Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/308290
Type: DISSERTAÇÃO
Degree Level: Mestrado
Title: Estudo do sistema Nadph oxidase e atividade glutationa peroxidase celular em granulocitos e celulas mononucleares de crianças e adolescentes com asma segundo a gravidade da doença
Author: Marçal, Livia Esteves
Advisor: Condino Neto, Antonio, 1961-
Abstract: Resumo: A asma, como outras doenças alérgicas, caracteriza-se por distúrbios do sistema imunológico e aherações funcionais de várias linhagens de células inflamatórias, dentre as quais os fagócitos. Estes contêm uma NADPH oxidase associada à membrana, que produz superóxido e outros reativos intermediários do oxigênio, responsáveis por atividades microbicida, tumoricida e inflamatória, mas que constituem, também, fator de risco para injúria oxidativa dos tecidos, durante . os processos inflamatórios. Os reativos intermediários do oxigênio têm vários efeitos já documentadosna patogênese da asma. O objetivo deste trabalho foi investigar aspectos bioquímicos do sistema NADPH oxidase e glutationa peroxidase celular dos granulócitos e células mononucleares de crianças e adolescentes asmáticos, segundo a gravidade da doença. O estudo incluiu 66 crianças e adolescentes de 6 a 16 anos e 40 indivíduos sadios. Os pacientes foram submetidos a investigação laboratorial de rotina, testes alérgicos e prova de função pulmonar e classificados de acordo com os critérios do GINA-NIH, 1997. Amostras de sangue periférico foram colhidas dos pacientes e indivíduos sadios para realização dos ensaios sobre atividade NADPH oxidase (44 pacientes e 28 sadios), conteúdo do citocromo bm (30 pacientes e 8 sadios) e GSH-Px celular (22 pacientes e 10 sadios). Os resultados foram agrupados em textos e gráficos para análise estatística. Foram utilizados Análise de Variância (ANOVA) para comparar a liberação de superóxido entre os grupos, teste não-paramétrico de Kruskal-Wallis para comparar o conteúdo de citocromo bm e a GSH-Px celular entre grupos. Observamos maior liberação de superóxido por granulócitos dos pacientes asmáticos com sintomatologia persistente e com maior comprometimento da função pulmonar quando comparada à de indivíduos sadios ou portadores de asma intermitente (p<0,05). Células mononucleares estimuladas com PMA de pacientes com asma e VEF}<60%também liberaram mais superóxido do que células mononucleares de indivíduos sadios e asmáticos com obstrução leve (VEF1>80%)ou moderada (VEF1entre 60 e 80%) (p<0,05). Não encontramos diferença significativa nas dosagens de citocromo bm nem na atividade GSH-Px celular em granulócitos e células mononucleares, entre os diversos grupos de pacientes asmáticos e os indivíduos sadios. Estes resultados demonstram que a liberação de superóxido por leucócitos do sangue periférico é um parâmetro que correlaciona o processo inflamatório na asma com a gravidade da doença, já que em pacientes mais graves esta foi maior do que naqueles com quadro clínico mais leve e nos indivíduos sadios. Estes achados sugerem uma possível utilização deste método pouco invasivo como monitorização da inflamação e injúria pulmonar

Abstract: The aim of this work was to investigate the NADPH activity and glutathione-peroxidase activity in peripheral blood granulocytes and mononuc1ear cells ITomasthmatic children c1assifiedaccording to GINAINIH (1997) criteria. We selected 66 patients (six to 16 years of age) and 40 healthy individuaIs. Blood sampIes from patients and healthy controls were collected and leukocytes were isolated for the evaIuation of superoxide re1ease,cytochrome b558 and cellular glutathione-peroxidase activity. The results were compared to those obtained ITomheaIthy controls by analysis ofvariance and Kruskal-Wallis test. The reIease of superoxide by granulocytes was significantly higher in the patients with persistent symptoms compared to healthy individuaIs or patients with intermittent symptoms (p<0.05). Mononuc1ear cells stimuIated by PMA also reIeased more superoxide in asthmatic chiIdren with FEV1<60% than in healthy controls and patients with milder obstruction (FEV1>60%) (p < 0,05). There was no significant difference in the cytochrome b558measurement nor in the cellular GSH-Px activity in granulocytes or mononuc1earcells, among groups of patients and healthy individuaIs. We conc1udethat superoxide reIease by peripheral bIood cells can be a parameter that corre1ates the inflammatory process in asthma and the disease severity. Pharmacological modulation should focus on this pathological finding
Subject: Asma em crianças
Radicais livres (Quimica)
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2001
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Marcal_LiviaEsteves_M.pdf17.69 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.