Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/305679
Type: TESE DIGITAL
Title: Entre a tradição e a tradução : representações sobre identidades e línguas da fronteira Brasil/Paraguai
Title Alternative: Between tradition and translation : representations of identities and languages at the frontier of Brazil/Paraguay
Author: Castanho, Eli Gomes, 1980-
Advisor: Maher, Terezinha Machado, 1950-
Abstract: Resumo: O objetivo desta tese é apresentar e discutir algumas representações sobre identidades e línguas da fronteira do Brasil com o Paraguai. Para isso, selecionaram-se três estudantes brasileiros e três paraguaios, com os quais foram gravadas entrevistas semiestruturadas. Os estudantes são de universidades públicas de Ponta Porã, Mato Grosso do Sul, Brasil, e de Pedro Juan Caballero, Departamento de Amambai, Paraguai. Trata-se de uma pesquisa de cunho qualitativo/interpretativista que parte da premissa de que, ao se enunciar sobre línguas e identidades, políticas linguísticas dos países em questão ¿ bem como de outros agentes - são refletidas no interdiscurso dos sujeitos. Além das leituras sobre Políticas Linguísticas, recorreu-se, de modo interdisciplinar, às contribuições dos Estudos Culturais, no que diz respeito aos conceitos de representação e identidade; da Linguística Antropológica, especialmente o conceito de ideologia linguística e da Sociologia, no que se refere à noção de interculturalidade. A fim de apreender como tais conceitos tomam corpo na fala dos sujeitos entrevistados, utilizaram-se as seguintes categorias da Análise do Discurso: ethos discursivo, estereótipos e posicionamento Os resultados demostraram que as representações sobre as identidades brasileira e paraguaia se apoiam em estereótipos cristalizados na cultura local, sendo, por vezes, retomados eventos históricos, como a Guerra do Paraguai, a fim de defender uma imagem discursiva calcada no ressentimento do povo paraguaio. No que se refere ao modo como as línguas são representadas observou-se que o guarani é visto como símbolo nacional pelos paraguaios; entre os brasileiros, o guarani não tem o mesmo status, e é entendido, vez ou outra, como um dialeto. Acerca do espanhol, parece haver, entre os paraguaios, um conflito sobre os rótulos "espanhol" e "castelhano", o que reproduz certo discurso centrado na diglossia entre a variante europeia e a variante latino-americana, entre o espanhol falado cotidianamente e o espanhol como língua a ser ensinada pela escola. Entre os brasileiros, o espanhol é visto como língua de prestígio por ser uma língua internacional e escolarizada. No que tange o português, os paraguaios a veem como uma língua importante, dadas as oportunidades de trabalho e de estudo em nível de pós-graduação, no Brasil, que o seu domínio propicia. De modo geral, as identidades e os posicionamentos sobre a língua transitam entre o discurso da Tradição, que retoma e endossa ideologias conservadoras, e o da Tradução, que reconhece a diversidade e o hibridismo como inerentes à constituição das identidades e das línguas. A expectativa da tese é provocar reflexão sobre a interculturalidade como constitutiva do espaço fronteiriço e contribuir para o fomento e implantação de políticas linguístico-educacionais que privilegiem o diálogo intercultural entre brasileiros e paraguaios, de modo que se possa reconhecer os ganhos éticos e estéticos decorrentes de um olhar positivo para a diversidade da fronteira

Abstract: This thesis aims at presenting and discussing representations of identities and languages in the frontier of Brazil and Paraguay. In order to do so, semi-structured interviews with three Brazilian and three Paraguayan students were recorded. These students attend public universities in Ponta Porã, Mato Grosso do Sul, Brazil, and Pedro Juan Caballero, Department of Amambai, Paraguay. Being qualitative/interpretative and interdisciplinary in nature, the investigation here described was based on the premise that while enunciating about language and identity, language policies of the two concerned countries ¿ as well as of other agents ¿ would be reflected on the interdiscourse of the students. In addition to the contributions from Language Policy theory, the study theoretical framework also included the concepts of representation and identity, as put forward from Cultural Studies; the notion of language ideology, as defined in Linguistic Anthropology and interculturality, as discussed in Sociology. To analyze how these concepts emerged in the speech of the research participants, three Discourse Analysis categories were used: discursive ethos, stereotypes and positioning. Data analysis showed that the representations of the Brazilian and Paraguayan identities often reflected stereotypes crystallized in the local culture, being that historical events, such as the Paraguayan War, were often mentioned to justify a discursive image grounded on Paraguayans¿ resentment. As far as languages representations were concerned, Guarani was seen as a national symbol by Paraguayans; among Brazilians, Guarani was not perceived as having the same status, sometimes taken as a dialect, not a language. In so far as Spanish goes, there seemed to be a conflict among Paraguayans over the labels "Spanish" and "Castilian", which reproduces a discourse centered on diglossia between the European and the Latin American variants, between the Spanish spoken daily and the Spanish taught in schools. Brazilians, on the other hand, thought of Spanish as a prestigious language on account of it being a school language as well as a recognized international language. Paraguayans thought being proficient in Portuguese was important, since this opened up job opportunities and the possibility of enrollment in graduate courses in Brazil. In general, positions on identities and languages oscillated between a Tradition discourse, which reveals and endorses conservative ideologies, and a Translation discourse, which recognizes diversity and hybridity as inherent in the constitution of identities and languages. The expectation is that the thesis will be able to incite reflection on interculturalism as constitutive of frontier areas in general, and contribute to development and implementation of linguistic and educational policies that favor intercultural dialogue between Brazilians and Paraguayans so that they can come to realize the ethical and aesthetic advantages that arise from looking positively at the diversity found on the borders
Subject: Análise do discurso
Política linguística
Identidade cultural
Antropolinguística
Representação (Linguística) - Estudos interculturais
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2016
Appears in Collections:IEL - Dissertação e Tese

Files in This Item:
File SizeFormat 
Castanho_EliGomes_D.pdf2.82 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.