Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/308340
Type: TESE
Title: Desenvolvimento neuromotor e crescimento dos quatro aos seus anos de idade em relação a fatores ambientais e condições de nascimento
Title Alternative: Neuromotor development and growth of the four/six years of age in relation to the ambient factors and conditions of birth
Author: Bourscheid, Débora
Advisor: Barros Filho, Antonio de Azevedo, 1947-
Filho, Antonio de Azevedo Barros
Abstract: Resumo:Analisar o desenvolvimento neuromotor e crescimento dos quatro a seis anos de idade em relação a fatores ambientais e condições de nascimento em Cascavel - PR. Métodos: Estudo transversal aprovado pelo comitê de ética da Unioeste sob parecer 345/2004 de nascidos nos anos de 2002, 2003 e 2004 realizados no ano de 2008. A amostra contou com 157 crianças de 4 anos, 373 de 5 e 146 de 6 anos, totalizando 676 crianças. A amostra foi dividida em crianças nascidas pré-termo (?37 semanas gestacionais) com 93 (13,76%) da amostra; 61 (9,00%) de crianças nascidas com baixo peso (?2500g). O desenvolvimento neuromotor foi avaliado pelo "Exame Neurológico Evolutivo (ENE) de Lefévre, (1972)". Foi respondido pelos pais um questionário com informações das condições de nascimento, de fatores ambientais e condições socioeconômicas. Para a análise utilizaram-se os programas Epi-Info 6.0 e SPSS versão 13.0. O Test T-Student foi usado para comparar as médias de amostras independentes e Regressão Logística Binária, (p < 0,05). Resultados: Houve diferença significativa na regressão logística entre as idades gestacionais nas provas de Coordenação Apendicular e Coordenação Tronco-Membro. As crianças nascidas prétermo mostraram-se inadequadas para as provas de Coordenação Apendicular com força de predição (overall percentage) igual a 73,1%; verificou-se que a Coordenação Apendicular aumenta a adequação em 49,5% conforme muda o tempo gestacional para mais de 37 semanas. A Coordenação Tronco-Membro obteve força de predição igual a 67,8%; apresentou-se 5,6 vezes maior quando o tempo de gestação passa a ser de mais de 37 semanas. As variáveis de risco associadas ao desenvolvimento de crianças prétermo foram idade, sexo, Apgar, nível socioeconômico e tipo de parto. Foi observado que a chance da Coordenação Apendicular estar adequada a idade aumenta em 20,2% conforme melhora a classe social; é 2,4 vezes maior a cada aumento da idade da criança é 9 vezes mais adequada para o sexo masculino, quando associado ao sexo feminino; é 2,14 vezes maior a cada aumento do Apgar, ou seja, quanto menor o Apgar maior a chance de a criança apresentar inadequação nas provas de Coordenação Apendicular. Foi observado que chance da Coordenação Tronco-Membro apresentar-se adequada para a idade é aproximadamente 2 vezes maior quando aumenta as condições socioeconômica; aumenta em 56,3% quando muda o tipo de parto de cesárea para normal. Quando analisado o grupo de crianças nascidas com baixo peso foi observado que o peso ao nascer não é o fator de maior risco no desenvolvimento neuromotor. Para as provas de Equilíbrio Estático obteve-se força de predição igual a 83,3%, onde apenas a variável tipo de parto foi significativa sendo que a chance da variável Equilíbrio Estático estar adequada é 2,6 vezes maior conforme o tipo de parto de cesárea para normal. Nas provas de Sensibilidade com força de predição de 80,6%, observou-se que a chance da Sensibilidade estar adequada é 1,2 vezes maior conforme aumenta o perímetro cefálico de nascimento; aumentam em 24,2% conforme aumenta o nível socioeconômico; é 1,4 vezes maior conforme aumenta a escolaridade da mãe. A Coordenação Apendicular obteve força de predição igual a 67,00%, sendo que a chance de apresentar-se adequada aumenta em 30,2% conforme muda o tipo de parto de cesárea para normal e é 1,7 vezes maior conforme aumenta a escolaridade da mãe. A Coordenação Tronco-Membro foi a única variável neuromotora significativa com o peso ao nascer com força de predição igual a 60,3%, sendo que a chance de apresentar-se adequada aumenta em 57% conforme aumenta o peso ao nascer; e é 1,7 vezes maior conforme aumenta a classificação do nível socioeconômico. Conclusão: Conclui-se que o fator prematuridade interfere no desenvolvimento neuromotor de crianças em idade pré-escolar, essencialmente nas aptidões de Coordenação Apendicular e Tronco Membro e os fatores de risco do nascimento prematuro está associado à idade, ao sexo, ao nível socioeconômico, ao Apgar e tipo de parto. Conclui-se que o desenvolvimento neuromotor de crianças nascidas com baixo peso tende a aparecer na medida em que a criança cresce e em aptidões que envolvam maior complexidade motora. Conclui-se que aspectos de pequena medida de perímetro cefálico de nascimento, baixo nível socioeconômico e pouco tempo de escolaridade da mãe e tipo de parto cesárea estão associados a não adequação das aptidões motoras avaliadas pelo ENE

Abstract: To analyze the neuromotor development and growth of the four/six years of age in relation the ambient factors and conditions of birth in Cascavel - PR. Methods: Transversal study approved by the committee of ethics of Unioeste under seeming 345/2004 of been born in the years of 2002, 2003 and 2004 carried through in the year of 2008. The sample counted on 157 children of 4 years old, 373 of 5 and 146 of 6 years old, totalizing 676 children. The sample was divided in born children daily pay-term (?37 gestational weeks), being 93 (13.76%) of the sample; children Born with low weight (?2500g), 61 (9.00%) and children born in gestational time and weight of adjusted birth, 522 (77.24%). The neuromotor development was evaluated by "Evolutionary Neurological Examination (ENE) of Lefévre, (1972)". A questionnaire with information of the birth conditions was answered by the parents, of ambient factors and socioeconomic conditions. For the analysis the programs had been used Epi-Info 6,0 and SPSS version 13.0. The Test T-Student was used to compare the averages of independent samples and Binary Logistic Regression, (p<0,05). Results: It had significant difference in the logistic regression enters the gestational ages in the tests of Appendicular Coordination and Trunk-Member Coordination. The Born children daily pay-term had revealed inadequate for the tests of Appendicular Coordination with force of prediction (overall percentage) equal 73.1%; it was verified that the Appendicular Coordination increases the adequacy in agreement 49,5% more than changes the gestational time for 37 weeks. The Trunk-Member Coordination got force of equal prediction 67.8%; one presented 5.6 times bigger when the gestation time starts to be of more than 37 weeks. The variable risks associates to the development of children daily pay-term had been age, sex, Apgar, socioeconomic level and type of childbirth. It was observed that the possibility of the Appendicular Coordination to be adequate to the age increases in agreement 20.2% improves the social classroom; it is 2.4 times bigger to each increase of the age of the child is 9 times more adjusted for the masculine sex, when associate to the feminine sex; it is 2.14 times bigger to each increase of the Apgar, that is, how much lesser the Apgar bigger the possibility of the child to present inadequação in the tests of Appendicular Coordination. It was observed that possibility of the Trunk-Member Coordination to present itself adequate for the age is approximately 2 times bigger when increases the socioeconomic conditions; it increases in dumb 56.3% when the type of childbirth of Caesarean for normal. When analyzed the group of children born with low weight it was observed that the weight to the rising is not the factor of bigger superiority in the neuromotor development. For the tests of static balance force of equal prediction 83.3%, where only the changeable type of childbirth was significant being that was gotten the possibility of the changeable Static balance to be adequate is 2.6 times bigger as the type of childbirth of Caesarean for normal. In the tests of Sensitivity with force of prediction of 80.6%, it was observed that the possibility of Sensitivity to be adequate is 1.2 times bigger as increases the cephalic perimeter of birth; they increase in 24.2% as increases the socioeconomic level; it is 1.4 times bigger as increases the school level of the mother. The Appendicular Coordination got force of equal prediction 67.00%, being that the possibility to present itself adequate increases in agreement 30.2% changes the type of childbirth of Caesarean for normal and is 1.7 times bigger as increases the school level of the mother. The Trunk-Member Coordination was the only significant neuromotor variable with the weight to the rising with force of equal prediction 60.3%, being that the possibility to present itself adequate increases in 57% as increases the weight to the rising; e is 1.7 times bigger as increases the classification of the socioeconomic level. Conclusion: One concludes that the factor prematurity intervenes with the neuromotor development of children in preschool age, essentially in the aptitudes of Appendicular Coordination and Trunk- Member and the factors of risk of the premature birth is associated with the age, the sex, the socioeconomic level, the Apgar and type of childbirth. It is concluded that the neuromotor development of children born with low weight associates it aspects of measure of cephalic perimeter of birth, socioeconomic level and school level of what with the weight of birth in itself
Subject: Fatores de risco
Maturidade fetal
Peso ao nascer
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2010
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Bourscheid_Debora_D.pdf1.96 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.