Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/307199
Type: TESE DIGITAL
Title: Modelos matemáticos em câncer abordando fase inicial e tratamento de tumor avascular
Title Alternative: Mathematical modeling in cancer addressing the early stage and treatment of avascular tumors
Author: Fassoni, Artur César, 1988-
Advisor: Yang, Hyun Mo, 1959-
Abstract: Resumo: Esta tese trata de modelos matemáticos para descrever o surgimento e tratamento de tumores avasculares. Os modelos são baseados em sistemas de equações diferenciais ordinárias. Primeiramente, propomos um modelo para descrever o surgimento do câncer como um processo multi-passo, envolvendo transições entre células normais, células pré-malignas, e células tumorais, e considerando instabilidade genética como um fator que aumenta a taxa de mutações. O modelo prevê que a agressividade das células tumorais abre espaço para a sobrevivência das células menos adaptadas. Simulações numéricas mostram que o tempo para o tumor alcançar um tamanho detectável varia de cinco a oitenta anos, em razão de alterações mínimas nos parâmetros. Em seguida, estudamos um caso particular do primeiro modelo de um ponto de vista da teoria da Resiliência Ecológica. Os resultados ilustram como o surgimento e o tratamento efetivo do câncer podem ser vistos como a alternância entre dois estados de equilíbrio estáveis antagônicos. Neste contexto, alterações genéticas em uma escala de tempo lenta podem levar à destruição ou perda de estabilidade de um destes estados, tornando impossível tanto a cura ou o surgimento da doença. Na etapa seguinte, estudamos um modelo para quimioterapia metronômica em tumores avasculares, e mostramos como este tipo de tratamento pode levar à cura do paciente. Uma condição relacionando a toxicidade do tratamento aos parâmetros do modelo surge naturalmente e sua interpretação indica que a terapia metronômica tem baixa toxicidade quando administrada em tumores de crescimento lento, tumores com alta agressividade e competitividade por recursos, ou tumores com alta capacidade de suporte. Na última etapa, consideramos tratamentos não-autônomos visando comparar diversos regimes de dosagem em busca de protocolos ótimos. Mostramos como a utilização de uma abordagem simples para parametrizar a função que descreve o tratamento implica em facilidades tanto para a aplicação de métodos de otimização, quanto para a elaboração de critérios de otimalidade que englobem diversas características, como toxicidade, risco de recidiva, tempo de recuperação, e limitações na dosagem de droga

Abstract: This thesis studies mathematical models describing the onset and treatment of avascular tumors. The models are based on systems of ordinary differential equations. Initially, we propose a model to the onset of cancer as a multi-step process, involving transitions among normal cells, pre-malignant cells and tumor cells. The model considers genetic instability as a factor that enhances the mutation rates. Results predict that aggressiveness of tumor cells opens space to survival of less adapted cells. Numerical simulations show that the time for the tumor attains a detectable size ranges from five to eighty years, depending on minimal changes in parameters. Next, we study a particular case of the first model, from the point of view of Ecological Resilience. Results illustrate how the onset and the effective treatment of cancer may be seen as the switching between two alternative stable states. In this context, genetic alterations in a slow time-scale may cause the destruction or the loss of stability of one of these states, what makes impossible either the cure or the beginning of the disease. In the next stage, we study a model for metronomic chemotherapy in an avascular tumor, and we show how this treatment may lead to cure. A condition regarding toxicity and related to parameters arises naturally. Its interpretation indicates that metronomic chemotherapy has lower toxicity when administered in slow-growing tumors, tumors with high aggressiveness or competitiveness, and tumors with a high support capacity. In last, we consider non-autonomous treatments in order to compare different dosage regimes seeking for an optimal protocol. We show how the use of a simple approach for parameterizing the function which describes the treatment implies in advantages both for applying optimization methods as well as for formulating optimality criteria encompassing diverse features such as toxicity, relapse risk, recovery time and drug dosage
Subject: Cancer
Carcinogênese
Quimioterapia
Equações diferenciais ordinárias
Dinâmica não-linear
Language: Inglês
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2016
Appears in Collections:IMECC - Dissertação e Tese

Files in This Item:
File SizeFormat 
Fassoni_ArturCesar_D.pdf7.06 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.