantes , divididos em dois grupos : um grupo controle caracterizado por indivíduos saudáveis não obesos e obesos (n : 23, homens / mulheres : 2 /21, idade 42 ± 9 anos , IMC 27,7 ± 5,1 kg/m2 , A1C 5, 5 ± 0,4 %) e um grupo intervenção composto por pacientes diabéticos do tipo 2 (n : 10, homens / mulheres : 0/ 10 , idade 46 ± 9 anos , IMC 35,0 ± 3,6 kg/m2, A1C 7,7 ± 1,3% ) . O efeito incretínico foi calculado de acordo com a fórmula: 100% x [resposta secretora das células ? pancreáticas no de teste de tolerância oral à glicose - resposta secretora das células ? pancreáticas no teste intravenoso]/resposta secretora das células ? pancreáticas no de teste de tolerância oral à glicose. O índice HOMA ( do inglês, Homeostasis Model of Assessment) foi utilizado para avaliar a sensibilidade à insulina . Resultados: Foi detectado um aumento no efeito incretínico calculado pela taxa de secreção de insulina (TSI) no grupo de intervenção de um ano ( 65 ± 25%) após a cirurgia bariátrica em comparação com pré-operatório (49 ± 24%) e um mês de pós-operatório (52 ± 34%), estatisticamente significativa com p < 0,05 . A sensibilidade à insulina igualou-se ao grupo controle (HOMA -IR 1,3 ± 1,3) precocemente com um mês de pós-operatório (HOMA -IR 1,6 ± 1,2) e todos os pacientes estavam em remissão do diabetes após um ano pós-operatório. Com um mês pós-operatório, 10% do peso pré-operatório foi perdido e 20 % em 1 ano. Conclusão: A derivação biliopancreática é capaz de melhorar o efeito incretínico em pacientes diabéticos com alcance precoce da sensibilidade insulínica

Abstract: Objective: To compare the incretin effect of individuals with normal glucose tolerance and type 2 diabetes obese subjects and evaluate the improvement 1 and 12 months after bariatric surgery (biliopancreatic diversion technique) in type 2 diabetes obese group. Methodology: A prospective longitudinal study was performed lasting one year. The incretin effect was assessed by isoglycemic clamp technique (isoglycemic intravenous glucose infusion test). We assessed 33 participants divided among two groups: the control group characterized by healthy non obese and obese subjects (n: 23, men/women:2/21,age 42±9 years, IMC 27,7 ± 5,1 kg/m2 , A1C 5,5 ± 0,4 %) and the intervention group compound by type 2 diabetic patients (n: 10, men/women: 0/10, age 46 ± 9 years, IMC 35,0±3,6 kg/m2, A1C 7,7 ± 1,3%). The incretin effect was calculated according to the formula: 100% x [?-cell secretory response to oral glucose tolerance test ¿ intravenous ?-cell secretory response]/?-cell secretory response to oral glucose tolerance test. Homeostasis Model of Assessment (HOMA) was used to asses insulin sensitivity. Results: We reported an increase in incretin effect calculated by insulin secretion rate (ISR) in the intervention group one year (65± 25%) after bariatric surgery compared with preoperative (49± 24%) and one month postoperative (52± 34%), statistically significant with p < 0,05. The insulin sensitivity equaled to control group (HOMA-IR 1,3 ± 1,3) early with one month postoperative (HOMA-IR 1,6 ± 1,2) and all patients were in remission of diabetes one year postoperative. By one month postoperative, 10% of preoperative weight was lost and 20% at 1 year after surgery. Conclusion: The biliopancreatic diversion is able to improve incretin effect in diabetic patients with early insulin sensitivity range
Subject: Diabetes mellitus tipo 2
Obesidade
Técnica Clamp de glucose
Cirurgia bariátrica
Desvio biliopancreático
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2014
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Osugue_FernandaSatakeNovaes_M.pdf1.64 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.