Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/305691
Type: TESE DIGITAL
Title: Produção oral no seminário : possíveis apropriações em uma prática de ensino
Title Alternative: Orality in seminary : possible appropriations in a teaching practice
Author: Freitas, Patrícia Raquel de, 1987-
Advisor: Mendonça, Márcia Rodrigues de Souza, 1968-
Abstract: Resumo: Este trabalho tem como objetivo trazer o relato de uma situação de ensino-aprendizagem do gênero seminário em uma classe da 3ª série do ensino médio de uma escola da rede pública estadual de São Paulo e a análise dos dados gerados nessa situação. Foi realizada uma pesquisa de cunho etnográfico-colaborativo com o objetivo geral de analisar a aplicação de uma proposta de ensino do seminário observando se e como ocorrem apropriações dos alunos na produção do gênero em um projeto de elaboração de um trabalho de conclusão de curso para as disciplinas de sociologia e filosofia. Como objetivos específicos, pretendeu-se descrever as atividades de ensino explícito do seminário nas aulas de língua portuguesa, filosofia e sociologia e observar quais são as principais diferenças entre os seminários produzidos antes e depois da intervenção didática, analisando quais são os eventuais impactos das intervenções propostas pelo professor colaborador, que ministrou as disciplinas de filosofia e sociologia, e pela pesquisadora, na condição de professora de língua portuguesa da turma, na apropriação do gênero. Para atingir esses objetivos, primeiramente foi feita uma revisão da teoria sobre oralidade e letramento, baseada nos estudos sobre o contínuo entre oralidade e escrita discutidos, no Brasil, principalmente por Marcuschi (2001; 2010[2000]). Em seguida, analisaram-se os documentos oficiais do ensino, buscando orientações sobre o ensino da oralidade e de gêneros orais. Para melhor compreensão do objeto de estudo e orientação na elaboração das atividades didáticas sobre o seminário, buscaram-se as teorias do Grupo de Genebra (SCHENUWLY, 2011[2004]; DOLZ & SCHNEUWLY, 2011[2004]; SCHNEUWLY & DOLZ, 2011[2004]; DOLZ, NOVERRAZ & SCHNEUWLY, 2011[2004] e DE PIETRO & SCHNEUWLY, 2006) sobre a oralidade, o gênero seminário, a modelização e a sequência didática. Buscou-se ainda, na Pedagogia dos Multiletramentos (NLG, 1996; COPE, KALANTZIS, 2009) embasamento teórico para realizar a análise das apropriações feitas pelos alunos. Para isso, utilizou-se o conceito de Design trazido pela referida pedagogia. Na pesquisa de campo, foram geradas gravações de áudio e vídeo e anotações de diário de campo, que compuseram o material principal de análise. Na análise dos dados, observou-se a apropriação do gênero seminário baseada principalmente em quatro aspectos ensináveis, trazidos pela teoria do Grupo de Genebra e complementados pelas teorias sobre multimodalidade: situação comunicativa, estrutura interna do gênero, características linguísticas e multimodalidade do gênero. Observou-se, assim, que, apesar de o seminário ser um gênero comum e conhecido dos alunos, ainda restavam dúvidas e houve inadequações em sua realização inicial, o que se buscou corrigir e aprimorar com as atividades didáticas. Ao final do projeto, notou-se que os alunos se apropriaram de alguns aspectos trabalhados durante as aulas. Outros aspectos tiveram uma apropriação diferente da prevista inicialmente. Constatou-se, ainda, a necessidade de se rever algumas práticas didáticas, bem como da urgência de um trabalho progressivo e sistemático da oralidade na escola que leve os alunos a desenvolverem as competências linguísticas orais necessárias para uma participação cidadã ao final do ensino básico

Abstract: This work aims to convey the account of a seminary teaching-learning situation in a third grade public high school class of the state of São Paulo and the analysis of the generated data. It is an ethnographic-collaborative research with the general objective of analyzing the application of a seminary teaching proposal observing whether and how students appropriate themselves of the genre¿s production in a final coursework project for the disciplines of sociology and philosophy. The specific objectives aimed to describe the explicit teaching activities of the seminary genre in Portuguese language, philosophy and sociology classes and identify the main differences between the seminaries produced before and after the teaching intervention, analyzing the possible impacts of the interventions proposed by the philosophy/sociology teacher and by the researcher, as Portuguese language teacher of the class, in the genre¿s appropriation. To achieve these goals, we first made a review of the theory of orality and literacy, based on studies on the continuum between orality and literacy discussed in Brazil, mainly by Marcuschi (2001; 2010[2000]). Then, we analyzed official education documents, seeking guidelines on teaching orality and oral genres. For a better understanding of the study subject and orientation in the preparation of educational activities on the seminary, we relied on the theories of the Geneva Group (SCHENUWLY, 2011[2004]; DOLZ & SCHNEUWLY, 2011[2004]; SCHNEUWLY & DOLZ, 2011[2004]; DOLZ, NOVERRAZ & SCHNEUWLY, 2011[2004] and DE PIETRO & SCHNEUWLY, 2006) on orality, the seminary genre, modeling and teaching sequences. We also searched in the Multiliteracies Pedagogy (NLG 1996; COPE, KALANTZIS, 2009) a theoretical basis to perform the analysis of the appropriations made by the students. Therefore, we used the concept of Design brought by this pedagogy. In field research, we generated audio and video recordings and field notes, which formed the main material of analysis. In the data analysis, we observed the appropriation of the seminary genre based mainly on four teachable aspects, brought by the Geneva Group theory and complemented by multimodality theories: communicative situation, internal structure of the genre, linguistic characteristics and multimodality of the genre. We noticed, thus, that although the seminary is a common genre and known to students they still had some questions and showed inadequacies at the initial presentation, which we sought to correct and improve with educational activities. At the end of the project, we noted that students had appropriated themselves of some aspects worked on during the classes. Other aspects had a different appropriation than those initially planned. We also noted the necessity to review some teaching practices, as well as the urgency of a progressive and systematic work on orality that could lead the students to develop oral language skills needed for civic participation at the end of basic education
Subject: Língua portuguesa (Ensino médio) - Estudo e ensino
Aprendizagem
Seminários
Oralidade
Exposição oral
Estudantes do ensino médio - São Paulo (Estado)
Escolas públicas - São Paulo (Estado)
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2016
Appears in Collections:IEL - Dissertação e Tese

Files in This Item:
File SizeFormat 
Freitas_PatriciaRaquelde_M.pdf2.49 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.