Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/305690
Type: TESE DIGITAL
Title: Vestígios de Ovídio em Sobre as mulheres famosas (De mulieribus claris, 1361-1362) de Giovanni Boccaccio
Title Alternative: Ovidian vestigia in the De mulieribus Claris (1361-1362) of Giovanni Boccaccio
Author: Juliani, Talita Janine, 1985-
Advisor: Cardoso, Isabella Tardin, 1971-
Abstract: Resumo: Em Sobre as mulheres famosas (De mulieribus claris), catálogo de biografias de mulheres escrito por Giovanni Boccaccio entre 1361 e 1362, retrata-se a vida de figuras femininas notáveis (clarae) da Antiguidade clássica e períodos posteriores, como o início do Renascimento italiano. Grande parte dos estudos sobre a obra é marcada por um viés dicotômico, que oscila entre apontar um caráter moralista (cristão) ou "meramente" literário nas biografias. A esse tipo de reflexão associam-se eruditas "pesquisas de fontes" (Quellenforschungen) do catálogo: dentre estas, destaca-se a obra do poeta romano Ovídio (43 a.C. ¿ 17 d.C.). Nossa pesquisa se propõe a direcionar tais estudos para uma apreciação sobre o modo como, na obra boccacciana em apreço, se apresenta a poesia de Ovídio, e, sobretudo, explorar possíveis efeitos de sentido derivados de tal presença no catálogo em estudo. Mais especificamente, tais relações foram observadas a partir da complexa constituição da imagem do autor romano (e de sua carreira literária) e de efeitos de sua presença na imagem respectiva que Boccaccio apresenta em sua obra. No cotejo de nosso corpus (de Ovídio, passagens de Amores, Ars amatoria, Remedia amoris e Tristia; em De mulieribus, a biografia de Safo, a Dedicatória, o Proêmio e a Conclusão), teorias de linha intertextual aplicadas a estudos clássicos guiam nossa interpretação das passagens selecionadas. Os efeitos de ironia detectados nos levam a relativizar o modo como se consideram as relações entre moralidade e literatura na obra em apreço

Abstract: On famous women (De mulieribus claris), a catalogue of female biographies written by Giovanni Boccaccio between 1361 and 1362, portrays the life of notable (clarae) female figures of Antiquity and other periods, such as the beginning of the Italian Renaissance. The focus of great part of the studies about this work is a dichotomic trend, which ranges from pointing towards a (Christian) moralist character or/and a "merely" literary one in the biographies. Erudite Quellenforschungen dedicated to the catalogue are usually associated to this type of approach: according to them a common literary source to De mulieribus is the work of the Roman poet Ovid (43 B.C. ¿ 17 A.D.). Considering such studies, the aim of this research is to explore possible effects of the way how Ovid's poetry is presented in the Boccaccian catalogue. Among these effects, the complex construction of Ovid¿s authorial image (and his literary career), and the effects of its presence in the self-representation of Boccaccio in his own work were brought into focus. In the scrutiny of the selected Latin texts (on the one hand verses of Amores, Ars amatoria, Remedia amoris and Tristia; on the other hand, Sapho¿s biography, the Dedicatio, Proemium and Conclusio of De mulieribus) intertextuality theories were applied. Effects of irony that we pointed out in the texts of both authors lead us to regard the ways the relation between morality and literature are constructed in De mulieribus
Subject: Boccaccio, Giovanni, 1313-1375. De mulieribus claris - Crítica e interpretação
Ovidio - Influência
Ovídio - Biografia - Carreira
Literatura comparada - Italiana e latina
Autoria
Influencia (literaria, artistica, etc.)
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2016
Appears in Collections:IEL - Dissertação e Tese

Files in This Item:
File SizeFormat 
Juliani_TalitaJanine_D.pdf1.94 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.