Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/308230
Type: TESE
Degree Level: Doutorado
Title: Mortalidade feminina em idade fertil no municipio de Cascavel - PR no periodo de 1991 a 2000
Author: Cardoso, Marcelo Pontual
Advisor: Faúndes, Anibal, 1931-
Abstract: Resumo: Estudo epidemiológico descritivo de base populacional, incluindo todas as Declarações de Óbitos (0.0.) de mulheres com idade de 10 a 49 anos, residentes no Município de Cascavel-PR, ocorridos entre 1991 e 2000. As 0.0. foram identificadas na Secretaria Municipal de Saúde, nos dois Cartórios de Registro de Óbito do Município, e na Divisão de Dados de Mortalidade da Secretaria Estadual de Saúde do Paraná Identificaram-se 869 0.0. Em casos de 0.0. incompletas ou duvidosas, realizou-se entrevista com familiares e pesquisa nos prontuários de hospitais. As causas básicas de óbito foram codificadas e/ou recodificadas de acordo com o CID-10 (Classificação Internacional de Doenças, 10a Revisão). Os dados populacionais foram estimados pelo Instituto Paranaense de Desenvolvimento Econômico e Social - IPARDES, e o número de nascidos vivos a partir do SINASC (Sistema de Informações dos Nascidos Vivos). A mortalidade foi analisada segundo causas, idade e ano de ocorrência. Foi utilizado o teste do qui-quadr<;ido de Mantel-Haenszel adotando-se como limite de significância p<0,05. O principal grupo de causas de óbito foi causas externas (coeficiente 29,4), 2° - doenças do aparelho circulatório (22,7), 3° - neoplasias (21,3), 4° - doenças infecto-parasitárias (5,8) e 5° - mortalidade materna (5,5). O grupo das causas externas de mortalidade foi o mais freqüente até a idade dos 34 anos, e o terceiro entre 35 e 49 anos. As causas cardiovasculares e as neoplasias (nessa ordem) foram as mais freqüentes no grupo entre os 35 e os 49 anos, com coeficiente de mortalidade tanto maior quanto maior a idade. A principal causa infecto-parasitária foi Aids, sobretudo a partir da segunda metade do período do estudo. A razão de mortalidade materna global foi de 83,1/100.000 nascidos-vivos, com 40% por causas indiretas. As principais causas diretas foram: hipertensão, aborto e as complicações do puerpério. No Município de Cascavel, como no resto de Brasil, a mortalidade feminina poderia ser bem menor com medidas que pudessem controlar melhor as causas externas de morte e a epidemia de Aids entre as mulheres jovens. Seria recomendável o monitoramento permanente da evolução da mortalidade feminina do Município

Abstract: Epidemiological descriptive population-based study, including ali Death Certificates (D.C.) of women aged 10-49 years, living in Cascavel in the period of 1991-2000. D.C. were identified at the Secretaria Municipal de Saúde, in notary offices and in the Divisão de Dados de Mortalidade da Secretaria Estadual de Saúde do Paraná As a whole, 869 D.C. were identified. When these D.C. were incomplete or doubtful, was carried out an investigation of the corresponding clinical records and with interviews of relatives. The basic causes of death were codified and/or recodified according to the ICD-10. Population data were estimated by the Instituto Paranaense de Desenvolvimento Econômico e Social - IPARDES, and the number of livebírths, from the "Live Births Information System" (SINASC). Mortality was analyzed according to causes, age and year of occurrence
Subject: Mães - Mortalidade - Paraná
Morte - Causas
AIDS (Doença)
Medicina preventiva
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2005
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Cardoso_MarceloPontual_D.pdf4.92 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.