Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/305676
Type: TESE DIGITAL
Title: Afinal, o que é o estágio supervisionado? De labirinto a entrelugar : o estágio proposto pela Universidade na visão dos estagiários
Title Alternative: What is, after all, supervised student teaching? From labyrinth to in-betweenness : a university internship program from its students' viewpoint
Author: Valsechi, Marília Curado, 1985-
Advisor: Kleiman, Angela, 1945-
Kleiman, Angela Del Carmen Bustos Romero de, 1945-
Abstract: Resumo: Esta pesquisa investigou o estágio supervisionado do curso de Letras noturno de uma universidade pública paulista com o objetivo de analisar os modos de inserção de estagiários nas práticas acadêmicas e profissionais dessa situação específica de estágio. O estudo foi motivado pela minha experiência profissional como professora formadora, responsável pelas disciplinas de estágio em língua materna das turmas do período noturno da instituição de ensino superior pública na qual atuei em caráter temporário. Tradicionalmente investigado na área da Educação, o estágio supervisionado tem se tornado objeto de pesquisa de áreas como a Linguística Aplicada (LA), a exemplo desta tese. Inserida no Grupo Letramento do Professor, esta pesquisa partilha tanto da responsabilidade ética e social da LA transdisciplinar quanto dos compromissos ético-políticos do Grupo, ao visar contribuir para a formação docente numa perspectiva colaborativa e legitimadora do trabalho do professor. De natureza qualitativo-interpretativista e cunho etnográfico, este estudo lança mão de um amplo conjunto de dados, gerados durante minha atuação como professora substituta na instituição: meu planejamento da disciplina, meus diários de campo, produzidos em função das aulas na universidade, aulas áudio-gravadas na universidade e textos produzidos pelos estagiários (relatórios de estágio, comentários postados no blog da disciplina, questionário de avaliação de disciplina), documentos da universidade, além de entrevistas semiestruturadas com alguns professores formados ("ex estagiários"). São focalizados 20 alunos estagiários da turma de 30 alunos para a qual ministrei disciplinas de estágio em 2011 e 2012. A teia teórica transdisciplinar deste estudo é construída, principalmente, pelo entrelaçamento da teoria sócio-enunciativa do Círculo de Bakhtin e pela teoria sociocultural dos Estudos de Letramento. A análise dos documentos da universidade revela o conjunto de forças que atuam sobre a cadeia da comunicação verbal desta esfera, evidenciando a tensão das assimetrias de poder da instituição. A descrição e análise da primeira disciplina de estágio mostrou que os alunos ecoam vozes sociais tradicionais relacionadas à prática escolar, baseadas no controle e na disciplina. Já a análise das práticas letradas na segunda disciplina mostrou que os estagiários são inseridos em práticas de letramento acadêmico ocultas, de mistério (LILLIS, 2001), descoladas de sua realidade e alheias aos seus propósitos de letramento. Os estagiários também se envolvem, na disciplina de estágio, em práticas situadas, colaborativas, explícitas, com objetivos compreensíveis, quando uma abordagem de ensino culturalmente sensível aos sujeitos é adotada. Estas práticas viabilizam a negociação entre os letramentos acadêmico e profissional docente, potencializando a configuração do estágio (disciplina e atividades) como entrelugar socioprofissional (REICHMANN, 2015) e favorecendo o fortalecimento da construção identitária profissional do aluno. Tais (re)configurações, no entanto, dependem também da construção pessoal dos sujeitos envolvidos. A análise das construções da trajetória no conjunto de eventos de estágio por dois ex estagiários revela que, enquanto para um sujeito o estágio parece se aproximar do que designo metaforicamente como labirinto, para outro, está próximo da noção de entrelugar socioprofissional. Os resultados da pesquisa apontam tanto para a necessidade de mudança na universidade quanto para a importância de promoção de práticas mais explícitas, legitimadoras da agência do estagiário

Abstract: The present research investigates a two-year guided internship program for Portuguese language teacher training at a night course in a public state university in the state of São Paulo. The investigation aims to analyze the trainee's learning of academic and professional practices during the situation of internship. The study was motivated by my professional experience as a university teacher responsible for the internship at the night course in the public higher education institution in which I worked as a substitute teacher. Traditionally studied in the area of Education, internship programs have become a research object of Applied Linguistics, as in this thesis. This research has a transdisciplinary approach, characteristic of Applied Linguistics and shares the ethical and political commitments of the Research Group Letramento do Professor, aiming to contribute to teacher education programs and to the legitimization of teachers' work. From a methodological perspective, the research is qualitative-interpretative and ethnographic, with a large corpus generated during the time I worked at the institution: lesson plans, field diary, class audio recordings, trainees' academic texts, university documents, and semi-structured interviews with students after graduation. The research focuses on 20 student trainees in a class of 30 where I acted as supervisor of student teacher internships in 2011 and 2012. The theoretical transdisciplinary perspective adopted is mainly based on the enunciative theory of Bakhtin's Circle and on the New Literacy Studies socio-cultural approach. The analysis of university documents reveals forces acting on the verbal communication chain in the academic sphere, highlighting tension partly due to power asymmetries at the institution. The description and analysis of the first year internship program shows that students hold traditional conceptions of school work based on control and discipline. The analysis of literacy practices in the second year shows that literacy academic practices are perceived by students as `mystery practices¿ (LILLIS, 2001), detached from their reality and alien to their purposes. The study also shows that trainees can be involved in collaborative, well defined situated practices, with understandable goals if a culturally sensitive approach to teaching is adopted. Such practices enable negotiation between academic and professional literacies, increasing the potential of the internship becoming a socio-professional in-betweenness (REICHMANN, 2015) that favors the strengthening of the students¿ professional identity. Such configurations, however, also depend on the subjects¿ personal construction. The analysis of two graduated students' trajectories reveals that while one student seems to be closer to what I call the metaphor of a maze, the other is closer to the notion of the socio-professional in-betweenness. The research results point to both the need for change at the university and to the importance of promoting more situated practices that offer opportunities for the trainee to develop as an agent
Subject: Programas de estágios
Professores - Formação
Língua portuguesa - Estudo e ensino
Letramento - Estudo e ensino (Superior)
Análise do discurso
Estudantes universitários
Universidades e faculdades públicas - Brasil
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2016
Appears in Collections:IEL - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Valsechi_MariliaCurado_D.pdf4.49 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.