Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/308328
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.CRUESPUNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINASpt_BR
dc.identifier(Broch.)pt_BR
dc.descriptionOrientador : Antonio de Azevedo Barros Filhopt_BR
dc.descriptionDissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciências Médicaspt_BR
dc.format.extent96p. : il.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.typeDISSERTAÇÃOpt_BR
dc.titlePrevalencia de obesidade em adolescentes da rede estadual de ensino da cidade de Bragança Paulista - SPpt_BR
dc.contributor.authorRamos, Alessandra Maria Prata Paiosinpt_BR
dc.contributor.advisorBarros Filho, Antonio de Azevedo, 1947-pt_BR
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual de Campinas. Faculdade de Ciências Médicaspt_BR
dc.contributor.nameofprogramPrograma de Pós-Graduação em Ciências Médicaspt_BR
dc.subjectAdolescentespt_BR
dc.subjectObesidade na adolescênciapt_BR
dc.subjectAntropometriapt_BR
dc.description.abstractResumo: o número de adolescentes com sobrepeso e obesidade tem aumentado nas últimas décadas, constituindo importante fator de preocupação na área de Saúde Pública. Os objetivos do trabalho foram determinar a prevalência da obesidade entre adolescentes da Rede Estadual de Ensino da cidade de Bragança Paulista, SP, avaliar a sua composição corporal, comparar a prevalência da obesidade em diferentes faixas etárias e sexo, relacionar a obesidade com o peso ao nascer e relacionar a obesidade dos adolescentes com o estado nutricional de seus pais. Foi realizado um estudo transversal com 1.334 adolescentes, na faixa etária de 11 a 18 anos, matriculados nas escolas da Rede Estadual de Ensino da 5' série ao 3° colegial, sendo 796 (59,7%) do sexo feminino e 538 (40,3%) do sexo masculino. As variáveis estudadas nos adolescentes foram: sexo, idade (anos completos), cor da pele, escolaridade (ano que está fteqüentando a escola), peso ao nascer (Kg), peso atual (Kg), estatura (em), prega cutânea do tríceps (mm), circunferência do braço (em). As variáveis estudadas nos pais foram: sexo, idade (anos completos), peso atual (Kg), estatura (cm) e escolaridade (número de anos completos que a mãe e o pai fteqüentaram a escola). O diagnóstico nutricional foi feito por meio do índice de massa corpórea -IMC (peso (Kg)/Altura2 (m)), composição corporal (por meio das medidas das pregas cutâneas do tríceps e subescapular, da porcentagem de gordura corporal- equações de SLAUGHTER et ai., 1988 e da área muscular e adiposa do braço - FRISANCHO, 1981) e da Avaliação do Estado Nutricional. Esta foi realizada por meio das medidas anteriores de acordo com indicadores antropométricos recomendados para adolescentes proposto por MUST, DALLAL, DIETZ, 1991 e COLE et ai., 2000. Os resultados encontrados em ambos os critérios mostram uma baixa prevalência de obesidade entre os adolescentes (MUST et ai., 1991: 3,5%; COLE et ai., 2000: 2,5%). Observou-se pelas curvas de crescimento do IMC, das pregas e gordura corporal, que as meninas a partir dos 16 anos diminuem os valores altos, apresentando um estreitamento entre o percentil 75 e 95, enquanto que nos meninos esse afastamento não diminui. Encontrou-se maior prevalência da obesidade em adolescentes que possuem pais (pai e mãe) obesos, quando comparados aos pais com peso normal. Não foi vista associação entre o IMC dos filhos com a escolaridade dos pais e com o peso ao nascer dos adolescentes. Conclui-se que a obesidade não é um problema de Saúde Pública entre os adolescentes da Rede Estadual de Ensino de Bragança Paulista, que a meninas a partir dos 16 anos apresentam uma preocupação com o peso, existe associação do IMC dos adolescentes com o dos pais e uma maior porcentagem de adolescentes obesos quando o seus pais (pai e mãe) também são obesospt
dc.description.abstractAbstract: In the last two decades, the number of overweighted and obese teenagers has increased, being this a great concem for the Public Health. This study aimed to determine the prevalence of obesity among teenagers who attend State Schools in the city ofBragança Paulista (SP), to asses their body composition, to compare the prevalence of obesity in two di:fferent age and sex ranges, to establish a relationship between the teenage obesity and birth weight, and teenage obesity and parent nutritional state. It was performed by cross sectional study comprising 1334 teenagers, of age ranging from 11 to 18 years, regularly registered from 5thto 12thgrade, being 796 (59.7%) female and 538 (40.3%) male . For the teenagers the following variables were studied: sex, age (complete years), skin color , educationallevel (grade in which the student is registered), birth weight (K.g),current weight (Kg), height (cm) , triceps skinfold (cm). The variables studied for the parents were: seXoage (complete years), current weight (kg), height (cm) and educational leveI (the number of years both parents have attended school). To accomplish the nutritional diagnostic it was determined the body mass index, (BMI - given by: weight (kg)/height(mi), the body composition (by measuring triceps and subscapular skinfolds, the body fat percentage - according to the equations described in SLAUGHTER et al., 1988, and arm musc1eand fat area - according to FRISANCHO, 1981) and the assessment of nutritional state. The nutritional state evaluation was performed by previous measurements according to the anthropometric indexes recommended by MUST et ai, 1991,andCOLEet al., 2000for teenagers.Results obtainedusing bothcriteria indicateda low prevalence of obesity among adolescents (MUST et a!. 1991 : 3.5%; COLE et aI., 2000: 2.5%). It was observed by the BMI, skinfold and body fat centile curves, that there is a decrease of top values for girls over 16 years, with the percentil values narrowing between 75 and 95; for the boys such reduction was not observed. From the data analyzed, it can be concluded that: obesity is not an issue of Public Health among teenagers of State Schools in Bragança Paulista; girls over16 concem about their weight; there is a relationship between teenagers BMI an the parents index, and the percentage of obesity among teenagers increase when both parents are also obeseen
dc.publisher[s.n.]pt_BR
dc.date.issued2002pt_BR
dc.identifier.citationRAMOS, Alessandra Maria Prata Paiosin. Prevalencia de obesidade em adolescentes da rede estadual de ensino da cidade de Bragança Paulista - SP. 2002. 96p. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciências Médicas, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/308328>. Acesso em: 1 ago. 2018.pt_BR
dc.description.degreelevelMestradopt_BR
dc.description.degreedisciplineCiencias Biomedicaspt_BR
dc.description.degreenameMestre em Ciências Médicaspt_BR
dc.contributor.committeepersonalnameBarbieri, Marco Antoniopt_BR
dc.contributor.committeepersonalnameZeferino, Angélica Maria Bicudopt_BR
dc.date.defense2002-07-02T00:00:00Zpt_BR
dc.date.available2018-08-01T09:20:24Z-
dc.date.accessioned2018-08-01T09:20:24Z-
dc.description.provenanceMade available in DSpace on 2018-08-01T09:20:24Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Ramos_AlessandraMariaPrataPaiosin_M.pdf: 14558682 bytes, checksum: cd0e9e278d005d9c3f3ce3aea2c99035 (MD5) Previous issue date: 2002en
dc.identifier.urihttp://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/308328-
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Ramos_AlessandraMariaPrataPaiosin_M.pdf14.22 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.