Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/305720
Type: DISSERTAÇÃO DIGITAL
Degree Level: Mestrado
Title: Máquina teratofóbica : refazendo mulher e animal no abate industrial
Title Alternative: Teratophobic machine : re-doing woman and animal in industrial slaughter
Author: Luedy Oliveira, Laura Sant'Anna, 1990-
Advisor: Chaguri, Mariana Miggiolaro, 1983-
Abstract: Resumo: Impressões, representações, gestos, posicionamentos e cursos de ação de trabalhadores de três abatedouros industriais do estado de São Paulo informam sobre como se relacionam as marcações de sexo-gênero e de animalidade em seu contexto. A recorrência com que ambos esses regimes de marcação discrimináveis importam enquanto ordenadores das interações sobre as quais nos debruçamos ao implicarem a subjetivação de entes e de relações indica que a objetificação não é a única chave de compreensão e de explicação adequada para os fenômenos que conformam o abate industrial, embora ela seja a chave que é privilegiada pela literatura. A análise das linhas em que tendencialmente se dá ali a relação entre marcações de animalidade e de sexo-gênero, sobretudo no que estas tangem à configuração do espaço e do trabalho, sugere uma certa maneira de dar conta adequadamente das atualizações consecutivas de modos de agir, sentir e pensar mais ou menos coletivos, dividuais, que são diferentes ou mesmo incongruentes ¿ coisa que, por sua vez, lança luz sobre como objetificação e subjetivação poderiam operar paralelamente na mesma conjuntura, bem como lança luz sobre como as dominações de sexo-gênero, de "espécie" e de classe se relacionariam no mesmo contexto. Os dados primários que figuram neste documento foram produzidos entre 2014 e 2015, por meio entrevistas narrativas, observações in situ e interações informais, todas elas concebidas, conduzidas, registradas e analisadas de modo fortemente inspirado na praxeologia bourdieusiana conforme reconfigurada pelas críticas de Lahire e de Boltanski, e em certas indicações de autores de tradições do pensamento social ou antropológico distintas, tais como Haraway, Strathern, Latour, Ingold, Bauer, Becker, James e Doubrowsky. Dados produzidos com base na revisão de parte da literatura historiográfica sobre a industrialização do abate, bem como na revisão de etnografias recentes realizadas em contexto de abate industrial, compõem, também, indicadores significativos para a construções de nossa tese final

Abstract: Slaughterhouse worker¿s affects, concepts, gestures, positons and courses of action present how emic sex-gender and animality marks relate to each other in three industrial plants located in the state of São Paulo, Brazil. The regularity with which both of these distinguishable regimes of social marking matter in the arrangement of the interactions herein addressed, in its endownment of subjet status to entities and relations, indicate that objectification, although the favoured key for understanding and explaning industrial slaughter in specialized literature, is not the only adequate one. The analysis of the lines in which the relation between marks of animality and sex-gender are drawn and draw themselves throughout this context, specially in what they pertain to space and work, suggest a certain manner of dealing adequately with the consecutive actualization of different or even incoherent more or less colletive modes of acting, felling and thinking, which in turn sheds light on how objectification and subjectification can operate in parallel, as well as on how sex-gender, "species" and class domination may relate in that context. The primary data featured in this document were crafted between the years of 2014 and 2015, by means of narrative interviews, in situ observation and informal interaction, all of which were conceived, conducted, registered and analysed in a fashion deeply inspired in bourdieusian praxeology, as criticized by Lahire and Boltanski, as well as in indications of authors of different traditions in social thought or anthropology, such as Haraway, Strathern, Latour, Ingold, Bauer, Becker, James e Doubrowsky. The data built on the review of historigraphic literature on the industrialization of slaughter and on the review of recent industrial slaughter enthnography also compose the significant index for the final thesis we present
Subject: Mediação
Praxis (Filosofia)
Animais (Filosofia)
Capitalismo
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2016
Appears in Collections:IFCH - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
LuedyOliveira_LauraSant'Anna_M.pdf33.91 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.