Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/305764
Type: TESE DIGITAL
Degree Level: Doutorado
Title: Um caminho, várias histórias : possibilidades de "coletivos autorais" e o processo de construção de um "currículo local" por professores participantes do Projeto Ribeirão Anhumas na Escola
Title Alternative: A path, several stories : opportunities for "collective authorship" and the process of building a "local curriculum" for teachers participating in the School Project "Ribeirão Anhumas na Escola"
Author: Zimmermann, Narjara, 1983-
Advisor: Compiani, Mauricio, 1956-
Abstract: Resumo:

Abstract:
Resumo: Esta pesquisa se insere no âmbito do projeto Ribeirão Anhumas na Escola, desenvolvido entre os anos de 2007 e 2010. Com referência na pesquisa-ação colaborativa, o Projeto teve como foco a formação de professores-pesquisadores em exercício a partir da elaboração de propostas curriculares de natureza local, de modo a refletirem e inserirem em suas práticas cotidianas estudos que partam desta realidade. No projeto Ribeirão Anhumas na Escola, o local foi considerado processo e produto das interações e diálogos construtores de conhecimentos escolares, de modo a tratar as problemáticas de uma localidade sem que fossem silenciadas as relações dessas com os problemas planetários, mais generalistas. A cultura, história e vida social dos alunos estiveram em constante diálogo com conhecimentos mais gerais e os diferentes modelos e definições construídos pelas ciências e humanidades. Neste sentido, não é valorizar o conhecimento cotidiano em detrimento do científico, mas priorizar a rica e complexa mediação entre esses dois conhecimentos na escola e entender que o conhecimento escolar se dá no conflito e tensão entre conhecimento cotidiano e científico. O lugar passou a ser o locus entre a particularidade e a generalidade, entre local e global, entre conhecimento cotidiano e científico. Para isso, foram importantes as discussões e aproximações de autores como Boaventura de Sousa Santos, Doreen Massey e Paulo Freire. Nesta pesquisa, houve uma busca em articular as propostas e atividades (produto) com o contexto de produção (processo), tendo em vista as possíveis tensões curriculares, aspecto marcante do processo, devido à implementação da Proposta Curricular do Estado de São Paulo no ano de 2008. Buscou-se por meio da compreensão das relações processo/produto de um "currículo local": i) refletir sobre o processo de constituição de grupos colaborativos/investigativos/interdisciplinares para a construção de práticas pedagógicas autorais que apresentaram o local como norteador; ii) identificar nas propostas e pesquisas dos professores, que tratem de relações escalares e de espaço e tempo, possibilidades e potencialidades inventivas e emancipatórias; iii) refletir sobre a construção de um "currículo local" com aproximações de uma pedagogia crítica do lugar/ambiente. Para tanto, foram utilizados diferentes registros relacionados ao Projeto e elaborados pelos diferentes sujeitos participantes: diário de campo, relatórios técnicos e de pesquisa, artigos, capítulos de livros, teses e dissertações. Entre os principais aspectos relevantes desta pesquisa, ressalta-se: i) os "coletivos autorais" como forma de constituição de trabalho docente que destaca o caráter polifônico das propostas, de modo a possibilitar a coexistência de propostas pedagógicas inventivas e autorais em um contexto curricular oficial prescritivo; ii) as potencialidades das propostas pedagógicas para a compreensão de um "currículo local" que parte de relações mais horizontais entre conhecimentos hegemônicos (científicos) e contra-hegemônicos (cotidianos), de relações entre espaço e tempo que buscam problematizar representações como equivalentes da realidade e de relações escalares (local/global) articuladas a trabalhos de campo, potencializando a compreensão de diferentes situações-limites (sociais; socioambientais; ecológicas). Assim, outraspossíveis leituras de mundo/realidades foram mobilizadas, possíveis de serem entendidas como políticas, emancipatórias e solidárias

Abstract: This research is part of the "Ribeirão Anhumas na Escola" project, which was developed between 2007 and 2010. With reference to collaborative action research, this project focused on the training of teacher-researchers for drafting curriculum proposals of a local nature (i.e., identifying daily practices and local problems, and proposing possible actions/solutions). The "Ribeirão Anhumas na Escola" project functions is the context of process and product of the interactions of and dialogues between builders of school knowledge, in order to consider local issues without silencing links to global, more general problems. Student culture, history, and social life constantly interact with aspects of general knowledge, and with the different models and definitions constructed within the realm of the sciences and humanities. In this sense, everyday knowledge is not valued to the detriment of scientific knowledge, but rather as a function of prioritizing rich and complex mediation between these two knowledges at school. This occurs with the understanding that scholastic knowledge is unique, generating conflict and tension between everyday/local and scientific knowledge. The place becomes the locus between the particular and general, between local and global, between everyday and scientific knowledge. This is why the ideas and approaches of authors like Boaventura de Sousa Santos, Doreen Massey, and Paulo Freire were so important. Our research included a search for joint proposals and activities (i.e., product) within the context of production (i.e., process), taking into consideration possible curriculum tension in `process¿ aspects due to implementation of the Curriculum Proposal of São Paulo State in 2008. We sought to establish a "local curriculum" through an understanding of process/product relationships in the following manner: i) we reflected on the process of formation of collaborative, investigative, and interdisciplinary groups to build pedagogical practices that use locality as a guide; ii) we identified teacher proposals and research dealing with scalar relations and with space and time, and with inventive and emancipatory possibilities and potentialities; and iii) we reflected on the construction of a "local curriculum" using critical pedagogy of place/environment approaches. To accomplish this, we utilized different project records prepared by different participating subjects including field diaries, technical and research reports, articles, book chapters, theses, and dissertations. Among the main relevant aspects of this research, we highlight "collective authorship" as a way of teaching labor constitution that emphasizes the polyphonic nature of the proposals. This enables coexistence of inventive and pedagogical proposals in an official, prescriptive curriculum context. We also address the potentiality of educational proposals for understanding "local curriculum", stemming from: a) more horizontal relationships between hegemonic (scientific) and counter-hegemonic (daily) knowledge, b) relationships between space and time that seek to problematize representations as equivalent of reality, and c) scalar relations (local/global) articulated through field work that increase our understanding of different limit-situations (e.g., social, environmental, ecological)
Subject: Curriculo
Autoria
Pedagogia crítica
Emancipação
Prática de ensino
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2016
Appears in Collections:IG - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Zimmermann_Narjara_D.pdf4.85 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.