Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/308332
Type: TESE
Title: Prevalencia do aleitamento materno, introdução complementar de alimentos e crescimento de crianças menores de dois anos em Campinas, São Paulo
Title Alternative: Prevalence of breastfeeding, introduction of complementary food and growth of infants less than two years of age in Campinas, São Paulo, Brazil
Author: Bernardi, Julia Laura Delbue
Advisor: Barros Filho, Antonio de Azevedo, 1947-
Filho, Antonio de Azevedo Barros
Abstract: Resumo: O presente estudo verificou a prevalência do aleitamento materno, a idade mediana de introdução de alimentos complementares e o crescimento de crianças menores de dois anos, correlacionados às características sócio-econômicas, de moradores da cidade de Campinas, São Paulo. Entre os anos de 2004 e 2005 de forma ininterrupta, 2857 lactentes foram sorteados do banco de dados da Declaração de Nascidos Vivos (SINASC), cujas mães responderam, em seu domicílio, a um questionário estruturado para obter informações sobre condições sócio-econômicas da família, amamentação, alimentação complementar e crescimento de seu filho. A entrevista teve duração aproximada de uma hora e ao final, foram aferidos o peso e o comprimento da criança. A mediana encontrada para o aleitamento materno exclusivo foi de 90 dias e para o aleitamento materno predominante e geral 120 dias, respectivamente. Com um mês, 66,2% dos lactentes estavam mamando exclusivamente, índice que baixou para 21,2% aos quatro meses e para 2,3% aos seis meses. Os lactentes de cor de pele branca foram amamentados por mais tempo do que os de pele negra/parda (p<0,001). A introdução mediana dos alimentos complementares mostrou-se precoce para líquidos e guloseimas, adequada para alimentos sólidos e semisólidos e tardia para ovos. O crescimento ponderal e linear revelou adequado padrão quando comparado à referência recomendada pela OMS (WHO 2006). Aproximadamente 67% das crianças eram eutróficas para peso e comprimento, com leve aumento para excesso de peso (6,7%) em relação à desnutrição (2,3%). Os meninos de mães desempregadas apresentaram menor peso que os de mães com profissão de nível técnico. As meninas de mães com profissões relacionadas à área da saúde, apresentaram menor comprimento do que as de profissões técnicas, em relação ao aleitamento predominante. O presente estudo revelou que, embora o tempo do aleitamento materno esteja aquém dos padrões recomendados, ainda é maior que a média nacional. No entanto, há precocidade na introdução dos alimentos que completam a dieta dos lactentes, principalmente de líquidos e guloseimas, embora estas características não estejam interferindo no padrão de crescimento

Abstract: The current survey verified the prevalence of breastfeeding, the median for introduction of complementary foods and the growth of infants less than two years of age, associated with the socioeconomic status in Campinas, São Paulo, Brazil. During 2004 and 2005, 2857 mothers of infants of a randomized sample, based on data of ¿Declaration of Born Alive¿, were interviewed in order to obtain information on socioeconomic status, practice of breastfeeding, introduction of complementary foods, growth and diseases. The interviews lasted one hour approximately and weight and length of newborns were measured. The median of exclusive breastfeeding (EB) was 90 days and for the predominant breastfeeding (PB) and for full breastfeeding (FB) was 120 days. At 1 month, 66,2% of infants were exclusively brestfed; at 4 months and 6 months these percentages decreased to 21,2% and 2,3% , respectively. The white skin newborns were breastfed longer than the black skin newborns. The median for the introduction of complementary foods presented early introduction of liquids and candies, adequate for salted semi-solid and solid foods and later for eggs. The ponderal and linear growth showed adequate patterns when compared to international recommendation, with approximately 67% of newborns at the percentiles of eutrophia for weight and length, with a low increase to overweight (6,7%) in relation to malnutrition (2,3%). In relation to maternal occupation, males of unemployed mothers presented a lower weight when compared to mothers of a technical level. The females of mothers of health occupation presented lower length when compared to mothers of a technical level or low schooling in relation to exclusive breastfeeding. The current survey showed the median of the breastfeeding duration in Campinas is not adequate when compared to the international recommendation, but it is better than others places of Brazil. Campinas presented early introduction of complementary foods in the dietary intakes of the infants, principally liquids and candies, although these factors did not interfere at the growth
Subject: Aleitamento materno
Alimentos complementares
Crianças - Crescimento
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2007
Appears in Collections:FCM - Dissertação e Tese

Files in This Item:
File SizeFormat 
Bernardi_JuliaLauraDelbue_D.pdf3.53 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.