Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/306054
Type: TESE
Title: A gestão das pessoas nas organizações : caracteristica fundamental de diferenciação competitiva
Author: Ruggiero, Sergio
Advisor: Souza, Maria Carolina de Azevedo Ferreira de, 1949-
Souza, Maria Carolina de A. F. de
Abstract: Resumo: O desempenho das organizações refletido nos vários tipos de indicadores depende de um conjunto de fatores, dentre os quais podem ser citados: tecnologia empregada, grau de automação, processos bem definidos, gestões modernas de administração e qualidade, aprendizado contínuo das melhores práticas - mais conhecido como benchmarking, matéria prima utilizada, serviços e pessoas. Desse conjunto constata-se que, tradicionalmente, os acionistas, dirigentes e gestores das organizações não enfatizam a relação gestão das pessoas / desempenho, ou seja, não a identificam como fator de competitividade. As organizações devem considerar as pessoas como seus agentes de transformação; portanto, a gestão das pessoas torna-se fator fundamental para dar sustentação a essas transformações, imprimindo um caráter diferenciador na batalha competitiva a que as organizações são submetidas em nível global. O planejamento e desenvolvimento de atividades que nortearão o setor de Recursos Humanos do futuro são desafiadores, porém é fundamental que a estratégia adotada para administrá-los deva estar ancorada na estratégia estabelecida para o negócio. Como resultado deste trabalho, pretende-se ampliar o entendimento da importância de se investir em treinamento de pessoas, em uma visão de curto prazo, e em capacitação e formação, em uma visão de médio e longo prazo, garantindo um grau de competitividade cada vez maior às organizações. Espera-se, ainda, que este trabalho constitua uma contribuição para a mudança de atitude de acionistas, dirigentes e gestores, os quais precisam ter e cultivar uma característica básica: a vontade de fazer algo inovador

Abstract: The acting of the organizations contemplated in the several types of indicators depends on a group of factors, among which can be mentioned : technology, automation degree, very defined process, administrative efficiency, excellence for quality, benchmarking, raw material, services and people. From this group, it verifies that, traditionally, the shareholders and managers don't emphasize the relationship: people's administration / performance, in other words, they don't identify it as factor of competitiveness. The organizations should consider the people as their transformation agents; therefore, the people's administration becomes fundamental factor to give support to those transformations, providing a differentiating character in the competitive battle that the organizations are submitted in global level. The planning and development of activities that will orientate the human resources area of the future are challenging, however it is fundamental that the strategy adopted to manage them should be anchored in the established strategy for the business. As result of this work, it intends to enlarge the understanding of the importance of investing in people's training, in a short time solution, and people's continuous development, in a medium and long term solution, keeping a degree of competitiveness every time larger to the organizations. It still hopes that this work constitutes a contribution for the changes of shareholders' attitude, leaders and managers that need to have and to cultivate a basic characteristic: the will of doing something innovative
Subject: Administração de pessoal
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2000
Appears in Collections:IMECC - Dissertação e Tese

Files in This Item:
File SizeFormat 
Ruggiero_Sergio_M.pdf2.34 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.