Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/308263
Type: DISSERTAÇÃO
Degree Level: Mestrado
Title: Ruído em sala de parto = mensuração dos níveis e humanização da assistência
Title Alternative: Noise in the delivery room : measurement of the levels and humanization of assistance
Author: Sanfelice, Clara Fróes de Oliveira
Advisor: Shimo, Antonieta Keiko Kakuda, 1953-
Abstract: Resumo: Objetivo: Avaliar o nível de ruído em sala de parto durante o processo de nascimento em duas maternidades públicas do interior do Estado de São Paulo, sendo uma com atividades de ensino (H1), segundo o tipo de parto. Metodologia:Trata-se de um estudo exploratório, descritivo e observacional. Utilizou-se o decibelímetro para registrar os níveis de pressão sonora em decibéis (dB) que permaneceu ligado durante o momento do parto e também um formulário do tipo checklist para anotação de variáveis (tempo de duração, número de pessoas em sala, valor máximo, médio e mínimo do ruído). A coleta de dados segue as normas da NBR 10-151 e foi realizada de agosto de 2010 a janeiro de 2011. O tamanho amostral foi constituído de 34 partos para o H1 e 45 para o H2. Utilizou-se o teste de Kolmogorv-Smiinov para avaliar a aderência das variáveis à distribuição normal. Os níveis de ruídos foram comparados segundo o hospital, utilizando-se o teste de Mann-Whiteney, e o tipo de parto, empregando-se o teste de Kruskal-Wallis. Resultados: O nível de ruído médio global foi de 64dB; sendo 61,2dB para o H1 e 65,3dB para o H2. O parto vaginal sem analgesia obteve ruído médio de 66,9dB, seguindo-se de 63dB para o parto vaginal com analgesia e 61,8dB para a cesárea. O número de pessoas em sala foi superior no hospital de ensino (p=0,0008) e para o parto cesáreo (p=<0,0001). Conclusão: o nível de ruído médio global foi de 64dB, superior a todos valores recomendados pelas normas regulamentadoras atuais, nacionais e internacionais, em ambas as instituições e para todos os tipos de parto, representando um fator preocupante para todos profissionais envolvidos diretamente à assistência ao parto

Abstract: Objective: To assess the noise level in the delivery room during the birth process in two public hospitals in the state of Sao Paulo, one of them a teaching hospital (H1), considering the type of delivery. Methodology: This is exploratory, descriptive and observational. We used a decibel meter to record the sound pressure in decibels(dB) that remained on during the time of delivery and also form a kind of check list for an notation variables (duration, number of people in the room, maximum, average and minimum noise). Data collection follows the standards of ISO10-151 and was conducted from august 2010 to January 2011. We used the test-Kolmogorv Smiinov to asses adherence to the normal distribution of variables. The noise levels were compared according to the hospital using the Mann-Whiteney and compared according to type of delivery employing the Kruskal-Wallis. Results: The average overall noise level was 64 dB, from 61.2 dB to 65.3 dB for H1 and H2. A vaginal delivery without analgesia had average noise of 66.9 dB, followed by a 63 dB for vaginal delivery with analgesia and 61.8 dB for CS. The number of people in the room was higher in the teaching hospital (p=0,0008) and cesarean delivery (p=<0,0001). Conclusion: The average overall was 64 dB, superior to all recommended values by current regulatory standards, national and international in both institutions and all types of current delivery, representing a concern for all professionals directly involved in maternity care
Subject: Parto
Ruido - Medição
Parto humanizado
Enfermagem obstétrica
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2011
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Sanfelice_ClaraFroesdeOliveira_M.pdf2.38 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.