Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/308356
Type: TESE
Degree Level: Doutorado
Title: Avaliação da função motora em escolares de niveis socioeconomicos distintos e sua relação com o desempenho escolar
Title Alternative: Relationship between motor function and academic performance in first-graders from different socioeconomic settings
Author: Bobbio, Tatiana Godoy
Advisor: Barros Filho, Antonio de Azevedo, 1947-
Abstract: Resumo: Função motora se refere a fatores que envolvem a habilidade de usar e controlar os músculos estriados, responsáveis pela movimentação voluntária e é mais usada na área de coordenação motora. Função cognitiva entende-se por fases do processo de informação como percepção, aprendizagem, memória, atenção, vigilância, planejamento, raciocínio e solução de problemas. E o desempenho escolar, por fazer uso de todas as fases, pode ser definido como uma de suas ramificações do processo cognitivo. O desenvolvimento dessas duas funções era estudado separadamente, porém, atualmente, pesquisas têm demonstrado que estruturas cerebrais essenciais para a função motora, também são essenciais para as funções cognitivas e vice-versa. Os objetivos desse trabalho foram: (1) realizar revisão sistemática da literatura para investigar a relação entre estas funções, (2) avaliar a função motora e desempenho acadêmico de crianças de níveis socioeconômicos distintos e (3) observar a existência de associação entre a função motora e desempenho acadêmico. Foram avaliadas 02 crianças da primeira série do ensino Fundamental: 203 da escola pública e 199 de escola particular quanto à função motora por meio do Exame Neurológico Evolutivo ao inicio e ao final do ano letivo e quanto ao desempenho acadêmico por meio do Teste de Desempenho Escolar ao final do ano letivo. Um questionário contendo informações sobre os pais e a criança foi respondido previamente, pelo responsável. As escolas foram selecionadas intencionalmente para representar os dois níveis socioeconômicos distintos pretendidos. Na análise dos dados foram utilizados o teste qui-quadrado e razão de chances (odds ratio) pelo método de regressão logística multinomial. Para comparação entre as médias dos grupos utilizou-se o teste T de Student e Análise de Variância. Foi observada associação entre função motora e desempenho acadêmico, sendo que crianças com baixo escore na função motora apresentaram mais chance de baixo desempenho acadêmico. Sendo que crianças que passaram em menos provas de coordenação entre os membros apresentaram maior chance de baixo desempenho escolar comparadas as crianças que passaram em menos provas de controle motor fino seguido das provas de habilidades visuo-motora . Considerando o escore total na avaliação da função motora, as crianças da escola pública apresentaram uma escore médio significativamente mais baixo que as crianças da escola particular na tanto na avaliação inicial quanto na final. A coordenação entre os membros foi a categoria motora que mais contribuiu para a diferença entre as escolas. Ao comparar a primeira e a segunda avaliação em cada escola separadamente, pode-se verificar uma melhora na função motora ao longo do ano letivo, porém o percentual de melhora foi maior na escola pública. Existe relação entre função motora e desempenho acadêmico, sendo que dificuldade motora pode contribuir para o fraco desempenho acadêmico. As crianças de nível socioeconômico menos favorecido têm desempenho mais baixo na função motora quando comparadas às crianças de nível socioeconômico mais favorecido

Abstract: Motor function refers to factors involving the ability to use and control the striated muscles that are responsible for voluntary movement, and is most used in the area of motor coordination. On the other hand, cognitive function refers to phases in processing information such as perception, learning, memory, attention, awareness, planning, reasoning and problem solving. Due academic performance use all these phases, so it can be defined as part of cognitive function. The development of these two functions has been studied separately; however, recent studies have shown that the brain structures that are essential for motor function are also essential for cognitive function and vice-versa. The objectives of this study were to perform a systematic review of the literature to investigate the relationship between these functions, to evaluate motor function and academic performance in children from different socioeconomic backgrounds and to verify the existence of a relationship between motor function and academic performance. A total of 402 first-graders, 203 in a public elementary school and 199 in a private school, were evaluated with respect to motor function using a Developmental Neurological Examination at the beginning and at the end of the academic year. The children's academic performance was evaluated using the School Performance Test at the end of the academic year. A questionnaire requesting information on the parents and child was previously filled out by the child's guardian. The schools were selected intentionally to represent the two different socioeconomic levels required by the protocol. Data were analyzed using the chi-square test of association and odds ratios according to the multinomial logistic regression method. Student's t-test and analysis of variance were used to compare means between groups. An association was found between motor function and academic performance, a lower score for motor function being associated with poorer academic performance. The risk of poor academic performance was greater when based on the interlimb coordination test rather than on any of the other categories investigated. The mean overall score obtained in the evaluation of motor function was 17.8 for the children in the public school and 19.7 for those in the private school at the first evaluation and 19.7 and 20.5, respectively, at the second evaluation, with a statistically significant difference between these means at both evaluations. Interlimb coordination was the motor category that most contributed to this difference between the schools. Comparing the first and second evaluation in each school separately, an improvement was found in motor function during the academic year; however, the percentage of improvement was greater in the public school. There is an association between motor function and academic performance, poor motor function possibly contributing towards poor academic performance. Children from less favorable socioeconomic backgrounds have poorer motor function compared to children of higher socioeconomic levels
Subject: Destreza motora
Baixo rendimento escolar
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2010
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Bobbio_TatianaGodoy_D.pdf16.75 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.