Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/307059
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.CRUESPUNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINASpt_BR
dc.descriptionOrientador: Eugenia M. Reginato Charnetpt_BR
dc.descriptionDissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Matematica, Estatistica e de Computação Cientificapt_BR
dc.format.extent182f.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.typeDISSERTAÇÃOpt_BR
dc.titleTeoria de resposta ao item : uma aplicação do modelo de credito parcial de Masterspt_BR
dc.contributor.authorMelem, Vanderli Marinopt_BR
dc.contributor.advisorCharnet, Eugenia Maria Reginato, 1949-pt_BR
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual de Campinas. Instituto de Matemática, Estatística e Computação Científicapt_BR
dc.contributor.nameofprogramPrograma de Pós-Graduação em Estatísticapt_BR
dc.subjectEstimativa de parâmetropt_BR
dc.description.abstractResumo: Um dos probIemas enfrentados por profissionais que corrigem um exame (ou teste) é a dificuldade em atribuir um escore a um indivíduo. É conhecido que dois indivíduos que obtém o mesmo escore em um teste podem não ter a mesma habilidade em relação a variável latente sendo medida pelo teste. A Teoria de Resposta ao Item fornece modelos para estudar, entre outras coisas, as diferentes categorias de resposta envolvidas em um item e, a habilidade do indivíduo sendo medida pelo teste. Alguns dos modelos propostos são os dicotômicos (Rasch, 1980), politômicos (Samejima, 1969, 1972) e contínuos (Samejima, 1969). Neles se incluem parâmetros do item e do indivíduo que servem para medir fundamentalmente a dificuldade do item e o poder de discriminação do item e, a habilidade dos indivíduos em relação a variável latente sendo medida pelo teste. Como a quantidade de parâmetros a serem estimados depende do número de itens e de indivíduos envolvidos no teste, é necessário utilizar métodos iterativos para sua estimação. Uma aplicação dessa teoria foi realizada utilizando o modelo politômico de crédito parcial de Masters ( Masters , 1982) na prova de inglês do Vestibular/97 da UNICAMP.pt
dc.description.abstractAbstract: Not informed.en
dc.publisher[s.n.]pt_BR
dc.date.issued1998pt_BR
dc.identifier.citationMELEM, Vanderli Marino. Teoria de resposta ao item: uma aplicação do modelo de credito parcial de Masters. 1998. 182f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Matematica, Estatistica e de Computação Cientifica, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/307059>. Acesso em: 23 jul. 2018.pt_BR
dc.description.degreelevelMestradopt_BR
dc.description.degreenameMestre em Estatísticapt_BR
dc.contributor.committeepersonalnameFreire, Clarice Azevedo de Lunapt_BR
dc.contributor.committeepersonalnameMaher, James Patrickpt_BR
dc.date.defense1998-08-24T00:00:00Zpt_BR
dc.date.available2018-07-23T23:42:10Z-
dc.date.accessioned2018-07-23T23:42:10Z-
dc.description.provenanceMade available in DSpace on 2018-07-23T23:42:10Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Melem_VanderliMarino_M.pdf: 2864426 bytes, checksum: 013c513a303e5fa17720720493446226 (MD5) Previous issue date: 1998en
dc.identifier.urihttp://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/307059-
Appears in Collections:IMECC - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Melem_VanderliMarino_M.pdf2.8 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.