Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/306079
Type: TESE
Title: A qualidade de educação profissional e a perspectiva da flexibilidade e competencia tecnica do trabalhador
Author: Hartman, Claudio Fernando
Advisor: Taurino, Maria do Socorro
Abstract: Resumo: O crescente avanço tecnológico condicionou as empresas a utilizarem estratégias cada vez mais complexas. Fábricas foram integradas às redes de computadores, contribuindo com o aumento da velocidade do fluxo de informações sobre o sistema produtivo, fazendo com que o grau de flexibilidade do mercado de trabalho e o grau de flexibilidade salarial se tornassem parâmetros fundamentais no desempenho da economia. Observa-se também um alto índice de desemprego no país, levando os trabalhadores a procurarem outras alternativas de trabalho, na busca de sobrevivência num ambiente de crise decorrente, na maioria das vezes, de uma concorrência extremamente acirrada. Como as instituições de educação profissional têm lidado com esse cenário? Qual é a contribuição dos currículos dessas instituições na formação do trabalhador polivalente, mais flexível e auto-adaptável? Atualmente, em todo o mundo, buscam-se fórmulas para abreviar o tempo de adaptação que uma pessoa necessita para exercer uma nova "tarefa" no sistema produtivo que, a cada dia, se apresenta mais exigente. Em nosso país, onde o imediatismo é a tônica, temos como conseqüência uma margem muito maior de erros na formação desse trabalhador (PASTORE, 1997). Este trabalho visa contribuir com algumas idéias para a melhoria da qualidade dos currículos de educação profissional. 1. Parte-se do pressuposto de que a busca de qualidade deve ser a meta fundamental da sociedade e, sobretudo, das instituições de educação profissional. 2. Entende-se que a aplicação de princípios e ferramentas de qualidade na educação enfatiza seu significado mais verdadeiro, que é o de diagnosticar e orientar a melhoria contínua dos processos e produtos dos sistemas educativos. 3. Propõe-se com base numa metodologia que destaca a necessidade e analisar o grau de flexibilidade alocativa do Brasil. Indicadores dessa análise, quando coletados, parecem apontar que o Brasil é um país em que se pode e se deve investir na formação de mão-de-obra mais flexível, mais adaptável aos novos tempos. 4. Por fim, algumas sugestões para a qualidade do currículo voltado à educação profissional também são objeto deste trabalho.

Abstract: The growing technological progress has conditioned the enterprises to utilize more and more complex strategies. Factories were integrated into computer networks and contributed to increase the speed of information exchange on the productive system. So, the degree of labor market and wages mobility became an essential parameter to evaluate the performance of the economy. On the other hand, there is also a high unemployment rate in the country and the workers start to consider other job alternatives, in their search for survival in the context of a crisis that was caused mostly by an extremely tough competition. How do vocational education agencies deal with this scenery? How does their curriculum development contribute to the training of flexible, polyvalent and self-sufficient workers? Nowadays, all over the world, formulas are sought to abbreviate the time of adaptation needed for a person to perform a "task" in an increasingly demanding productive system. In our country, where immediacy is the keynote, we have as a result a very large percentage of errors in the training of workers (PASTORE, 1997). The aim of this work is to contribute with some ideas for improving the quality of vocational education curriculum. 1. We take for granted that the search for quality should be the ultimate goal of society and, by extension, of vocational education agencies. 2. The application of principles and quality tools in education stresses its real meaning, namely, to diagnose and guide the continuous improvement of processes and products in the educational systems. 3. The proposal for this improvement is based on a methodology which emphasizes the need to analyze the degree of skill mobility and migration in our country, the indicators of which seem to consider Brazil as a country where it is possible and advisable to invest in the training of a more flexible and adaptive work force. 4. Finally, this work also suggests how curriculum quality could be improved in the vocational education area.
Subject: Educação profissional
Qualidade
Mercado de trabalho
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2000
Appears in Collections:IMECC - Dissertação e Tese

Files in This Item:
File SizeFormat 
Hartman_ClaudioFernando_M.pdf13.69 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.